ArticlePDF Available

A Agenda 2030 e o conteúdo informacional mediado por bibliotecas em Serviços de Redes Sociais Online: um estudo de caso para a Biblioteca Central da Universidade Federal do Pará

Authors:

Abstract

As Tecnologias de Informação e Comunicação possibilitaram novas formas para o processo de mediação da informação no âmbito das bibliotecas universitárias, disponibilizando ferramentas, como os Serviços de Redes Sociais Online, que proporciona maior interação com o usuário. Os Serviços de Redes Sociais Online estão sendo aplicados por diversos setores da sociedade e apresentam baixo custo de investimento financeiro para um grande alcance perante a sociedade. Neste contexto, esta pesquisa tem como objetivo analisar o conteúdo informacional que está sendo mediado por meio dos perfis da Biblioteca Central Dr. Clodoaldo Beckmann nos Serviços de Redes Sociais Online, mais especificamente o perfil institucional da Biblioteca no Facebook, com o intuito de compreender o seu papel no desenvolvimento social e sustentável da Região Amazônica, com enfoque na relação com a Agenda 2030. Pesquisas demonstram apesar dos avanços, os Indicadores de Desenvolvimento Humano (IDH) na Amazônia ainda são inferiores às médias nacionais. Em 2016, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento realizou uma lista classificatória (ranking) de Índices de Desenvolvimento Humano Médio (IDHM) dos municípios brasileiros, onde constatou-se que o município de Melgaço, Estadodo Pará, apresenta o menor índice da Amazônia Brasileira. Desta forma, a pesquisa verifica se os dados coletados por meio das postagens do perfil da biblioteca no Facebook estão de acordo com o que preconiza as diretrizes estipuladas pela IFLA, na qual denomina que as bibliotecas são agentes promotores do desenvolvimento social e sustentável, por possibilitarem o acesso público à informação. De acordo com os procedimentos metodológicos, esta pesquisa está classificada como estudo de caso, utilizando como técnica a observação sistemática. O instrumento utilizado foi um formulário baseado em estudos prévios e as diretrizes propostas pela IFLA, onde os dados foram categorizados quanto ao tipo de conteúdo e as características da mensagem. A amostra foi delimitada as postagens realizadas no período dos meses de março a setembro do ano de 2019. Conclui que a Biblioteca Central Dr. Clodoaldo Beckmann ainda prioriza mediar informações quanto a divulgação de seus produtos e serviços. No entanto, percebe-se uma preocupação desta em mediar informações que possam contribuir para o bem-estar e saúde e também, para a elevação do nível de aprendizagem dos estudantes, sendo este tipo de conteúdo classificado como informações gerais, mediado através do quadro Dicas da Semana, que divulga informações quanto ao incentivo à leitura, gerenciamento do tempo de estudo, preservação do acervo, acessibilidade e técnicas de memorização. Por ser uma das maiores bibliotecas universitárias da Região Norte do Brasil, outro fator utilizado para ampliar o acesso a informação para o desenvolvimento humano e social da Região Amazônica são as postagens do tipo Campanha, que são realizadas em parceria com instituições tais como: a Comunidade Cruzeirinho do baixo Acará, o Hospital Universitário João de Barros Barreto, a Superintendência do Sistema Prisional do Estado do Pará, a Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia do Pará. Contribuindo para o alcance dos objetivos da Agenda 2030 que visa garantir que todos os seres humanos possam desenvolver o seu potencial quanto a dignidade e igualdade, em um ambiente saudável e acessível a todos.
