ArticlePDF Available

A influência de Paulo Freire no ensino de ciências e na educação CTS: uma análise bibliométrica

Authors:

Abstract

O Ensino de Ciências é um campo de pesquisa diferenciado por abordagens que se modificam de acordo com o contexto histórico, econômico e social em que está inserido. Dentre suas vertentes críticas, a Educação CTS (Ciência, Tecnologia e Sociedade) possui similaridades com a Pedagogia Libertadora de Paulo Freire quanto à educação política, não-bancária e contra-hegemônica. A partir da pesquisa bibliométrica realizada foram coletados dados no Banco de Teses da Capes e no Caderno de Indicadores Capes. O objetivo foi traçar o mapa da produção científica em Ensino de Ciências e Educação/Ensino CTS e identificar tendências e justificativas para utilização da abordagem freireana. O corpus da pesquisa foi constituído por 43 teses e dissertações de Ensino de Ciências e Educação CTS e bibliografias presentes em 22 disciplinas oferecidas em Programas de Pós-Graduação do país que utilizaram a perspectiva teórica freireana. As análises bibliométrica e de conteúdo dessa produção científica apontaram que a Educação CTS estabelece ligações concretas com a pedagogia de Paulo Freire por meio da utilização do seu referencial teórico nas teses e dissertações, bem como em disciplinas de pós-graduação, configurando um campo de pesquisa em construção, situado em instituições de renome, como UFSC, USP e UnB.
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 267
A INFLUÊNCIA DE PAULO FREIRE NO ENSINO DE CIÊNCIAS E NA
EDUCAÇÃO CTS: UMA ANÁLISE BIBLIOMÉTRICA
Gabriela Zauith
1
Maria Cristina Piumbato Innocentini Hayashi
2
RESUMO
O Ensino de Ciências é um campo de pesquisa diferenciado por abordagens que se
modificam de acordo com o contexto histórico, econômico e social em que está inserido.
Dentre suas vertentes críticas, a Educação CTS (Ciência, Tecnologia e Sociedade) possui
similaridades com a Pedagogia Libertadora de Paulo Freire quanto à educação política, não-
bancária e contra-hegemônica. A partir da pesquisa bibliométrica realizada foram coletados
dados no Banco de Teses da Capes e no Caderno de Indicadores Capes. O objetivo foi traçar
o mapa da produção científica em Ensino de Ciências e Educação/Ensino CTS e identificar
tendências e justificativas para utilização da abordagem freireana. O corpus da pesquisa foi
constituído por 43 teses e dissertações de Ensino de Ciências e Educação CTS e
bibliografias presentes em 22 disciplinas oferecidas em Programas de Pós-Graduação do
país que utilizaram a perspectiva teórica freireana. As análises bibliométrica e de conteúdo
dessa produção científica apontaram que a Educação CTS estabelece ligações concretas com
a pedagogia de Paulo Freire por meio da utilização do seu referencial teórico nas teses e
dissertações, bem como em disciplinas de pós-graduação, configurando um campo de
pesquisa em construção, situado em instituições de renome, como UFSC, USP e UnB.
Palavras-Chave: Ensino de Ciências; Movimento CTS; Paulo Freire; produção científica.
THE INFLUENCE OF PAULO FREIRE IN SCIENCE EDUCATION AND
STS EDUCATION: A BIBLIOMETRIC ANALYSIS
ABSTRACT
The teaching of science is a field of research by different approaches that change according
to the historical context, economic and social environment in which it operates. Among its
critical aspects, STS Education (Science, Technology and Society) has similarities with the
Liberation Pedagogy of Paulo Freire on education policy, non-bank and counter-hegemonic.
From the research conducted bibliometric data were collected in Theses Database of Capes
(Banco de Teses da Capes) and Capes Notebook Indicators (Caderno de Indicadores Capes).
The objective was to map the scientific production in the Teaching of Science and
Education / STS Teaching and identify trends and justification for use of Freire's approach.
The research corpus consisted of 43 theses and dissertations for Science Teaching and STS
Education and bibliographies present in 22 subjects offered in the Graduate Programs in the
country that used the Freire’s theoretical perspective. The bibliometric analysis and content
of this scientific production showed that the STS Education establishes concrete links with
the pedagogy of Paulo Freire by using their theoretical theses and dissertations, as well as
graduate courses. Setting up a search field under construction, located at renowned
institutions such as UFSC, USP and UnB.
Keywords: Science Education; STS Movement; Paulo Freire; scientific production
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 268
1. Introdução
O Ensino de Ciências é um campo de pesquisa diferenciado por abordagens que se
modificam de acordo com o contexto histórico, econômico e social em que está inserido. A
discussão da ciência e da tecnologia no campo educacional é tema de pesquisas desde a
década de 1960, do século passado, em países do hemisfério norte, como Espanha, Reino
Unido, Canadá e EUA integrando o campo Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS), e dando
origem à denominação Educação CTS
3
.
No Brasil, o campo teórico abrange o Ensino de Ciências nas áreas da Física,
Química, Biologia e Matemática, na educação básica, superior e na educação de jovens e
adultos, orientado por pesquisas de Demétrio Delizoicov (UFSC), Décio Auler (UFSM),
Irlan von Linsingen (UFSC) e Wildson Pereira dos Santos (UnB).
O enfoque de Paulo Freire na educação científica já se estabelece como campo de
ensino e pesquisa, quando salienta aspectos da educação política, não-bancária e contra-
hegemônica. Ligação que ocorre por meio de três sistemáticas que relacionam a pedagogia
freireana com a Educação CTS: palavras geradoras e investigação temática; educação
política e participação pública e educação problematizadora e não-neutralidade da
concepção de ciência.
O pensamento de Paulo Freire e a evolução do próprio Ensino de Ciências são
marcados por acontecimentos históricos, a partir de marcos definidos entre 1950 e 2000. No
Ensino de Ciências, Krasilchik (2000) relaciona acontecimentos históricos de enfoque
mundial como a Guerra Fria, a Guerra Tecnológica e a Globalização. De forma semelhante,
o pensamento de Paulo Freire foi abordado de acordo com o contexto político brasileiro:
Populismo, Ditadura Militar e Nova República.
Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva, e para compor o campo de
pesquisa estudado foi utilizada a abordagem bibliométrica. Por meio dessa metodologia
que utiliza métodos estatísticos para quantificar a produção de documentos refletida nas
bibliografias - é possível compreender o processo de constituição de um campo científico.
(SILVA, HAYASHI, HAYASHI, 2011). As fontes de dados da pesquisa foram a) teses e
dissertações cadastradas no Banco de Teses da Capes; e b) disciplinas de pós-graduação e
suas respectivas bibliografias disponíveis no Caderno de Indicadores Capes. Para relacionar
dados do Banco de Teses e dos Cadernos de Indicadores, analisou-se dos dados da UFSC,
UNB e USP nas disciplinas de seus programas de pós-graduação que enfocam o referencial
teórico freireana e/ou que indicam em suas bibliografias obras de Paulo Freire.
