ArticlePDF Available

O museu como espaço de interação: arquitetura, museografia e museologia

Authors:

Abstract

O conceito de interatividade tem sido amplamente utilizado como premissa para a estruturação institucional de museus, sendo comumente introduzido no espaço museológico nas décadas recentes. A museografia interativa frequentemente aparece como alternativa para a apresentação de acervos formados a partir de bancos de dados digitais, participando ativamente da constituição de museus encarados como centros de referências e da criação das narrativas museais. O artigo pretende analisar a interatividade entendida como diálogo entre arquitetura, museografia e museologia, investigando sua relação com a concepção e recepção do espaço expositivo contemporâneo. Para tanto, possui como foco principal a análise do contexto brasileiro a partir dos casos de referência selecionados: Museu do Futebol (São Paulo, 2008) e Museu do Amanhã (Rio de Janeiro, 2015). Com o estudo proposto, pretende-se aprofundar o entendimento sobre a consolidação do campo da museografia interativa no Brasil, verificando suas implicações para o projeto de arquitetura museal.
Article
Full-text available
Resumo Tendo como premissa a relação entre "música, museu e artes visuais", esse artigo/ensaio tem como objetivo principal analisar o papel da banda irlandesa U2 no cenário do rock-pop internacional de musicalidade de protesto e conscientização sociopolítica, tendo como foco os conflitos ocorridos entre 1960-1970 em Derry, Irlanda do Norte, na correlação da canção Sunday Blood Sunday, os murais urbanos e o Museum of Free Derry. Palavras-chave: Rock; U2; Domingo Sangrento; Artes; Museu. Abstract Based on the premise of the relationship between "music, museum and visual arts", this article/essay has as its main objective to analyze the role of the Irish band U2 in the international rock-pop scene of protest music and sociopolitical awareness, focusing on the conflicts that occurred between 1960-1970 in Derry, Northern Ireland, in the correlation of the song Sunday Blood Sunday, the urban murals and the Museum of Free Derry.
Article
Full-text available
This article presents a Systematic Literature Review (SLR) on Post-Occupancy Evaluation (POE) and Ergonomic Methodology of the Built Environment (EMBE) in museum environments. The main objective of this SLR was the collection and analysis of relevant literature and studies based on the following performance requirements and criteria: ergonomics, physical and cognitive accessibility of exhibitions, and the functionality of museum environments and their support areas, such as cafeteria, store, lockers/storage and box office, restrooms and their relations with the architecture of the building and the urban context they are inserted in. The results showed that there are many relevant and isolated studies on POE and EMBE applications, but do not encompass wide-ranging non-invasive methods focusing on the interfaces between architecture and design, especially in old buildings that house museums. The contribution of this article is to highlight an integrated POE – EMBE SLR of recent research approaches concerning design and architecture, approximating specific aspects of ergonomics and design and the performance of existing museum buildings in order to gain consistent diagnosis to support recommendations and decisions for future projects. In order to illustrate the SLR towards POE – EMBE integrated evaluative process as a potential methodological procedure, the case of the Museum of Image and Sound (MIS) located in São Paulo city, Brazil was selected.
Article
O conceito 'interatividade" tem sido usado de uma forma bastante difusa e elástica na investigação da interação em ambientes informáticos. Este trabalho pretende apresentar e discutir alguns estudos a taxonomia disponíveis sobre o tema. Além disso, a partir de teorias da comunicação e da perspectiva interacionista da cognição humana sugere-se uma nova classificação para os tipos de interação mediada por computador.
Article
There is a long history of observing visitors in museums, with the majority of the systematic observational work being done in the past 20 years or so. This article reviews the history of timing and tracking in museums, and provides a detailed description of methods used to record, analyze and report timing and tracking data. New technologies that can be used to improve the data collection and entry process are discussed, and ways in which timing and tracking data can be used to improve exhibit design are suggested.
A superintendente da Fundação Roberto Marinho fala sobre a implantação do MIS, do Museu do Amanhã e do Museu de Arte do Rio de Janeiro. Revista Projeto Design, São Paulo, 15 abr
  • Lucia Basto
BASTO, Lucia. A superintendente da Fundação Roberto Marinho fala sobre a implantação do MIS, do Museu do Amanhã e do Museu de Arte do Rio de Janeiro. Revista Projeto Design, São Paulo, 15 abr. 2011. Disponível em: https://www.arcoweb.com.br/projetodesign-assinantes/ entrevista/lucia-basto-a-superintendente-15-04-2011#. Acesso em: 18 jun. 2018.
Museu do Futebol: plano museológico: diagnóstico institucional e linhas de ação
  • Francisca A Figols
  • Barboza
FIGOLS, Francisca A. Barboza. Museu do Futebol: plano museológico: diagnóstico institucional e linhas de ação. São Paulo: [s. n.], 2010.
CSIKSZENTMIHALYI, Mihaly; HEMANSON, K. Intrinsic motivation in museums: why does one want to learn?
  • Andrés Clerici
  • Bianca Manzon Lupo
  • São Paulo
CLERICI, Andrés. [Entrevista cedida a] Bianca Manzon Lupo. São Paulo, jun. 2018. CSIKSZENTMIHALYI, Mihaly; HEMANSON, K. Intrinsic motivation in museums: why does one want to learn? In: FALK, John H.; DIERKING, Lynn D. (org.). Public institutions for personal learning. Washington: American Association of Museums, 1995. p. 67-77.
L´exposition à l´oeuvre: stratégies de communication et médiation symbolique
  • Jean Davallon
DAVALLON, Jean. L´exposition à l´oeuvre: stratégies de communication et médiation symbolique. Paris: L´Harmattan, 1999.
Exposição contemporânea no Brasil: a sedução das exposições cenográficas
  • Renata D Figueiredo
  • Gouvea
FIGUEIREDO, Renata D. Gouvea. Exposição contemporânea no Brasil: a sedução das exposições cenográficas. São Paulo, 2011.
Plano museológico resumido: Museu do Amanhã
  • Roberto Fundação
  • Marinho
FUNDAÇÃO ROBERTO MARINHO (coord.). Plano museológico resumido: Museu do Amanhã. Rio de Janeiro: Fundação Roberto Marinho, [2015?]. Disponível em: https://portomaravilha.com.br/conteudo/licitacoes/anexo-2cp3.pdf. Acesso em: 24 jul. 2019.
Quem são os donos da educação e da cultura no Rio de Janeiro? Os contratos entre a fundação Roberto Marinho e a prefeitura
  • J R Lopes
  • L Nasra
  • S Santos
LOPES, J. R.; NASRA, L.; SANTOS, S. Quem são os donos da educação e da cultura no Rio de Janeiro? Os contratos entre a fundação Roberto Marinho e a prefeitura. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2015.