ARTIGO
A Agenda 2030 e o Conteúdo Iinformacional
Mediado por Bibliotecas em Serviços de Redes
Sociais Online: Um Estudo de Caso para a
Biblioteca Central da Universidade Federal do
Pará
Complexitas - Rev. Fil. Tem., Belém, v. 4, n. 2 , p. 3-11, jul./dec. 2019 ISSN: 2525-4154
Kelren Cecília dos Santos Lima da Mota
Fernando de Assis Rodrigues
3
A AGENDA 2030 E O CONTEÚDO
INFORMACIONAL MEDIADO POR
BIBLIOTECAS EM SERVIÇOS DE REDES
SOCIAIS ONLINE: UM ESTUDO DE
CASO PARA A BIBLIOTECA CENTRAL
DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO
PARÁ
Kelren Cecília dos Santos Lima da Mota
Possui graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal
do Pará. Especialista em gestão de Bibliotecas Escolares pela
Unyleya e mestranda em Ciência da Informação pela Universidade
Federal do Pará. E-mail: kelrenlima@ufpa.br
Fernando de Assis Rodrigues
Professor Adjunto no Instituto de Ciências Sociais Aplicadas,
lotado na Faculdade de Arquivologia e no Programa de Pós-
Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do
Pará. Doutor e Mestre em Ciência da Informação pela UNESP -
Universidade Estadual Paulista. E-mail:fernando@rodrigues.pro.br
RESUMO
As Tecnologias de Informação e Comunicação possibilitaram novas formas para
o processo de mediação da informação no âmbito das bibliotecas universitárias,
disponibilizando ferramentas, como os Serviços de Redes Sociais Online, que
proporciona maior interação com o usuário. Os Serviços de Redes Sociais
Online estão sendo aplicados por diversos setores da sociedade e apresentam
baixo custo de investimento financeiro para um grande alcance perante a
sociedade. Neste contexto, esta pesquisa tem como objetivo analisar o conteúdo
informacional que está sendo mediado por meio dos perfis da Biblioteca Central
Dr. Clodoaldo Beckmann nos Serviços de Redes Sociais Online, mais
especificamente o perfil institucional da Biblioteca no Facebook, com o intuito
de compreender o seu papel no desenvolvimento social e sustentável da Região
Amazônica, com enfoque na relação com a Agenda 2030. Pesquisas demonstram
apesar dos avanços, os Indicadores de Desenvolvimento Humano (IDH) na
Amazônia ainda são inferiores às médias nacionais. Em 2016, o Programa das
Nações Unidas para o Desenvolvimento realizou uma lista classificatória
(ranking) de Índices de Desenvolvimento Humano Médio (IDHM) dos
municípios brasileiros, onde constatou-se que o município de Melgaço, Estado
ARTIGO
A Agenda 2030 e o Conteúdo Iinformacional
Mediado por Bibliotecas em Serviços de Redes
Sociais Online: Um Estudo de Caso para a
Biblioteca Central da Universidade Federal do
Pará
Complexitas - Rev. Fil. Tem., Belém, v. 4, n. 2 , p. 3-11, jul./dec. 2019 ISSN: 2525-4154
Kelren Cecília dos Santos Lima da Mota
Fernando de Assis Rodrigues
4
do Pará, apresenta o menor índice da Amazônia Brasileira. Desta forma, a
pesquisa verifica se os dados coletados por meio das postagens do perfil da
biblioteca no Facebook estão de acordo com o que preconiza as diretrizes
estipuladas pela IFLA, na qual denomina que as bibliotecas são agentes
promotores do desenvolvimento social e sustentável, por possibilitarem o acesso
público à informação. De acordo com os procedimentos metodológicos, esta
pesquisa está classificada como estudo de caso, utilizando como técnica a
observação sistemática. O instrumento utilizado foi um formulário baseado em
estudos prévios e as diretrizes propostas pela IFLA, onde os dados foram
categorizados quanto ao tipo de conteúdo e as características da mensagem. A
amostra foi delimitada as postagens realizadas no período dos meses de março a
setembro do ano de 2019. Conclui que a Biblioteca Central Dr. Clodoaldo
Beckmann ainda prioriza mediar informações quanto a divulgação de seus
produtos e serviços. No entanto, percebe-se uma preocupação desta em mediar
informações que possam contribuir para o bem-estar e saúde e também, para a
elevação do nível de aprendizagem dos estudantes, sendo este tipo de conteúdo
classificado como informações gerais, mediado através do quadro Dicas da
Semana, que divulga informações quanto ao incentivo à leitura, gerenciamento
do tempo de estudo, preservação do acervo, acessibilidade e técnicas de
memorização. Por ser uma das maiores bibliotecas universitárias da Região
Norte do Brasil, outro fator utilizado para ampliar o acesso a informação para o
desenvolvimento humano e social da Região Amazônica são as postagens do
tipo Campanha, que são realizadas em parceria com instituições tais como: a
Comunidade Cruzeirinho do baixo Acará, o Hospital Universitário João de
Barros Barreto, a Superintendência do Sistema Prisional do Estado do Pará, a
Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia do Pará. Contribuindo para o
alcance dos objetivos da Agenda 2030 que visa garantir que todos os seres
humanos possam desenvolver o seu potencial quanto a dignidade e igualdade,
em um ambiente saudável e acessível a todos.
