ThesisPDF Available

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UM MODELO CONCEITUAL DE AVALIAÇÃO FORMATIVA PARA A PÓS-GRADUAÇÃO EM INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO

Authors:
  • Instituto Federal do Espírito Santo (IFES)

Abstract and Figures

A avaliação da aprendizagem é um tema que gera inquietação, principalmente quando parecem persistir concepções geradoras de classificação e exclusão, quando o desejável é que propicie superações e aprendizagem. Na educação a distância isso não poderia ser diferente. Com base nisso, este trabalho propõe um modelo conceitual de avaliação formativa para a Pós-graduação em Informática na Educação que espelha os conceitos que se encontram presentes no curso referentes a esta modalidade de avaliação. Auxiliar os professores, do Instituto Federal do Espírito Santo, a planejarem e executarem atividades avaliativas em uma perspectiva formativa nos cursos a distância é a proposta desta pesquisa, que se apresenta como uma pesquisa-ação aplicada, utilizando abordagens qualitativas e quantitativas realizadas junto à equipe multidisciplinar do curso de Pós-graduação em Informática na Educação. Para a coleta de dados, foram aplicados questionários e realizadas entrevistas com a equipe multidisciplinar do curso, além de atas de reuniões, mapas de atividades e observações em salas de aula virtuais, as quais também serviram de fontes para o levantamento dos dados. A análise das informações não se limitou à quantificação destas, embora em alguns momentos dela tenha se utilizado, mas privilegiou a interpretação dos dados, apoiando-se na fundamentação teórica e baseando-se no processo de análise de conteúdos defendida por Bardin (2011). Após análise dos dados, com o apoio de um grupo focal, como preconizado por Thiollent (2011), do qual fizeram parte professores, tutores e a equipe de coordenação de curso, foi construído, de forma coletiva, o modelo conceitual de avaliação formativa para o curso de Pós-graduação em Informática na Educação, tendo como base os pilares da avaliação formativa defendidos por Fernandes (2006, 2009), Black e Willian (1998, 2009), Villas Boas (2006, 2011) e Zimmerman (2005). Ao final deste trabalho, ficou constatado que a equipe multidisciplinar do curso encontra-se alinhada com as concepções de avaliação formativa preconizadas pelos teóricos como Hoffmann (2009a, 2009b, 2001), Haydt (2008), Zabala (2010), Perrenoud (1999), Luckesi (1994, 2011) e Arredondo (2002), e que a práxis educativa confirma este alinhamento teórico. O modelo conceitual em questão representa como a avaliação formativa deve ocorrer no curso, modelo o qual foi validado pela equipe multidisciplinar em um seminário específico para sua validação.
Content may be subject to copyright.
A preview of the PDF is not available
... Nesse enfoque, o princípio fundamental é avaliar o que se ensina, sendo, então, o processo avaliativo parte integrante do processo de ensino e aprendizagem. Pode-se, nesse contexto, falar em avaliação inicial, para avaliar e conhecer melhor o aluno visando a ensinar-lhe melhor os conteúdos, e, também, avaliação final, para avaliar o resultado obtido ao finalizar um determinado processo didático (PASSOS, 2014). ...
... Para auxiliar o processo de aprendizagem dos alunos, o professor precisa intervir, pedagogicamente, regulando suas ações, seu ensino e, à medida do possível, a aprendizagem do aluno (PASSOS, 2014). Compete-lhe organizar e implementar, a partir das informações obtidas pelas avaliações, estratégias de ensino capazes de proporcionar a superação das dificuldades e fomentar "[...] o desenvolvimento das competências metacognitivas dos alunos, de suas competências de autoavaliação e também de autocontrole [...]" (FERNANDES, 2009, p. 70), permitindo-lhes, assim, autorregular a própria aprendizagem. ...
Conference Paper
Full-text available
Neste artigo, com base em uma revisão de literatura, buscamos refletir sobre a avaliação formativa e o processo de regulação da ação docente no sentido de favorecer a aprendizagem do aluno. Por meio de uma abordagem quanti-qualitativa e uma pesquisa exploratória e documental analisamos a importância das reuniões iniciais, intermediárias e finais promovidas pela equipe de coordenação da Pós-graduação em Informática na Educação (PIE) do Ifes, no processo de regulação da avaliação formativa. Os dados coletados foram analisados em três categorias: regulação retroativa, regulação interativa e regulação proativa. Os resultados apontam que para a equipe multidisciplinar da PIE, a regulação é uma atividade importante no processo de avaliação formativa, sendo que a regulação interativa é a mais evidenciada e está presente nas três reuniões da equipe (78%); a regulação proativa aparece em 18%, principalmente, nas reuniões finais, onde se registram as lições aprendidas e servem de base para o planejamento de novas edições do curso; e a regulação retroativa, que só aparece em 4% dos resultados, o que pode estar ligada ao fato do processo avaliativo ser acompanhado de forma continua e não somente ao final. Palavras-chave: Avaliação formativa. Regulação. Autoregulação.
Article
Full-text available
Thanks to developing information and communication technologies, distance education enables to perform distance education applications different from traditional teaching methods. Assessment and evaluation in distance education is among current interest areas with the developing distinct distance education applications. The current study aims to determine views on assessment and evaluation process in distance education by identifying which modules (exam, forum, chat, assignment, wiki etc.) should be used for online assessment process and which criteria should be taken into consideration while evaluating a student performance. In this context, the study was carried out with 91 registered participants at Karadeniz Technical University. The study was a descriptive study, therefore; the data was gathered via a questionnaire developed by the researchers. The study concludes that assessment and evaluation process involves not only online exams but also modules such as forum, assignment, wiki, dictionaries which shows students' process performance. In modular assessment and evaluation process, students' answers should be considered qualitatively and quantitatively by teachers. (C) 2012 Published by Elsevier Ltd. Selection and/or peer review under responsibility of Prof. Dr. Huseyin Uzunboylu