O artigo está estruturado em seis partes, além dessa introdução. Na primeira disserta-
se sobre a teoria do Ensino de Ciências e Educação CTS, de acordo com tendências de
ensino. Posteriormente apresenta-se a pedagogia de Paulo Freire, construída a partir de seus
momentos históricos. Em seguida é feita a ligação do referencial de Paulo Freire e o Ensino
de Ciências. Por fim os procedimentos metodológicos, e os resultados obtidos são descritos
e analisados e as reflexões finais encerram o artigo.
2. Ensino de Ciências e Educação CTS
No Brasil assim como em outros países latino-americanos, europeus e norte-
americanos, o Ensino de Ciências se adapta e se molda ao contexto social e econômico e ao
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 269
desenvolvimento científico e tecnológico, bem como às relações sociais e históricas
estabelecidas (Quadro 1).
Krasilchik (2000) afirma que a partir do momento em que ciência e a tecnologia
foram reconhecidas como essenciais no desenvolvimento econômico, cultural e social, a
educação deveria acompanhar essa evolução. Em decorrência desse avanço, na última
década ocorreram diversas mudanças na base curricular do ensino nacional, entre elas a
criação dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN).
Na evolução da ciência ao longo de tempo, a neutralidade é um conceito que tem se
modificado. Na fase dos projetos de geração, a Ciência era considerada uma atividade
neutra, isentando os pesquisadores de julgamento de valores sobre o que estavam fazendo”.
(KRASILCHIK, 2000, p.89). O crescimento de problemas sociais, crises ambientais,
poluição, crise energética, movimentos sociais e estudantis, e lutas anti-segregação racial
foram determinantes para transformações nas propostas das disciplinas científicas em todos
os níveis do ensino, conforme sintetizado no Quadro 1.
Quadro 1 - Evolução das tendências no ensino segundo a situação mundial no período 1950-2000.
TENDÊNCIAS NO
ENSINO
SITUAÇÃO MUNDIAL
1950
Guerra Fria
1970
Guerra Tecnológica
1990-2000
Globalização
Objetivo do ensino
Formar elite
Programas rígidos
Formar cidadão-
trabalhador
Propostas Curriculares
Estaduais
Formar cidadão-
trabalhador-estudante
Parâmetros
Curriculares Federais
Concepção de ciência
Atividade neutra
Evolução histórica
Pensamento lógico-crítico
Atividade com
implicações sociais
Instituições promotoras de
reforma
Projetos curriculares
Associações profissionais
Centros de ciências
Universidades
Universidades e
associações
profissionais
Modalidades didáticas
recomendadas
Aulas práticas
Projetos e discussões
Jogos: exercícios no
computador
Fonte: KRASILCHIK (2000, p.86).
Nas décadas de 1950 e 1960, o Ensino de Ciências refletiu a situação do mundo
ocidental após a II Guerra Mundial. Instituições educacionais elaboraram grandes projetos
curriculares. No Brasil, no início dos anos 1950, criou-se o Instituto Brasileiro de Educação
Ciência e Cultura (IBECC), que tinha como objetivo melhorar o Ensino de Ciências,
transmitir informações, conceitos e fenômenos, descrevendo os produtos da ciência
(KRASILCHIK, 1987). A relação da ciência com o contexto econômico, social e político
não era discutida, nem mesmo aspectos tecnológicos e as aplicações práticas (FONSECA,
2008). Como resultado das transformações políticas no período da Guerra Fria, entre 1960 e
1970, a influência no Ensino de Ciências passa a ser principalmente dos Estados Unidos, de
onde surgiram mudanças curriculares com a substituição de métodos expositivos pelos
métodos ativos e de aulas práticas com o uso do laboratório. O objetivo era vivenciar o
método científico, pensar logicamente e racionalmente. Destaque para criação dos Centros
de Ciências, conveniados com universidades para produção de materiais atualizados e
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 270
complementares. No Brasil, com a criação da LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação),
em dezembro de 1961, que alterava o currículo de ciências, enfatizando uma postura de
investigação (KRASILCHIK, 1987), o ensino de ciências toma outros rumos.
Nas décadas de 1970 e 1980 os problemas ambientais estavam no foco das
discussões sobre o desenvolvimento científico. No projeto de Ciência Integrada,
disseminado pela UNESCO, o Ensino de Ciências deveria ser estruturado para formação
comum e posteriormente especializar-se em Física, Química, Biologia ou Matemática. A
ideia era tornar possível o enfoque unificado dos problemas de natureza científica, permitir
a compreensão do papel e da função da ciência na vida diária dos estudantes, organizar
estudos de ciências em torno de temas e tópicos dotados de caráter unificador e evitar a
duplicação de conteúdos presentes nas programações escolares (KRASILCHIK, 1987).
Surgem as preocupações com as interações entre a ciência, tecnologia e sociedade e suas
repercussões no Ensino de Ciências. Conceitos como paradigma, ciência normal e
revoluções científicas foram praticamente ignorados na década de 1970 (FONSECA, 2008).
Nos Estados Unidos, Inglaterra e outros países europeus, entre 1980 e 1985, crescia
o debate sobre a preocupação do Ensino de Ciências, voltado para a formação do cidadão,
com o slogan “ciências para todos”. Incorporava-se uma visão de ciência como atividade
humana historicamente determinada, articulada entre o senso comum e o conhecimento
científico. A partir desse momento começou a ser levado em conta o conhecimento prévio e
as estruturas cognitivas do aluno. As discussões pareciam convergir para as interações entre
os aspectos da ciência, tecnologia e sociedade no ensino das disciplinas científicas. As
mudanças curriculares nos municípios e estados brasileiros ocorridas entre os anos 1980 e
início dos anos 1990 absorveram essas influências e as incorporaram. Na visão de Fonseca
(2008), o objetivo era contribuir para a formação da cidadania, no momento histórico do
país de transformações políticas e busca pela justiça social.
A exclusão social, a luta pelos direitos humanos e a conquista da melhora
da qualidade de vida não podem ficar à margem dos currículos e, no
momento, assumem uma importância cada vez mais evidente. Pela
demanda de justiça social nos atuais parâmetros curriculares, muitas das
temáticas vinculadas no ensino de Ciências são hoje consideradas “temas
transversais”: educação ambiental, saúde, educação sexual. No entanto, a
tradição escolar ainda determina que a responsabilidade do seu ensino
recaia basicamente nas disciplinas científicas, principalmente a Biologia
(KRASILCHIK, 2000, p.89).
O modelo CTS como forma de aprendizagem se estabelece no campo teórico com
vistas a mudanças curriculares, observadas nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e
nos temas transversais da proposta curricular de Ciências Naturais. Assim, as tendências
para o Ensino de Ciências da década de 90 são marcadas pela importância atribuída à
História e Filosofia da Ciência, a ênfase CTS dada à urgência da alfabetização científica
para aproximação entre a ciência e o cidadão comum(FONSECA, 2008, p.63).
Característica da década de 1990, a competição tecnológica, em especial no campo
das tecnologias da comunicação e informação, estabeleceu novas prioridades. A transição
política e a competição de mercado demandava mão de obra qualificada, e o “ensino de
qualidade” passou a ser prioridade nas políticas governamentais. Formaram-se parcerias
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 271
entre as Secretarias de Educação e as universidades para a elaboração de novos currículos e
cursos de capacitação de professores em serviço (FONSECA, 2008).