PALAVRAS-CHAVE: Bibliotecas universitárias. Desenvolvimento Sustentável.
Desenvolvimento Social. Amazônia.
THE 2030 AGENDA AND THE
INFORMATIONAL CONTENT MEDIATED
BY LIBRARIES AT ONLINE SOCIAL
NETWORK SERVICES: A CASE OF STUDY
TO FEDERAL UNIVERSITY OF PARÁ’S
CENTRAL LIBRARY
ABSTRACT
Information and Communication Technologies have enabled new ways for the
information mediation process within university libraries, providing tools such
as Online Social Networking Services, which provides greater interaction with
the user. Online Social Networking Services are being applied by various sectors
ARTIGO
A Agenda 2030 e o Conteúdo Iinformacional
Mediado por Bibliotecas em Serviços de Redes
Sociais Online: Um Estudo de Caso para a
Biblioteca Central da Universidade Federal do
Pará
Complexitas - Rev. Fil. Tem., Belém, v. 4, n. 2 , p. 3-11, jul./dec. 2019 ISSN: 2525-4154
Kelren Cecília dos Santos Lima da Mota
Fernando de Assis Rodrigues
5
of society and have low cost of financial investment to reach society. In this
context, this research aims to analyze the informational content that is being
mediated through the profiles of the Dr. Clodoaldo Beckmann Central Library in
the Online Social Networking Services, more specifically the institutional profile
of the Facebook Library, in order to understand the their role in the social and
sustainable development of the Amazon Region, focusing on the relationship
with the 2030 Agenda. Research shows despite advances, the Human
Development Indicators (HDI) in the Amazon are still below national averages.
In 2016, the United Nations Development Program conducted a ranking list
(ranking) of Medium Human Development Indexes (MHDI) of Brazilian
municipalities, where it was found that the municipality of Melgaço, State of
Pará, has the lowest Brazilian Amazon. In this way, the research verifies if the
data collected through the posts of the library profile on Facebook are in
accordance with the guidelines established by IFLA, which states that libraries
are agents promoting social and sustainable development, as they enable public
access to information. According to the methodological procedures, this research
is classified as a case study, using systematic observation as a technique. The
instrument used was a form based on previous studies and the guidelines
proposed by IFLA, where the data were categorized according to the type of
content and the characteristics of the message. The sample was delimited the
posts made from March to September of 2019. It concludes that the Dr.
Clodoaldo Beckmann Central Library still prioritizes mediating information
about the dissemination of its products and services. However, there is a concern
of this in mediating information that can contribute to well-being and health, and
also, to raise the level of learning of students, and this type of content classified
as general information, mediated through the Tips of the Week, which
disseminates information on reading incentives, time management, preservation
of collections, accessibility and memorization techniques. As one of the largest
university libraries in the Northern Region of Brazil, another factor used to
expand access to information for the human and social development of the
Amazon Region are Campaign-type posts, which are made in partnership with
institutions such as: Cruzeirinho do Baixo Acará, the João de Barros Barreto
University Hospital, the Superintendence of the Pará State Prison System, the
Pará Hematology and Hemotherapy Center Foundation. develop their potential
for dignity and equality in a healthy environment accessible to all.