Article
Full-text available
Este artigo trata da avaliação como um aspecto bastante relevante para a educação em geral, que também deve ser pensado e discutido frente à Educação a Distância (EAD). Assim, a partir de nossa experiência como professores e tendo por contexto um curso realizado totalmente à distância, analisamos algumas interações ocorridas ao longo do curso, que foi desenvolvido tendo como norte a teoria educacional construcionista. Valemo-nos também desta teoria para elaborar nossas idéias a respeito do caráter da avaliação frente a uma concepção formativa, em um ambiente de EAD, o qual valorizou todos os tipos de interação. Então, aliamos o Construcionismo1 à Avaliação Formativa que visa ao aperfeiçoamento do processo de aprendizagem do aluno em vez de buscar medir o que este aprendeu.
Article
Full-text available
A avaliação formativa, apesar de ter sido inicialmente pensada por Scriven há mais de 30 anos, e ser discutida por diversos autores nas últimas décadas, ainda é pouco utilizada, tanto nos cursos presenciais como a distância. Somente nos últimos anos, com a adoção de ciclos de aprendizagem, a preocupação maior com o processo de ensino-aprendizagem e com o crescimento dos cursos a distância, essa abordagem de avaliação começou a ganhar mais importância. Na Educação a Distância, a avaliação formativa tem se mostrado uma excelente alternativa, por propiciar aos professores um acompanhamento mais próximo e mais individualizado de seus alunos e por permitir que professores e alunos regulem o processo de ensino-aprendizagem. Independente do processo avaliativo, o desenvolvimento de conteúdos digitais educacionais na forma de objetos de aprendizagem tem sido uma solução crescente na EAD. Para tanto, modelos de portabilidade e interoperabilidade, como o SCORM, proporcionaram uma grande evolução em termos de reusabilidade, portabilidade e interoperabilidade. Dessa forma, o desenvolvimento de objetos de aprendizagem, largamente utilizados na EAD, deveria levar em consideração o processo de avaliação formativa. Com base nessas constatações, a presente pesquisa buscou identificar quais critérios deveriam ser levados em consideração para o encapsulamento e a utilização de Objetos de Aprendizagem SCORM em Ambientes Virtuais de Aprendizagem, a fim de apoiar o processo de avaliação formativa.
Article
Focus group interviewing is an interactive method of conducting qualitative research that has several potential applications in early intervention. This article discusses qualitative inquiry and suggests a six-component process to guide focus group research. The six components are (a) formulate research questions, (b) select participants, (c) develop protocol, (d) conduct focus groups, (e) analyze data, and (f) report the findings. This article presents practical suggestions for researchers who use a qualitative paradigm to address research questions in early intervention.
Article
This study suggests that virtual focus groups can be used as a powerful research tool to evaluate students' online course experiences. Students taking courses through the Internet want to be in control of when to access their course content. They also want to be able to decide when and how they interact with their peers and professors. In other words, students are striving for flexibility. Due to the fact that online courses require a different array of preparation, infrastructure, technical support, technology expertise, and course methodology; the evaluation of student online course experience(s) requires a different evaluation paradigm. In this study, the researchers combined the focus group with the Delphi technique and were able to verify the important matters that made an impact on students' satisfaction with the online course(s) they took. The uniqueness of this study is related to the adoption of asynchronous communication into the focus group research technique.
Article
Panorámica de la educación a distancia, en la que son abordados los supuestos teóricos e históricos de esta modalidad educativa y se sugieren técnicas apropiadas para sostener las columnas básicas de un programa de estas características: los materiales y las vías de comunicación y la relación entre docentes y estudiantes.
Article
This paper is a report of a study to evaluate the use of an online data collection method to survey early survivors of childhood cancer about their physical and psychosocial characteristics and health-related quality of life. A major advantage in conducting web-based nursing research is the ability to involve participants who are challenging to study because of their small numbers or inaccessibility because of geographic location. As paediatric oncology patients and early survivors of childhood cancer are often not easily accessible because of their small numbers at single institutions, web-based research methods have been proposed as a potentially effective approach to collect data in studies involving these clinical populations. Guided by published literature on using the Internet for data collection, an online protocol was developed; this included construction of a website, development of a homepage and interactive HyperText Markup Language pages and the posting of the study link on various websites. Data collection occurred over a 6-month period between December 2005 and May 2006. Despite using strategies in conducting online research cited in published literature, the recruitment of subjects was very prolonged and the volume of missing data among many respondents excluded them from the study and created bias within the study's results. Web-based, online data collection methods create opportunities to conduct research globally, especially among difficult to access populations. However, web-based research requires careful consideration of how the study will be advertised and how data will be collected to ensure high quality data and validity of the findings.
Educação a Distância: o estado da arte
  • J R M História
ALVES, J. R. M., A História da EAD no Brasil. In: LITTO, F.M.; FORMIGA. M. (Org.). Educação a Distância: o estado da arte. Vol. 1. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009. Pg. 09-13.