ArticlePDF Available

Pensando en escenas - Variaciones en el dispositivo

Authors:
A preview of the PDF is not available
ResearchGate has not been able to resolve any citations for this publication.
Full-text available
Article
RESUMO Quando o projeto parental é inviabilizado em decorrência da infertilidade e o casal recorre às Técnicas de Reprodução Assistida (TRA), a construção da paternidade pode ser afetada. Este estudo qualitativo, que teve como objetivo investigar a experiência paterna da gestação nesse contexto, foi realizado com 13 pais cujas companheiras engravidaram por meio de TRA e se encontravam no terceiro trimestre gestacional A análise de conteúdo das entrevistas revelou que os participantes estavam envolvidos com a gestação e com o bebê, bem como com aceitação da ideia de se tornar pai. Destaca-se que essa vivência foi permeada pelas repercussões da infertilidade e do tratamento, o que pode trazer dificuldades e especificidades para a paternidade. Nesse contexto, em que o desejo e a realização da paternidade sofrem entraves desde seu início, é importante que se possa oferecer aos futuros pais o apoio de profissionais da área da saúde mental.
Full-text available
Article
Monoparentalidade programada e reprodução assistida: da “produção independente” à utilização de sêmen póst mortem Julieta M. B. R. Quayle Lia M. N. Dornelles Resumo A utilização das técnicas de reprodução assistida vem possibilitando, nas últimas décadas, a realização da vontade de exercer a parentalidade em diferentes contextos e situações, muito além da infertilidade. Aqui são elaboradas reflexões associadas à monoparentalidade buscada, não acidental, considerando contingências específicas, tais como a utilização de sêmen post mortem e a denominada produção independente, seja em indivíduos hetero ou homossexuais.Tais reflexões são eliciadas em virtude da prática clínica à luz da revisão de literatura e debruçam-se sobre as condições que favorecem essa busca, muitas vezes de caráter narcísico e que necessitam de uma escuta e uma interlocução privilegiada no atendimento clínico. Palavras-chave: monoparentalidade; parentalidade póstuma, reprodução assistida, narcisismo.
Full-text available
Article
O artigo analisa o conceito de parentalidade, fundamentado na perspectiva psicanalítica, que permite o estudo tanto da subjetividade dos pais quanto dos filhos. A hipótese é de que a parentalidade, caracteristicamente infiltrada pelo narcisismo dos próprios pais, pode constituir-se como fonte de tensão a partir da qual é possível compreender certas reações que o eu da criança desenvolve e que sinalizam para o maior ou menor sucesso na passagem do princípio de prazer para o princípio de realidade. Ademais, defende-se a importância do estudo dos efeitos causados na subjetividade dos pais por essa infiltração narcisista no amor parental. Este estudo contribui tanto para investigações sobre as psiconeuroses, dado o cotejamento que proporciona entre a clínica e a teoria psicanalítica, como também para a investigação de fenômenos sociais mais complexos como a violência e a desagregação das comunidades humanas.
Article
This text aims at addressing the thoughts of those who, for several decades, have been devoting themselves to the practice of intervention / research in the field of organizations. This practice is a clinical one insofar as it aims to clarify and understand latent conflicts; it´s clinical practice insofar as, by means of field-tested strategies, professionals involved assist institutional groups in the process of elucidating meanings concerning occurrences producing mental suffering; in addition it is clinical practice insofar as its explicit purpose is to contribute to the mental health and development of individuals who consult. Institutional psychology, positioned at the convergence of the subjective and the social, is a field for researchers who share, as the article states, an interest in the study of certain phenomena of a collective sort whilst acknowledging confrontation due to particular experiences in the field, which result in theoretical debates.
Article
The phenomenon of the "weakening of parental role" is related to difficulties that parents have in educating their children, nowadays, due to insecurity and doubts in the exercise of their functions. This article aims to show the determinants of this phenomenon and its consequences for the contemporary family. The historical, sociocultural and economic aspects of this phenomenon were covered, as well as, from a psychoanalytic referential, rather Freudian and Winnicottian, the consequences of that were raised for the construction of child development. Thus, it appears that this phenomenon is articulated with the changes in the child's role in the family, with the development of "specialized science", with the "culture of narcissism" and, finally, that children exposed to this phenomenon may develop themselves in a environment of excessive freedom, which may be harmful.
Article
"La psicología social postulada en estos ensayos está concebida como desarrollo y transformación de una relación dialéctica que se da entre la estructura social y la fantasía inconsciente del sujeto, relación que se articula a través de la noción de vínculo Si esa relación es el objeto de la psicología social, es precisamente el grupo el que aparece como su campo operacional natural, al permitir la indagación del interjuego entre lo psicosocial y lo sociodinámico, a través de la observación de las formas de interacción, los mecanismos de asunción y la adjudicación de roles.
Reflexiones sobre la clínica del A.T. en la postmodernidad. En Acompañamiento Terapéutico. Innovaciones en la clínica
  • M Frank
Frank M. (2011) Reflexiones sobre la clínica del A.T. en la postmodernidad. En Acompañamiento Terapéutico. Innovaciones en la clínica. Inscripción Institucional. Buenos Aires: editorial Dunken.
Dispositivos Clínicos en Psicoanálisis
  • S Kuras
  • S Moscona
  • S Resnizky
Kuras S., Moscona S. y Resnizky, S. (2018). Dispositivos Clínicos en Psicoanálisis. 2da edición. Letra Viva: Buenos Aires.
Acompañamiento Terapéutico un espacio vincular. En Acompañamiento terapéutico. Clínica en las Fronteras
  • S Kuras
Kuras S. (2011) Acompañamiento Terapéutico un espacio vincular. En Acompañamiento terapéutico. Clínica en las Fronteras. Editorial Brujas: Córdoba.