KEYWORDS: University libraries. Sustainable development. Social development.
Amazon.
1
INTRODUÇÃO
As Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) possibilitam novas formas para o
processo de mediação da informação no âmbito das bibliotecas universitárias. Hoje, as
bibliotecas possuem maior interação com os seus usuários, intensificada a partir da Web 2.0.
De acordo com Aguiar (2012), a Web 2.0 representa uma nova geração de ferramentas na
internet que possibilitam a comunicação, a socialização, a interação, a colaboração, a
ARTIGO
A Agenda 2030 e o Conteúdo Iinformacional
Mediado por Bibliotecas em Serviços de Redes
Sociais Online: Um Estudo de Caso para a
Biblioteca Central da Universidade Federal do
Pará
Complexitas - Rev. Fil. Tem., Belém, v. 4, n. 2 , p. 3-11, jul./dec. 2019 ISSN: 2525-4154
Kelren Cecília dos Santos Lima da Mota
Fernando de Assis Rodrigues
6
participação, a criação e o compartilhamento de conteúdo. Este recurso proporciona maior
interatividade, visibilidade, conteúdos compartilhados e colaborativos, que ocorrem por meio
dos SRSO. Os SRSO são oferecidos por instituições privadas denominadas como Redes
Sociais Online, que “[…] possuem um conjunto de serviços para auxiliarem os processos de
comunicação e de inter-relacionamento de pessoas e de instituições participantes, elaboradas e
mantidas por uma ou mais instituições, onde é disponibilizado acesso por meio de ferramentas
em web sites ou por aplicativos e oferece acesso a parte dos dados armazenados de seus
participantes para coleta por agentes externos” (RODRIGUES; SANT’ANA, 2018, p. 23).
Neste cenário, Carpes (2011) situa as bibliotecas como um locus de encontro nos
SRSO, o qual estimula a interação entre os indivíduos da rede, ou seja, a interação social de
seus usuários, por meio da disponibilização da informação como etapa da produção do
conhecimento. Neste sentido, a biblioteca torna-se um meio institucionalizado que reafirma a
ideia de rede como funcionalidade representativa numa sociedade onde a informação passou a
exercer um papel central na vida das pessoas. Nessa perspectiva, Castells (2008) afirma que o
conhecimento e a informação são fundamentais em todos os tipos de desenvolvimento, que
o processo de produção sempre está vinculado a algum nível de conhecimento e
processamento da informação, reflexo de nova forma de desenvolvimento informacional.
Neste contexto, o papel das bibliotecas universitárias deve acompanhar as
transformações que ocorrem na sociedade e colaborar para o seu desenvolvimento. Dessa
forma, ao se pensar no desenvolvimento sustentável não há como dissociá-lo dos estudos sobre
a informação. Sachs (2002) relata que o Desenvolvimento Sustentável possui três pilares
fundamentais que são: a relevância social, a prudência ecológica e a viabilidade econômica.
Aspectos estes devidamente trabalhados pelos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável
(ODS), que são o resultado de um acúmulo de experiências, debates e negociações mundiais
que foram elaborados em setembro de 2015, dando origem a Agenda 2030. A Agenda 2030 foi
elaborada pela Organização das Nações Unidas, a partir do documento “Transformando Nosso
Mundo: A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”, sua vigência é compreendida
pelo período de 2016 e 2030, o qual tem como objetivo
Direcionar as políticas governamentais ultranacionais com relação ao desenvolvimento
sustentável, por meio de 17 objetivos e de 169 metas que abrangem o desenvolvimento
econômico, ambiental e social. A Federação Internacional de Associações e Instituições de
Bibliotecas (IFLA) inseriu as bibliotecas na Agenda 2030 por meio da Declaração de Lyon,
ARTIGO
A Agenda 2030 e o Conteúdo Iinformacional
Mediado por Bibliotecas em Serviços de Redes
Sociais Online: Um Estudo de Caso para a
Biblioteca Central da Universidade Federal do
Pará
Complexitas - Rev. Fil. Tem., Belém, v. 4, n. 2 , p. 3-11, jul./dec. 2019 ISSN: 2525-4154
Kelren Cecília dos Santos Lima da Mota
Fernando de Assis Rodrigues
7
como forma de garantir a atuação das bibliotecas, como agentes promotores do
desenvolvimento sustentável. Desta forma, para a IFLA (2015a), as bibliotecas podem
contribuir para os 17 objetivos da Agenda 2030, sendo consideradas como instrumentos
fundamentais para atuarem em todos os níveis de desenvolvimento social, por meio da
democratização do acesso à informação, que associado à disponibilidade de TIC, contribuem
expressivamente para o desenvolvimento social e para a melhora da qualidade de vida.