Outra tendência no contexto de mudanças políticas e sociais é a concepção crítica do
ensino e da própria ciência com o pensamento de Paulo Freire. Sua pedagogia influenciou
duas linhas de investigações no Ensino de Ciências: a interdisciplinaridade e o trabalho com
aspectos do cotidiano e da realidade de onde está localizada a escola (FONSECA, 2008).
3. A trajetória histórica do pensamento de Paulo Freire
A reflexão sobre o pensamento de Paulo Freire (1921-1977) a partir de obras
selecionadas, somadas às indicações de sua biografia, vivências e parcerias, traz à tona a
totalidade de seu pensamento, numa dimensão histórica e social, estabelecida em três
momentos de sua produção intelectual: 1) A República Populista e o período de formação
(1945-1964), 2) Regime militar e exílio (1964-1985); e 3) Nova República: o retorno (1985-
2000), períodos representados de acordo com acontecimentos históricos, conforme detalha o
Quadro 2.
Quadro 2 - A pedagogia de Paulo Freire de acordo com momentos históricos
Situação Mundial
Exílio
1965-1985
Ditadura Militar
Retorno ao país
1986-2000
Nova República
Objetivo do ensino
Educação política
Escola pública popular
Concepção de ciência
Invasão cultural
Pensamento analítico
histórico
Instituições
Círculos de cultura-
educação de jovens e
adultos
A escola vista como um
todo
Conceitos
Diálogo e
problematização
Consciência crítica
torna-se consciência
revolucionária
Saber feito de
experiência
Obra emblemática
Pedagogia do oprimido
(1970)
A educação na cidade
(1991)
Elaboração das autoras
3.1 A República Populista e o período de formação
Desde a infância Paulo Freire vivenciou concretamente suas questões de luta contra
a sociedade hegemônica e a favor dos desfavorecidos. Com uma infância rica de vivências e
brincadeiras, foi educado e alfabetizado entre mangueiras do seu quintal, com palavras e
frases ligadas ao seu cotidiano. A primeira grande mudança em sua vida ocorreu durante o
período de crise em 1929, fazendo com que sua família sentisse a mudança na escala social
para o nível da pobreza, período em que também perdeu seu pai. A mudança para Jaboatão
(Pernambuco) se deu um espaço-tempo de aprendizagem, de dificuldades e de alegrias
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 272
vividas intensamente, as quais lhe ensinaram “a harmonizar o equilíbrio entre o ter e o não-
ter, o ser e não-ser, o poder e não-poder, o querer e não-querer” (GADOTTI, 1996, p. 30).
A primeira escola - local onde posteriormente foi professor-, foi encontrada com
dificuldade por sua mãe devido à situação financeira que enfrentavam. A amorosidade com
sua primeira professora instigou o fascínio pela língua portuguesa, característica que
permeia toda sua obra, com uma escrita visceral, atenta à grafia e ao significado das
palavras. Sem a possibilidade de cursar pedagogia, cursou direito, a carreira mais próxima
da área das humanas, profissão que não exerceu.
Como educador no Serviço Social da Indústria (SESI) esteve à frente de projetos,
dentre eles de educação de adultos e trabalhadores, como diretor do setor de Educação e
Cultura. Viajou e conheceu o sofrimento e o conhecimento do povo brasileiro. Nas escolas
observava a prática educativa e as dificuldades encontradas pelas famílias das áreas
populares. Sua busca era por um diálogo e pela participação democrática de pais e mães na
política educacional (FREIRE, 1992).
Suas práticas vividas foram confirmadas ao longo de sua experiência profissional.
“Você só trabalha realmente em favor das classes populares se você trabalha com elas,
discutindo com respeito seus sonhos, seus desejos, suas frustrações, seus medos, suas
alegrias” (FREIRE, 2007, p.42). A convivência com a classe popular instigou sua revolta
com a desumanização e com preconceitos, gestando pensamentos de humanidade. “Menino,
cedo desafiado pelas injustiças sociais como cedo se tomando de raiva contra preconceitos
raciais e de classe a que juntaria mais tarde outra raiva, a raiva dos preconceitos em torno do
sexo e da mulher” (FREIRE, 2007, p.40).
O educador Paulo Freire, de projeção nacional, destacou-se nos estudos sobre a
educação de adultos no Seminário Regional de Educação de Adultos, em Pernambuco.
Posteriormente, engajou-se no Movimento de Cultura Popular (MCP), da Prefeitura de
Recife. A aplicação de seu método de alfabetização de adultos, com uma experiência
inovadora em Angicos (Pernambuco), fez com que, em 1964 coordenasse o Programa
Nacional de Alfabetização alfabetizando cinco milhões de adultos. O Programa foi extinto
três meses depois pelo governo militar. Mais que um método de alfabetização, uma
compreensão dialética da educação preocupada com o processo de conhecer em que
educadores e educandos devem assumir o papel crítico de sujeitos aptos ao conhecimento,
isto é, cognoscentes.
A sua carreira como professor universitário iniciou em 1959, momento em que
defendeu sua tese em Filosofia e História da Educação e intitulada Educação e atualidade
brasileira (FREIRE, 1959), que busca compreender a contraditória sociedade brasileira,
visando a transformação social pelo povo. Posteriormente tornou-se professor efetivo na
Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Recife, onde também foi nomeado livre-
docente da Escola de Belas Artes.
O pensamento de Freire no período do populismo no Brasil possui reflexões que
abordam as ambiguidades ao fazer intencionalmente emergir o povo na política apenas
como base social de sustentação eleitoral, desprovido de forças de reação (FREIRE, 1979a).
Passagem essa que foi de extrema importância para maturação das ideias apresentadas no
seu primeiro livro, Pedagogia do Oprimido (FREIRE, 1983a), também encontradas em sua
tese defendida na Universidade de Recife.
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 273
3.2 Ditadura militar e exílio
Durante o período da Ditadura Militar, Freire é preso, refugiado na Bolívia e exilado
no Chile com sua família. O fato de ter coordenado campanhas de alfabetização
representava uma ameaça aos interesses da elite. Como “educador pelo mundo” passou
também pelos Estados Unidos e Suíça, onde trabalhou como professor em universidades e
escreveu várias obras.
No Chile permaneceu por quatro anos e meio, trabalhando em um instituto
governamental chamado ICIRA (Instituto de Pesquisa e Treinamento em Reforma Agrária)
e, também no órgão governamental, “Escritório Especial para a Educação de Adultos
(GADOTTI, 1996). A partir de sua estadia no Chile, Paulo Freire escreveu em 1969 a obra
Extensão ou Comunicação? que reflete parte de seu trabalho com trabalhadores rurais.
Freire escreveu esse livro aos agrônomos o técnico em contato com o camponês - mas
devido a seu conteúdo pertinente à problemática da reforma agrária o livro se tornou uma
leitura abrangente ao tema da extensão agrícola como forma impositiva e manipuladora de
educação (FREIRE, 1983b).
