ArticlePDF Available

Abstract

http://dx.doi.org/10.5007/2178-4582.2009v43n1p97 A finalidade deste estudo é analisar os artigos de Raymundo Faoro, produzidos no último ano de vigência da ditadura militar no Brasil, que versavam sobre a democratização do país num ambiente político marcado por questões militares que enredavam a transição em processos que circunscreviam a abertura a uma forma de liberalização que não dava indicações de superação dos autoritarismos impregnados nas práticas sociais e políticas. Os textos de Faoro foram tomados como documentos capazes de revelar os principais movimentos dos agentes que tentavam intervir no curso dos acontecimentos desencadeados a partir de 1973 quando se iniciou o período de distensão.
A preview of the PDF is not available
Article
Full-text available
A finalidade deste estudo é demonstrar que processos civilizacionais e descivilizacionais têm caminhado paralelamente no Brasil ao longo da segunda metade do século XX. Esta análise se aterá, principalmente, ao período pré-regime militar e às décadas de 1970 e 1980, dando atenção prioritária aos embates políticos que ganham proeminência no processo de feitura da Carta Constitucional promulgada em 05 de outubro de 1988. Tentar-se-á mapear, durante as décadas de 1950 e 1980, algumas ações políticas indicadoras de avanços civilizacionais - entendidos aqui como aqueles voltados para a construção de uma sociedade mais justa e democrática - e outras que iam, justamente, no sentido contrário, ou seja, voltadas para a perenização de procedimentos excludentes e autoritários.
Article
Full-text available
Resumo Faoro, baseado em Max Weber, faz uma distinção entre capitalismo economicamente orientado e capitalismo politicamente orientado. No livro Economia e Sociedade, este último faz uma discussão que está na base das indagações de Faoro sobre o capitalismo brasileiro. Sua principal indagação é: esse capitalismo politicamente orientado pelo Estado seria uma fase necessária para que ocorresse o desenvolvimento do capitalismo economicamente orientado, aquele fundado numa lógica racional e independente do poder estatal? Baseado em Weber, ele diz que não. O desenvolvimento desse capitalismo racional teria que lutar obstinadamente para suplantar o capitalismo politicamente orientado pelo Estado. Mas há, no Brasil, grupos empresariais dispostos a esse embate? O que o processo socioistórico teria demonstrado sobre essa possibilidade ao longo dos séculos XIX e XX? Uma parte de suas análises visa dar respostas a essas questões. Palavras-chaves Capitalismo, desenvolvimento; mudança social. Abstract Faoro, based on Max Weber, makes a distinction between the economically-oriented and the politically-oriented capitalism. In the book Economia e Sociedade, Weber discusses Faoro's questionings about the Brazilian capitalism. His main question was: Would this capitalism, oriented politically by the State, be a * Artigo recebido em 1º mar. 2005.
Os estamentos e a politica nacional. Sociologia, Sao Paulo: Escala, n
  • M J De
REZENDE, M. J. de. Os estamentos e a politica nacional. Sociologia, Sao Paulo: Escala, n.18, p.30-37, 2008.
A transir;ao como forma de dominar;ao po/itica
  • M J Rezende
  • De
REZENDE, M. J. de. A transir;ao como forma de dominar;ao po/itica. Londrina, Eduel, 1996.
  • J Semidemocracia
  • S Folha De
  • Sao Paulo
  • Paulo
ZAVERUCHA, J. Semidemocracia. Folha de S. Paulo, Sao Paulo, 26 nov.2004. CA, p.3.
Alguns embara~os do projeto de abertura politica no Brasil que foram apontados por Raymundo Faoro em seus artigos publicados na grande imprensa entre maio e dezembro de 1980orgs.) Ciencias sociais na atua/idade
  • M J De
REZENDE, M. J. de. Alguns embara~os do projeto de abertura politica no Brasil que foram apontados por Raymundo Faoro em seus artigos publicados na grande imprensa entre maio e dezembro de 1980. In CHAIA, V. e MACHADO, E (orgs.) Ciencias sociais na atua/idade. Sao Paulo, Paulus, 2009. p.133-164.
Presses de la Foundation Nacionale des Sciencie Politiques
  • Paris
Paris: Presses de la Foundation Nacionale des Sciencie Politiques, 1980.
Confronta~oes ideologicas no Brasil. Folha de S. Paulo, Sao Paulo, 31 dez
  • Maria Jose De Rezende
Maria Jose de Rezende FURTADO, C. Confronta~oes ideologicas no Brasil. Folha de S. Paulo, Sao Paulo, 31 dez. 2002. C.A, p.3.