Considerando as problemáticas que permeiam o Brasil, no âmbito do desenvolvimento
social e sustentável, mas particularmente o território da Amazônia Brasileira, que abrange os
Estados de Roraima, Amazonas, Pará, Amapá, Acre, Rondônia e Tocantins. Pesquisas
demonstram apesar dos avanços, os Indicadores de Desenvolvimento Humano (IDH) na
Amazônia ainda são inferiores às médias nacionais. Em 2016, o Programa das Nações Unidas
para o Desenvolvimento realizou uma lista classificatória (ranking) de Índices de
Desenvolvimento Humano Médio (IDHM) dos municípios brasileiros, levando em
consideração aspectos relacionados como a renda, longevidade e educação, utilizando dados
do ano de 2010 (ATLAS DO DESENVOLVIMENTO HUMANO NO BRASIL, 2013).
Na última pesquisa, o município de Melgaço (Estado do Pará) foi o último colocado
com 0,418. A Região Norte apresentou 0,667 e o Estado do Pará 0,646 (PNUD, 2016). Neste
sentido, é importante um olhar sobre a Região Amazônica, que é uma região marcada por
conflitos e problemáticas a serem resolvidas, seja por meio de políticas públicas ou por outras
iniciativas. Destaca-se a contribuição que a Agenda 2030 pode trazer, ao direcionar ações em
prol do desenvolvimento sustentável de forma igualitária, a qual poderá contribuir para mudar
a realidade dos municípios da Amazônia Brasileira e proporcionar o desenvolvimento social
dos habitantes desta região.
Esta pesquisa se concentra no acesso público à informação e considerando o contexto
tecnológico da Sociedade em Rede (CASTELLS, 2008), es te estudo traz um recorte para o
conteúdo informacional mediado por meio dos Serviços de Redes Sociais Online (SRSO) das
bibliotecas analisando se podem trazer uma contribuição para o desenvolvimento social, como
prevê a Agenda 2030. Para a realização dessa pesquisa, elegeu-se como universo de pesquisa,
a Biblioteca Central Dr. Clodoaldo Beckmann, da Universidade Federal do Pará, por se tratar
de uma das maiores bibliotecas universitárias na Região Norte do Brasil e que possui um uso
constante de SRSO. A pesquisa, ainda em desenvolvimento, tem o objetivo de analisar qual
tipo de conteúdo informacional tem sido mediado por esta biblioteca, mais especificamente no
ARTIGO
A Agenda 2030 e o Conteúdo Iinformacional
Mediado por Bibliotecas em Serviços de Redes
Sociais Online: Um Estudo de Caso para a
Biblioteca Central da Universidade Federal do
Pará
Complexitas - Rev. Fil. Tem., Belém, v. 4, n. 2 , p. 3-11, jul./dec. 2019 ISSN: 2525-4154
Kelren Cecília dos Santos Lima da Mota
Fernando de Assis Rodrigues
8
perfil institucional do Facebook.