O processo de aprendizagem só ocorre verdadeiramente quando o educando é
desafiado e se apropria do apreendido. A capacitação técnica deve estar contextualizada na
realidade cultural e na vivência os camponeses. A extensão como invasão cultural é uma
atitude contrária ao diálogo e favorável à dominação no âmbito da educação tradicional.
Qualquer que seja o conteúdo, comercial ou técnico, este é sempre domesticador. Como
educador, recusa o conceito de extensão e apresenta o de comunicação.
Se o conhecimento científico e a elaboração de um pensamento rigoroso
não podem prescindir de sua matriz problematizadora, a apreensão deste
conhecimento científico e do rigor deste pensamento filosófico não pode
prescindir igualmente da problematização que deve ser feita em torno do
próprio saber que o educando deve incorporar (FREIRE, 1983b, p.54).
3.3 O retorno e a redemocratização
No período de abertura política, Freire retorna ao Brasil em 1979 como professor na
PUC/SP, Unicamp, e depois na Universidade Federal de Pernambuco, onde permaneceu até
se aposentar. Após a morte de sua primeira esposa Elza Maria Costa de Oliveira com quem
teve cinco filhos, Maria Madalena, Maria Cristina, Maria de Fátima, Joaquim e Lutgardes,
casou-se novamente com Ana Maria Araújo, sua ex-aluna. Ambas as mulheres eram
professoras e tiveram grande influência em sua vida e obra.
Em 1989 foi nomeado Secretário da Educação do Município de São Paulo em 1989,
a partir da eleição de Luiza Erundina, do Partido dos Trabalhadores (PT), do qual foi um
dos fundadores (ROMÃO, 2007).
Neste período publicou A educação na cidade (FREIRE, 1991), livro baseado em
suas atividades como Secretário. Freire fez uma administração vigorosa, com o “corpo no
mundo”, e junto com sua equipe de trabalho decidia democraticamente metas e objetivos.
“Não passou tanto tempo refletindo teoricamente sobre o poder ou teorizando sobre a
politicidade da educação, mas exercendo o poder sem bem que delimitado ou
fragmentado” (FREIRE, 1991, p.13). Durante sua administração ampliou do acesso e a
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 274
permanência dos setores populares; favoreceu a democratização do poder pedagógico entre
professores, técnicos, funcionários e pais de família; colaborou para construção de um
currículo interdisciplinar e formação docente permanente e por fim a lutou conta o
analfabetismo de jovens e adultos, criando o Movimento de Alfabetização de Jovens e
Adultos de São Paulo, o MOVA/SP (FREIRE, 1991).
Freire (1991) discorre sobre a “escola pública popular” democrática e com a
participação de toda comunidade. A participação popular seria a responsável pela irradiação
da cultura popular e espaço para debates, ideias, soluções e reflexões. Assim, rompe a
tradição de que só a elite é competente e sabe quais são os interesses de toda comunidade. A
qualidade dessa escola deverá ser medida não apenas pela quantidade de conteúdos
transmitidos e assimilados, mas igualmente pela solidariedade de classe, pela possibilidade
que todos os usuários da escola - incluindo pais e a comunidade - tiverem de utilizá-la como
um espaço para elaboração de sua cultura (FREIRE, 1991).
Uma escola pública competente respeita seus padrões culturais de classe, seus
valores, sua sabedoria, sua linguagem. Essa diferença na forma de apreensão da realidade,
de uma criança favorecida com o hábito da leitura e do estudo, e de uma popular, que não
possui essa habilidade, mas possui outras. Isso não determina sua “incompetência absoluta”.
Trata-se de uma capacidade que pode ser apreendida. Freire tinha o sonho de semear
palavras em áreas populares - como fazem os grafiteiros e em áreas de memória
preponderantemente orais. Para um educador progressista, o “saber experiência feito” não
pode ser desprezado. É a partir dele que se alcança o mais exato (FREIRE, 1991). É a
escola que estimula o aluno a perguntar, a criticar, a criar; onde se propõe a construção do
conhecimento coletivo, articulando o saber popular e o saber crítico, científico, mediados
pelas experiências no mundo” (FREIRE, 1991, p.83).
4. Freire e o Ensino de Ciências
A reflexão crítica da Educação CTS possui ressonância na Pedagogia Libertadora de
Paulo Freire, campos complementares ao assumirem uma “perspectiva política no ensino de
ciências(SANTOS, 2008, p.119). A educação científica na maioria das escolas pode ser
considerada como a educação bancária da concepção freireana, com a memorização de
termos, sistemas e classificações. Educação neutra, não problematizadora, carrega consigo
valores dominantes da tecnologia que têm submetido os interesses humanos àqueles
puramente de mercado. Por isso, acaba sendo opressora, na medida em que reproduz um
valor de ciência como um bem em si mesmo a ser consumido e aceito sem questionamentos
(AULER; DELIZOICOV, 2006a).
Santos (2008, p. 111) traz a perspectiva educacional de Paulo Freire como uma visão
humanística ao Ensino de Ciências, indo além das visões reducionistas do movimento CTS.
“A perspectiva freireana traz a educação política que busca a transformação do modelo
racional de ciência e tecnologia excludente para um modelo voltado para justiça e igualdade
social”. Ao pensar numa proposta CTS na perspectiva freireana, deve-se olhar para o
processo de globalização, o que desencadearia um processo de opressão. O autor expõe uma
proposta CTS freireana na discussão de aspectos da exclusão tecnológica.
Entretanto, algumas divergências consideram que o Movimento CTS repercute em
contextos em que as condições materiais da população estão satisfeitas. Situação contrária à
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 275
realidade da maioria dos países da América Latina, cuja população sofre por carências
materiais básicas. Auler e Delizoicov (2006b) se referem ao passado de colonização, que
possui renossância com a pedagogia de Paulo Freire.
Outra questão está relacionada ao estudo de temas. Na perspectiva de Freire os temas
de aprendizagem surgem com uma efetiva participação da comunidade escolar. Enquanto
que nos encaminhamentos dados pelo enfoque CTS essa dinâmica está ausente, sendo
definida pelo professor. “Nos pressupostos freireanos, os temas são constituídos de
manifestações locais de contradições maiores presentes na dinâmica social. Os temas do
enfoque CTS são de abrangência mais geral, e não vinculados a contextos específicos”
(AULER; DALMOLIN; FENALTI, 2009, p.79). Na visão de Santos (2008, p.120)
Enquanto Freire (1970) se concentra em uma visão humanística para as
condições existenciais; CTS, na sua visão clássica, está centrado nas
questões ambientais e no desenvolvimento de habilidades para a
argumentação e a participação. O foco do trabalho de Freire está no
HOMEM. Para ele, os temas geradores devem ter origem na sua situação
presente, existencial, concreta dos educandos, refletindo suas aspirações.
A ligação do referencial em Paulo Freire e da abordagem CTS ocorre por diversas
maneiras, dentre elas as que relacionam conceitos de ambas as vertentes: a) palavras
geradoras e investigação temática; b) educação política e participação pública; e c) educação
problematizadora de Freire e a não-neutralidade da concepção de ciência.
