PresentationPDF Available

Avaliação das ações de extensão baseada nas diretrizes do Forproex: uma análise fatorial exploratória

Authors:

Abstract

A Política Nacional de Extensão Universitária estabeleceu cinco diretrizes para elaboração e implementação das ações de extensão: interação dialógica com a sociedade, interdisciplinaridade e interprofissionalidade, indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão, impacto na formação do estudante e impacto transformacional social. Este artigo tem como objetivo identificar quais variáveis mais relevantes para a avaliação das ações de extensão do Instituto Federal do Espírito Santo e que estão alinhadas com as diretrizes da Política Nacional de Extensão Universitária. A metodologia utilizada foi um estudo exploratório numa abordagem quantitativa, com questionário estruturado e com perguntas fechadas. O questionário foi aplicado pelos avaliadores do Programa de Apoio à Extensão aos bolsistas de iniciação científica na I Jornada de Extensão do Ifes em 2017. As questões do instrumento de pesquisa trabalharam com variáveis quantitativas discretas e foram mensuradas na escala tipo Likert. A análise fatorial exploratória foi utilizada para identificação dos fatores que agrupam os critérios de avaliação. O software utilizado para analisar os dados foi o Stata, versão 13. Os resultados apontaram que a diretriz "impacto na formação do estudante" teve maior correlação com os resultados dos programas e projetos de extensão. Ou seja, os estudantes dos cursos regulares do Ifes participaram ativamente como membros de equipe executora e foram protagonistas em suas ações de extensão.
ResearchGate has not been able to resolve any citations for this publication.
ResearchGate has not been able to resolve any references for this publication.