De acordo com os procedimentos metodológicos, está classificada como estudo de
caso, utilizando como técnica a observação sistemática e o como instrumento um formulário
baseado em estudos prévios e as diretrizes propostas pela IFLA. Os dados foram categorizados
quanto ao tipo de conteúdo e as características da mensagem e analisado se o conteúdo
informacional mediado possui relação com as ações da IFLA (2015a) que propõe para a
colaboração das bibliotecas na Agenda 2030 (IFLA, 2015a). A amostra foi delimitada as
postagens realizadas no período dos meses de março a setembro do ano de 2019. Os dados
foram categorizados quanto ao tipo de conteúdo postado (campanhas, eventos, avisos/
comunicados/ notícias, divulgação de serviços e informações gerais) e também, quanto às
características da mensagem (somente texto; somente imagem; imagem mais links; texto mais
links; texto mais imagem; texto mais imagem mais links; vídeo mais texto; vídeo mais texto
mais links).
2
RESULTADOS
A pesquisa foi iniciada pelo levantamento bibliográfico, posteriormente foram
quantificados o número total de postagens, sendo registrado 159 publicações, durante os seis
meses de observação, que corresponde ao período entre 15 de março e 15 de setembro de
2019. Os dados coletados por meio das postagens, foram categorizados quanto aos tipos de
conteúdo (campanhas, eventos, avisos/ comunicados/ notícias, divulgação de serviços e
produtos, informações gerais) e também, quanto às características da mensagem (somente
texto; somente imagem; imagem mais links; texto mais links; texto mais imagem mais links;
vídeo mais texto e vídeo mais texto mais links). As postagens foram registradas de forma
manual, sem a utilização de software para coleta de dados automatizada. A coleta dos dados
foi realizada pelos pesquisadores a partir do acompanhamento e monitoramento diário do
perfil institucional no SRSO Facebook da Biblioteca Central Dr. Clodoaldo Beckmann, por
meio de anotação e categorização dos dados em tabelas.
De acordo com o tipo de conteúdo identificou-se que no mês de agosto foram mediadas
mais informações gerais e a divulgação de produtos e serviços, tiveram 5,6% Campanhas,
16,98% Eventos, 9,43% Avisos/ Comunicados/ Notícias, 34,59% Divulgação de produtos e
serviços, 33,33% Informações gerais. Quanto a característica da mensagem, a média
predominou nas categorias texto mais imagem e texto mais imagem mais links,
ARTIGO
A Agenda 2030 e o Conteúdo Iinformacional
Mediado por Bibliotecas em Serviços de Redes
Sociais Online: Um Estudo de Caso para a
Biblioteca Central da Universidade Federal do
Pará
Complexitas - Rev. Fil. Tem., Belém, v. 4, n. 2 , p. 3-11, jul./dec. 2019 ISSN: 2525-4154
Kelren Cecília dos Santos Lima da Mota
Fernando de Assis Rodrigues
9
quantitativamente, tiveram 1,9% vídeo mais texto, 1,9% vídeo mais texto mais links, 11,76%
somente texto, 1,3% somente imagem, 0% imagem mais links, 1,3% texto mais links, 24,8%
texto mais imagem mais links. Observado também as interações com relação as postagens,
sendo contabilizado o total de 5.984,263 reações. Os meses que tiveram os maiores índices de
reações foram maio (3,697 reações) e julho (2,987 reações). Com relação aos likes, as maiores
médias de frequência também permaneceram entre os meses de maio (3,211 likes) e julho
(2,488 likes). Levando em consideração as interações, representadas por likes, corações, total
de reações são considerados como principal fonte de feed das postagens no SRSO. Pois, apesar
da pesquisa não ter como objetivo analisar sobre a interferência dos usuários, faz-se necessário
identificar a reação dos integrantes da rede a partir de cada postagem, já que em muitos casos o
usuário se comporta como um disseminador do conteúdo postado ou utiliza as postagens
originais para interagir. Esse comportamento contribui de maneira significativa para o alcance
dos objetivos propostos pela Agenda 2030.