Na educação bancária, Freire critica que os conteúdos abordados em sala de aula
estão distantes da realidade dos educandos, selecionados exclusivamente pelo professor. Em
seu método de alfabetização de adultos são identificadas as palavras geradoras, temas que
fazem sentido para aquela comunidade, um “pensamento linguagem” que contenha sua
visão de mundo (FREIRE, 1979b). O enfoque CTS como o método de investigação temática
“rompe com o tradicionalismo curricular do Ensino de Ciências uma vez que a seleção de
conteúdos se dá a partir da identificação de temas que contemplem situações cotidianas dos
educandos” (NASCIMENTO; von LINSINGEN, 2006, p.9).
Na questão da participação pública da Educação CTS e a educação política de Freire,
o conhecimento mediado pelo diálogo possibilita uma “imersão”, isto é, a possibilidade de
mudança frente a uma situação opressora. Na educação praticada nas escolas, Freire aborda
um problema fundamental sobre os conteúdos e indaga quem os escolhe, a favor de quem,
contra quem (FREIRE, 1992, p. 110). Na abordagem CTS, a participação pública é referente
ao modelo de comunicação pública da ciência, baseado no modelo democrático (DURANT,
1999). O objetivo é promover a participação em diversas esferas, como júris populares,
debates e conferências de consenso, com o propósito de facilitar a comunicação entre
governo e a diversidade de grupos sociais (OSÓRIO, 2005).
Em outra abordagem de participação, Santos e Mortimer (2002, p. 5) apontam os
interesses coletivos e de consciência do compromisso social como um questionamento à
ordem capitalista. A discussão de valores contribui para formação de cidadãos críticos e
comprometidos com a sociedade.
A educação problematizadora de Freire se encontra com a não-neutralidade da
concepção de ciência enquanto produto de interações sociais. Para Freire (2001), não pode
existir “prática educativa neutra, descomprometida, apolítica”. Na Educação CTS são
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 276
apresentadas visões críticas da ciência, na busca de “desfazer o mito do cientificismo que
ideologicamente ajudou a consolidar a submissão da ciência aos interesses de mercado, à
busca do lucro” (SANTOS; MORTIMER, 2002, p.6).
Delizoicov e Auler (2011, p.248) situam que a reflexão epistemológica
contemporânea superou a concepção de neutralidade do conhecimento científico.
Entretanto, a compreensão de uma Ciência neutra ainda está presente na academia, nos
laboratórios de pesquisa e na educação científica básica. A produção da pesquisa científica
está relacionada a dimensões espaço-temporais que se relacionam com o processo de
produção de conhecimentos científico-tecnológicos, e não apenas com seu produto. A
criação das teorias científicas adquirem intenções oriundas do processo, deixando de ser
atemporais para possuírem historicidade. “A especificidade de um determinado espaço-
tempo, em que são localizados, formulados e enfrentados os problemas de CT [Ciência e
Tecnologia], parece influir diretamente no que é produzido” (DELIZOICOV; AULER,
2011, p.216).
A demanda para as pesquisas em Ciência e Tecnologia ocorre por meio da seleção
de problemas a serem investigados, os quais são determinados por fatores como interesses e
necessidades, muitas vezes externos ao mundo científico. Nesse sentido, Delizoicov e Auler
(2011) argumentam que na investigação temática de Freire, proveniente da problematização,
pode-se identificar no processo dialógico as demandas e temáticas específicas próprias de
uma comunidade.
Após essa breve exposição, em que buscamos apontar os pontos de confluência entre
a pedagogia freireana, o Ensino de Ciências e a Educação CTS, é exposto o percurso
metodológico adotado para identificar a presença do referencial teórico freireano na
produção científica de teses e dissertações e nas disciplinas ministradas em programas de
pós-graduação do país.
5. Procedimentos metodológicos
A presente pesquisa configura-se como exploratória e descritiva, e recorre à
Bibliometria como metodologia. A análise bibliométrica é um método flexível e dinâmico
que avalia a tipologia, a quantidade e a qualidade das fontes de informação. Com objetivo
de documentar a produção científica é também uma forma de avaliação da própria ciência
produzida, seja os próprios pesquisadores e seus programas de pós-graduação,
universidades. É útil, em especial, para mapear áreas em construção, como é o caso da
Educação e do Ensino CTS, ambos inseridos na grande área do Ensino de Ciências.
Com estudos iniciados na década de 1960, a Bibliometria se tornou nas últimas
décadas uma importante ferramenta para o desenvolvimento da ciência. Com variados
métodos de coleta de dados é considerada uma pesquisa interdisciplinar com a utilização de
métodos estatísticos e na confluência da Sociologia da Ciência A aplicação de seus
resultados principalmente na política científica possibilita a ampliação de estudos bem como
o conhecimento de um campo a ser desenvolvido. A pesquisa em Bibliometria permite
demarcar tendências e construir indicadores de uma determinada área do saber e a
disponibilidade de novas fontes de informação sobre comunicação na web e em bibliotecas
digitais ampliou o seu alcance. (GLÄNZEL, 2003; THELWALL, 2008)
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 277
O princípio da Bibliometria consiste em analisar a atividade científica ou técnica
pelos estudos quantitativos das publicações. Pode ser aplicada na seleção de livros e
publicações periódicas, na identificação de temáticas da literatura, e na evolução de
bibliografias e coleções. O objetivo é mapear a literatura de campos científicos ou de
assuntos específicos dentro de uma área de conhecimento; verificar a produtividade de
autores; a obsolescência da literatura, citar frentes de pesquisa e a analisar periódicos de um
campo científico; produzir indicadores baseados em contagem de publicações e patente,
para avaliação e planejamento das atividades de pesquisa científica e tecnológica, como
também analisar o contexto sócio-histórico da produção da atividade científica (SILVA;
HAYASHI; HAYASHI, 2011).
Nessa pesquisa seguimos os procedimentos metodológicos da análise bibliométrica
utilizados por Hayashi et al. (2008)aplicados nas pesquisas de Zauith, Ogata e Hayashi
(2001) e Zauith e Hayashi (2011a; 2011b). A coleta de dados foi realizada em dezembro de
2012, no Banco de Teses e Dissertações da Capes e no Caderno de Indicadores da Capes de
Programas de Pós-Graduação vinculados a grande área Multidisciplinar e área em Ensino.
Para a coleta de dados no Banco de Teses da Capes foram utilizadas as seguintes
expressões de busca: “Educação CTS”, “Ensino CTS”, “Ensino de Ciências Paulo Freire”,
Os dados foram registrados em um protocolo elaborado com o software MS Excel, contendo
os seguintes parâmetros: gênero e vinculação dos autores e orientadores; ano de defesa,
programas de pós-graduação e instituições; linhas de pesquisa; temáticas abordadas e
resumos. Posteriormente os dados coletados foram transferidos ao software de análise
bibliométrica VantagePoint®. Em seguida, para categorização dos autores e dos temas
abordados, foram lidos os resumos dos trabalhos selecionados, bem como o texto completo,
quando disponíveis on-line, para certificação dos critérios de inclusão na pesquisa com
referência à pedagogia freireana.
A coleta de dados nos Cadernos de Indicadores da Capes referentes ao triênio 2007-
2009 dos cursos recomendados pertencentes a grande área Multidisciplinar e área de
avaliação Ensino. Foram consultados os documentos anuais desse triênio referentes às
disciplinas oferecidas (DI). A busca utilizou o prefixo “freir” como sinalizador da presença
do referencial freireano nos títulos, ementas e nas bibliografias dessas disciplinas.
Os dados coletados foram inseridos em duas planilhas MS Excel. Na primeira
constam as informações: instituição de ensino, programa de pós-graduação, nome da
disciplina, docente (s), ementa e ano de oferta. E na segunda planilha foram inseridas
informações sobre a instituição de ensino, o nome da disciplina, as referências utilizadas e o
ano de oferta da disciplina. Para o presente artigo foi realizado um recorte na totalidade dos
dados coletados dessa segunda planilha, sendo selecionados os dados da UFSC, UnB e USP.
A escolha dessas instituições deve-se ao fato de que são as que mais concentram trabalhos
com o enfoque freireano. É preciso deixar claro que os resultados dessa amostra não podem
ser generalizados, visto que a análise está limitada aos dados coletados disponíveis para
consulta nos Cadernos de Indicadores, uma vez que Programas de Pós-Graduação que estão
em fase de homologação esses documentos não estão disponibilizados. Por sua vez, a busca
pelas teses e dissertações está atrelada às universidades em que foram defendidas e nem
todas disponibilizam integralmente os textos em seus Bancos Digitais de Teses e
Dissertações.
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 278
6. A presença da produção acadêmica de Paulo Freire na Educação CTS e no Ensino
de Ciências
Na primeira etapa da coleta de teses e dissertações o Banco de Teses da Capes foi
interrogado utilizando com os termos de busca: “Educação CTS”, “Ensino CTS”, “Ensino
de Ciências Paulo Freire”, resultando em 306 trabalhos. Posteriormente foi realizada a
triagem para eliminar repetições, chegando a 200 trabalhos. Na etapa seguinte foram
localizados 125 trabalhos com texto completo na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e
Dissertações do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência, do Ministério da Ciência,
Tecnologia e Inovação (BDTD/IBICT/MCT), e nas bibliotecas digitai dos Programas de
Pós-Graduação.
A terceira etapa consistiu em verificar a presença da perspectiva teórica de Paulo
Freire nos trabalhos. A busca nos resumos pela palavra “Freire” resultou em 43 trabalhos, os
quais compõem o corpus da pesquisa. Destes, 26 são de mestrado, 8 de mestrado
profissional e 9 de doutorado e foram elaborados entre 2001 e 2010, conforme apontam os
dados da Tabela 1
Tabela 1 Distribuição das teses e dissertações acadêmicas e profissionalizantes
Ano
Doutorado
Mestrado
Mestrado
Profissionalizante
Total
2001
1
0
0
1
2002
1
1
0
2
2004
1
0
0
1
2005
0
1
0
1
2006
0
5
0
5
2007
2
4
3
9
2008
1
8
2
11
2009
2
6
2
10
2010
1
1
1
3
Total
9
26
8
43
Elaboração das Autoras. Fonte: Banco de Teses da CAPES
Na Tabela 2 é possível observar que as instituições de ensino que mais concentram
os trabalhos são a Universidade Federal de Santa Catarina (8), Universidade de Brasília (7)
e Universidade de São Paulo (6). Localizadas em sua maioria na região Sudeste (18), Sul
(14), Centro-Oeste (7) e Nordeste (4), são instituições com vinculações administrativas
federais (27), estaduais (9) e particulares (7).
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 279
Tabela 2: Distribuição dos trabalhos nas instituições de ensino
IES
Trabalhos
UFSC
8
UnB
7
USP
6
UFRPE; UFSM; PUC-SP; PUC-MG; UFPI (2 trabalhos cada)
10
Centro Federal de Educação Tecnológico de Minas Gerais; UFRGS; Centro
Universitário Salesiano de São Paulo; PUC-PR; UNIJUI; UNISANTOS;
UNICAMP; UEMG; UNIMONTES; UNESP/Bauru; UFPel; UFSCar (1 trabalho
cada)
12
Total
43
Elaboração das Autoras. Fonte: Banco de Teses da CAPES
Além disso, verificou-se que esses 43 trabalhos estão concentrados em 14 Programas
de Pós-Graduação, vinculados a seis áreas de conhecimento: Educação; Ensino,
Interdisciplinar, Ciências Ambientais, Enfermagem e Engenharia Elétrica, conforme
apontam os dados da Tabela 3.
Tabela 3: Distribuição de trabalhos por Programas de Pós-Graduação.
GRANDES ÁREAS
ÁREAS/PROGRAMAS
TOTAL
CIENCIAS HUMANAS
EDUCAÇÃO
1 Educação
8
2 Educação (Currículo)
9
3 Educação nas Ciências
1
4 Educação Tecnológica
1
MULTIDISCIPLINAR
ENSINO
5 Ensino de Ciências
6
6 Ensino das Ciências
2
7 Ensino de Ciências (Física, Química e
Biologia)
2
8 Ensino
2
9 Educação para a Ciência
1
10 Educação Científica e Tecnológica
7
INTERDISCIPLINAR
11 Desenvolvimento Social
1
CIÊNCIAS AMBIENTAIS
12 Desenvolvimento Sustentável
1
CIÊNCIAS DA SAÚDE
ENFERMAGEM
13 Enfermagem Psiquiátrica
1
ENGENHARIAS
ENGENHARIA ELÉTRICA
14 Engenharia Elétrica
1
TOTAL
43
Elaboração das Autoras. Fonte: Banco de Teses da CAPES
Quando se analisou o apoio de agências de fomento às pesquisas verificou-se que em
sua maioria os trabalhos não possuem financiamento (25, ou seja, 58,14%), sendo que 13
(30,23%) foram apoiados pela Capes e os cinco (11,63%) restantes pelo CNPq, Convênio
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 280
Interinstitucional Entidade Internacional Moçambique e Secretaria da Educação do Estado
de São Paulo.
As palavras-chave mais utilizadas pelos autores para representar o conteúdo desses
trabalhos totalizaram 92. Ao examinar essas palavras-chaves podemos estabelecer uma
relação com os temas abordados nesses trabalhos, conforme exibido na Tabela 4.
Tabela 4- Temas abordados nas pesquisas
Temas
Palavras-
chave
Ensino de Ciências (5); Ensino de Física (2); Física (3); Biologia (1)
11
Divulgação científica (3); Educação científica (1); Cultura Científica (1); Letramento
científico e tecnológico (1)
6
Abordagem CTS
5
Educação ambiental (4); Crise ambiental (1)
5
Problematização (2); Atividades problematizadas (3);
5
Total
32
Elaboração das Autoras. Fonte: Banco de Teses da CAPES
Também foi possível identificar no corpus analisado os professores que mais
orientaram trabalhos, conforme discriminado na Tabela 5. A UFSC comparece com os
docentes Décio Auler e Demetrio Delizoicov Neto, ambos com 3 orientações cada, seguidos
daqueles com 2 orientações: Cássio Costa Laranjeiras e Gerson de Souza Mól da UNB, Irlan
von Linsingen da UFSC, José Augusto de Carvalho Mendes Sobrinho da UFPI, Maria
Marly de Oliveira da UFRPE, Maria Regina Dubeux Kawamura e Yassuko Hosoume da
USP. Os demais docentes orientaram apenas um trabalho.