No estudo realizado com a Biblioteca Central Dr. Clodoaldo Beckmann observou-se
que esta biblioteca ainda possui uma forte tendência a mediar informações relacionadas a
divulgação dos seus produtos e serviços, que segundo a literatura este ainda é o
comportamento que tem predominado perante as bibliotecas universitárias brasileira. No
entanto, se percebe uma preocupação desta instituição em mediar informações que possam
contribuir para o bem-estar e para a elevação do nível de aprendizagem dos estudantes, por
meio da mediação do tipo de conteúdo classificado como informações gerais, que através do
quadro “Dicas da Semana” divulga informações quanto ao incentivo à leitura, gerenciamento
do tempo de estudo, preservação do acervo, acessibilidade e técnicas de memorização.
Assim como, por meio da tipologia Campanha, em parceria com instituições, como: a
Comunidade Cruzeirinho no Baixo Acará, o Hospital Universitário João de Barros Barreto, a
Superintendência do Sistema Prisional do Estado do Pará, a Fundação Centro de Hematologia
e Hemoterapia do Pará que estão de acordo com as diretrizes estipuladas pela IFLA,
contribuindo para o desenvolvimento humano e social da Região Amazônica, corroborando
seu papel como uma das maiores bibliotecas universitárias da Região Norte do Brasil.
Contribuindo para o alcance dos Objetivos da Agenda 2030 que visa garantir que todos os
seres humanos possam desenvolver o seu potencial quanto a dignidade e igualdade, em um
ambiente saudável e acessível a todos.
ARTIGO
A Agenda 2030 e o Conteúdo Iinformacional
Mediado por Bibliotecas em Serviços de Redes
Sociais Online: Um Estudo de Caso para a
Biblioteca Central da Universidade Federal do
Pará
Complexitas - Rev. Fil. Tem., Belém, v. 4, n. 2 , p. 3-11, jul./dec. 2019 ISSN: 2525-4154
Kelren Cecília dos Santos Lima da Mota
Fernando de Assis Rodrigues
10
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
AGUIAR, Giseli Adornato de Aguiar.
Uso das ferramentas de redes sociais
em bibliotecas universitárias: um
estudo exploratório na UNESP,
UNICAMP e USP. 2012. 184 f.
Dissertação (Mestrado em Ciência da
Informação) - Universidade de São
Paulo, São Paulo, 2012.
ATLAS DO DESENVOLVIMENTO
HUMANO NO BRASIL. 2013.
Disponível em:
http://www.atlasbrasil.org.br/2013.
Acesso em: 30 ago. 2019.
CARPES, Gyance. Percepção de
bibliotecários universitários quanto à
relevância das redes sociais para o
seu cotidiano profissional. 2011. 210
f. Dissertação (Mestrado em Ciência
da Informação) - Universidade
Federal de Santa Catarina,
Florianópolis, 2011.
CASTELLS, M. A sociedade em
rede. São Paulo: Paz e Terra, 2008.
630 p.
FACEBOOK. BIBLIOTECA
CENTRAL UFPA. Disponível em:
https://www.facebook.com/bcufpa/?r
ef=page_internal. Acessado em: 15
set. 2019
.
FEDERAÇÃO INTERNACIONAL
DE ASSOCIAÇÕES E
INSTITUIÇÕES DE
BIBLIOTECAS. As bibliotecas e as
implementações da Agenda 2030 da
ONU. 2015a. Disponível em:
http://archive.ifla.org/III/eb/sust-
dev02-sp.html. Acesso em: 30 jul.
2019.
FEDERAÇÃO INTERNACIONAL
DE ASSOCIAÇÕES E
INSTITUIÇÕES DE
BIBLIOTECAS. As bibliotecas e a
implementação da Agenda 2030 da
ONU. 2015b. Disponível em:
https://www.ifla.org/files/assets/hq/to
pics/libraries-
development/documents/libraries-un-
2030-agenda-toolkit-pt.pdf. Acesso
em: 31 jul. 2019.
PROGRAMA DAS NAÇÕES
UNIDAS PARA O
DESENVOLVIMENTO (BRASIL).
Ranking IDMH municípios 2010.
2016. Disponível em:
http://www.br.undp.org/content/brazil
/pt/home/idh0/rankings/idhm-
municipios-2010.html. Acesso em: 20
de set. 2019.