Tabela 5 - Orientadores dos trabalhos
Orientadores
Trabalhos
Décio Auler; Demetrio Delizoicov Neto (3 trabalhos cada)
6
Cássio Costa Laranjeiras; Gerson de Souza Mól; Irlan von Linsingen; José Augusto
de Carvalho Mendes Sobrinho; Maria Marly de Oliveira; Maria Regina Dubeux
Kawamura; Yassuko Hosoume (2 trabalhos cada)
14
Adelson Fernandes Moreira; Alice Helena Campos Pierson; Carlos Alberto
Marques; Casimiro M. Marques Balsa; Eduardo Fleury Mortimer; Fernando Jo
de Almeida; Gomercindo Ghiggi; João Marcos Travassos Romano; João Zanetic;
Joice de Aguiar Baptista; Lizete Maria Orquiza de Carvalho; Maria Lourdes Gisi;
Maria Lucia Vital dos Santos Abib; Marlene Ribeiro; Mauricio Pietrocola Pinto de
Oliveira; Mere Abramowicz; Milton Antonio Auth; Roberto dos Santos Bartholo
Júnior; Sonia Maria Villela Bueno; Sueli Maria Pessagno Caro; Sueli Mazzilli;
Suzani Cassiani de Souza; Wildson Luiz Pereira dos Santos (1 trabalho cada).
23
Total
43
Elaboração das Autoras. Fonte: Banco de Teses da CAPES
Esses achados confirmam a pesquisa anterior de Zauith, Ogata e Hayashi (2011) que
indentificou o núcleo conceitual de pesquisadores ibero-americanos da Educação CTS
composto por: Décio Auler, Walter Antonio Bazzo, Demétrio Delizoicov, Irlan von
Linsingen, Wildson dos Santos, Arden Zylbersztajn. Segundo a pesquisa, a UFSC, por meio
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 281
do Programa de Pós-Graduação Educação Científica e Tecnológica, foi responsável pelo
maior número de trabalhos de Educação CTS entre 2004 e 2008.
Por sua vez, os autores das 43 dissertações e teses totalizaram 41, conforme mostra o
Quadro 3 que relaciona esses autores.
Quadro 3 - Autores dos 43 trabalhos
Autores
Ailson Vasconcelos da Cunha
Maria Stela da Costa Gondim
Antonia Marcia Duarte Queiroz
Marinalva Luiz de Oliveira
Carlos Gomes
Marta Maria Azevedo Queiroz
Claudia Battestin
Mônica Marques de Paula
Cleusa Helena Guaita Peralta
Neuton Alves de Araujo
Cristiane Muenchen
Nília Oliveira Santos
Cristiano Cordeiro Cruz
Patricia Amaral
Eliane Mendes Guimarães
Paulo Henrique de Souza
Fabrícia Amorim
Renata Alves Ribeiro
Fernando Eduardo Mesadri
Rita de Cássia Bortoletto Santos
Fernando José Fernandes Gonçalves
Roseline Beatriz Strieder
Frederico Vasconcellos Costa
Sandra Gonçalves Coimbra
Gisnaldo Amorim Pinto
Sandra Hunsche
Gustavo Henrique Moraes
Simoni Tormöhlen Gehlen
Jó Antonio Capece
Suzana de Souza Guedes
Kely Cristina Pereira
Tatiana Galieta Nacimento
Leonardo Augusto Gonçalves Ferreira
Tomás de Aquino Silveira
Lourival Gomes da Silva Filho
Wagdo da Silva Martins
Marcia Regina Carletto
Wallesandra Araújo Silva
Marcia Soares Forgiarini
Wildson Luiz Pereira dos Santos
Maria Nizete de Azevedo
Elaboração das Autoras. Fonte: Banco de Teses da CAPES
Na impossibilidade de analisar nesse artigo o conteúdo de todos os 43 trabalhos
foram selecionados alguns que compuseram uma pequena amostra dessa totalidade e que foi
pautada pela tentativa de apresentar pelo menos um de cada uma das 14 áreas de
conhecimento conforme dados da Tabela 3.
É interessante mencionar que entre esses autores, apenas duas realizaram mestrado e
doutorado (Cristiane Muenchen e Simoni Tormöhlen Gehlen), sendo digno de nota que o
orientador de ambas no doutorado foi Demétrio Delizoicov Neto (UFSC) enquanto que
Décio Auler (UFSC) orientou a primeira no mestrado e Milton Antonio Auth (UNIJUÍ) a
segunda.
No mestrado, realizado na área de Educação, Muenchen (2006) analisou os desafios
enfrentados no âmbito de intervenções curriculares que buscam enfocar interações entre
Ciência-Tecnologia-Sociedade, mediante a abordagem de temáticas contemporâneas,
marcadas pela componente científico-tecnológica. Na visão da autora, tais
encaminhamentos curriculares estão balizados por uma aproximação entre pressupostos do
educador brasileiro Paulo Freire e referenciais ligados ao denominado movimento CTS.
Assim, para que ocorre uma leitura crítica da realidade, dimensão fundamental em Freire,
entende-se que é, cada vez mais, necessária uma compreensão crítica das interações entre
CTS, considerando que a dinâmica social contemporânea está fortemente condicionada pela
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 282
ciência e tecnologia. Como síntese dos resultados da investigação, foram definidas e
discutidas quatro categorias, as quais constituem desafios a serem enfrentados: a) superação
do reducionismo metodológico, ou seja, ao professor atribui-se o papel de “vencer
programas”; b) o trabalho interdisciplinar; c) suposta resistência dos alunos à abordagem
temática e d) desenvolvimento de temas polêmicos que envolvem conflitos/contradições
locais.
No doutorado, realizado na área de Educação Científica e Tecnológica, Muenchen
(2010) investiga práticas pedagógicas de professores de Ciências da região de Santa
Maria/RS que usam os denominados Três Momentos Pedagógicos (3MP). Dentre os
resultados, destaca-se que o contexto da proposição dos 3MP é decorrência da transposição
da concepção de Paulo Freire para a educação escolar e teve como referência três projetos:
um desenvolvido na África e dois no Brasil.