NAÇÕES UNIDAS NO BRASIL
(ONU BR). A ONU e o meio
ambiente. 2016. Disponível em:
https://nacoesunidas.org/acao/meio-
ambiente. Acesso em: 20 jul. 2019.
NAÇÕES UNIDAS NO BRASIL
(ONU BR). A Amazônia e a Agenda
2030 para o desenvolvimento
sustentável. [2018?]. 26 p. Disponível
em:
https://www.mds.gov.br/webarquivos
/Panamazonico/Panamazonico_biblio
_port_Amazonia_Agenda2030.pdf.
Acesso em: 30 de ago. 2019.
RODRIGUES, F. DE A.;
SANT’ANA, R. C. G.
Contextualização de conceitos
teóricos no processo de coleta de
dados de Redes Sociais Online.
Informação & Tecnologia, v. 5, n. 1,
p. 1836, 2018. DOI:
https://doi.org/10.22478/ufpb.2358-
3908.2018v5n1.38077.
SACHS, I. Caminhos para o
desenvolvimento sustentável. Rio de
Janeiro: Garamond, 2002. 95 p.
ARTIGO
A Agenda 2030 e o Conteúdo Iinformacional
Mediado por Bibliotecas em Serviços de Redes
Sociais Online: Um Estudo de Caso para a
Biblioteca Central da Universidade Federal do
Pará
Complexitas - Rev. Fil. Tem., Belém, v. 4, n. 2 , p. 3-11, jul./dec. 2019 ISSN: 2525-4154
Kelren Cecília dos Santos Lima da Mota
Fernando de Assis Rodrigues
11
MOTA, K. C. S. L., RODRIGUES, F. A. A Agenda 2030 e o Conteúdo Iinformacional Mediado por
Bibliotecas em Serviços de Redes Sociais Online: Um Estudo de Caso para a Biblioteca Central da
Universidade Federal do Pará.Complexitas - Rev. Fil. Tem. Belém, v. 4, n. 2, p. 3-11, jul./dec.
2019. Disponível em: http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/complexitas/article/view/8050>.
Acesso em: 30 de janeiro de 2020.
ResearchGate has not been able to resolve any citations for this publication.
Article
Full-text available
O uso de serviço de Redes Sociais Online suscitam preocupações na forma que informações dos indivíduos são compartilhadas, como, por exemplo, a partir do processo de coleta de dados de usuários que estão armazenados nas instituições proprietárias dos serviços. O objetivo deste estudo é estabelecer uma contextualização dos conceitos envolvidos no processo de coleta de dados disponibilizados por serviços de Redes Sociais Online, a partir da análise de conteúdo realizada em documentos de cunho técnico-operacional e nos Termos de Uso e pela exploração das características das interfaces de coleta. Como metodologia, optou-se pela relação dos conceitos a partir da descrição do processo, com origem na análise de conteúdo dos documentos das Redes Sociais Online para a delimitação das características e do funcionamento do processo de coleta de dados e, posteriormente, pela exploração das interfaces de coleta de dados, com intuito de delimitar elementos adicionais envolvidos com o contexto de coleta de dados. Como resultado se apresenta a descrição do processo de coleta de dados e a relação com conceitos de aportes interdisciplinares, relacionadas aos três ciclos de coleta propostos para sistematização da coleta e construção de modelos de dados. Concluiu-se que a coleta de dados é uma atividade com forte relação interdisciplinar e de cooperação, e envolve conceitos originários de diferentes áreas do conhecimento, tornando-a complexa à compreensão de características processos de coleta de dados em sistemas de informação digitais – e espera-se que esta conceitualização inicial dos fundamentos seja subsídio suscitar a reflexão a novas investigações tanto de estudos do processo em si, mas também como uma orientação de base sobre estes temas.
Caminhos para o desenvolvimento sustentável
  • I Sachs
SACHS, I. Caminhos para o desenvolvimento sustentável. Rio de Janeiro: Garamond, 2002. 95 p.