Por sua vez, a dissertação de Gehlen (2006), na área de Educação nas Ciências,
buscou desenvolver e implementar duas propostas curriculares para o Ensino de Ciências
balizadas, respectivamente, pelos pressupostos do educador brasileiro Paulo Freire e pela
teoria do russo Lev S. Vigotski. Dentre os resultados obtidos a autora aponta que aspectos
como a problematização presente na concepção educacional de Freire e a questão da
significação conceitual baseada em Vigotski, podem enriquecer ambas as propostas e
potencializam organizações curriculares para o Ensino de Ciências. A autora também obteve
indicativos teórico-empíricos de que as concepções desses autores se complementam e
caracterizam os temas e situações como significativas, tanto para o professor quanto para o
aluno. No doutorado, Gehlen (2009), na área de Educação Científica e Tecnológica, a
autora investiga a noção de problema na obra de Vygotsky e sua função no processo de
ensino-aprendizagem em Ciências. A partir de interlocuções entre Freire e Vygotsky, a
pesquisa buscou contribuir com reflexões epistemológicas e pedagógicas sobre o papel do
problema no processo de ensino-aprendizagem. Dentre os resultados, destaca-se que a noção
de problema na obra de Vygotsky está diretamente vinculada ao processo de humanização e,
numa dimensão epistemológica, está relacionada com o objeto do conhecimento. Isto é, o
problema assume um papel na gênese da produção e apropriação de signos, assim como é o
mediador nas relações entre sujeito e objeto do conhecimento. Ao final a autora verifica que
há complementaridade entre a Situação de Estudo e a Abordagem Temática Freireana, o que
contribui na estruturação de práticas-pedagógicas para o Ensino de Ciências.
Também é válido mencionar que Wildson Luiz Pereira dos Santos, foi orientado no
doutorado por Eduardo Fleury Mortimer (UEMG) e posteriormente foi orientador da
dissertação de Wagdo da Silva Martins (UnB).
No doutorado realizado na área de Educação Santos (2002) analisa o processo
pedagógico da abordagem de aspectos sócio-científicos (ASC) para o currículo e para o
processo de formação de professores em relação aos objetivos de formação para a cidadania.
Na fundamentação teórica da pesquisa o autor lança mão da proposta de educação
humanística de Paulo Freire. Ao final a pesquisa conclui que os ASC potencializam
interações dialógicas, possibilitam a introdução de atitudes e valores e podem ser
configurados como elementos constitutivos dos currículos.
Por sua vez, no mestrado profissionalizante na área de Educação, Wagdo da Silva
Martins (2007) propõe-se a elaborar um módulo de ensino de Química que buscasse atender
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 283
as necessidades da educação de jovens e adultos (EJA) e toma os princípios educacionais de
Paulo Freire como referência para produzir um módulo de ensino que parte Tinta e
Solventes” considerando-o como um tema gerador freireano, para desenvolver conceitos
básicos de substâncias, suas propriedades e interações. Ao final a proposta de material
recebeu avaliação positiva dos professores e o autor conclui que ela apresenta potencial de
produzir impactos positivos no ensino de Química no EJA
A tese de doutorado de Jó Antonio Capece (2001) foi orientada por Fernando José de
Almeida, na PUC-SP, na área de Educação (Currículo). O autor procura introduzir um olhar
crítico e sugerir uma nova perspectiva para o processo de ensino e aprendizagem em
Moçambique, mormente no que concerne à disciplina de Ciências Naturais. Para isso, toma
como referência, entre outras, as obras de Paulo Freire: "Pedagogia do oprimido". A
pesquisa assumiu o resgate dos saberes locais para o currículo oficial, por permitir a
apropriação dos aspectos da vida cotidiana das comunidades. Tratou-se, portanto, de
questionar e problematizar o processo de ensino e aprendizagem moçambicano, uma vez
que se tomou como pressuposto que até então os currículos se mostravam desvinculados da
realidade cultural do aluno.
Por sua vez, a tese de Tatiana Galieta Nascimento (2008), orientada por Suzani
Cassiani de Souza, na UFSC, na área de Educação Científica e Tecnológica, buscou
investigar as leituras feitas por licenciandos de textos de divulgação científica desenvolvidas
na disciplina Prática de Ensino das Ciências Biológicas. A autora defende a tese de que
textos de divulgação científica podem propiciar leituras críticas das relações entre ciência,
tecnologia e sociedade em sala de aula desde que o professor esteja alinhado a uma
concepção educacional progressista crítica. A pesquisa adotou o referencial teórico
metodológico da Análise do Discurso de linha francesa e a filosofia de Paulo Freire para
analisar aspectos como: as condições de produção das aulas, os modos de leitura e os gestos
de interpretação, as reelaborações discursivas (tanto as escritas como as orais), imagens,
usos e funções dos textos de divulgação científica. Ao final, a autora aponta a necessidade
de novos estudos teóricos que discutam, sob o ponto de vista da área de educação em
ciências, o papel da divulgação científica no ensino formal, focalizando inclusive o papel
que o texto de divulgação exerceria na introdução de temas da ciência contemporânea nas
aulas de ciências como uma forma de atualização dos conteúdos no ensino de ciências.
A dissertação de mestrado de Roseline Beatriz Strieder (2008), orientada por Maria
Regina Dubeux Kawamura, na USP, na área de Ensino de Ciências, investiga, tanto em
âmbito teórico quanto prático, os elementos de articulação entre a abordagem CTS e a
perspectiva freireana de educação. Essa articulação, de acordo com a autora, implicou em
redesenhar alguns elementos, etapas e procedimentos para a intervenção, tomando como
ponto de partida a investigação temática. A autora constatou que essa visão promove um
novo nível de conhecimento da realidade, além de mudanças de percepção, por parte dos
alunos, sobre o sentido da escola, do próprio conhecimento e da questão em estudo.
Em 2005, a dissertação de mestrado de Marinalva Luiz de Oliveira, orientada por
Maria Marly de Oliveira na UFRPE, na área de Ensino das Ciências, busca compreender o
trabalho pedagógico dos professores do ensino fundamental sobre a educação ambiental. A
fundamentação teórica parte da reconstrução da concepção ontológica do trabalho humano e
sua aproximação com a teoria do agir comunicativo, em consonância com a teoria
pedagógica de Paulo Freire. Os resultados revelaram que o trabalho pedagógico dos
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 284
professores com a educação ambiental depende de seus posicionamentos com relação à
teoria pedagógica, podendo, eles assumirem o posicionamento bancário (informador,
alienador e transmissor de conhecimentos) ou crítico e emancipatório (construtor e
reconstrutor de conhecimento), mesmo que no momento do encontro pedagógico os
professores sejam orientados pelo entendimento.
A dissertação de mestrado de Renata Alves Ribeiro (2007), defendida na área de
Ensino de Ciências (Química, Física e Biologia) na USP, sob a orientação de Maria Regina
Dubeux Kawamura, investigou as potencialidades atribuídas à divulgação científica nas
pesquisas da área de ensino de Física, com o objetivo de sistematizá-las e articulá-las com
uma concepção de educação fundamentada no pensamento de Paulo Freire. A autora conclui
um quadro de diferentes vertentes da divulgação científica, articuladas por suas intenções é
fruto das vertentes "leitura de mundo, mundo de leitura", "formação do espírito crítico",
"contextualização e atualidade" e "olhar da sedução: encantamento e motivação". Ao
mesmo tempo em que compõem potencialidades da divulgação, essas visões representam
objetivos formativos integrados em uma visão sobre a ação de educar.
Tomás de Aquino Silveira (2008) defendeu dissertação de mestrado
profissionalizante na PUC-SP, na área de Ensino, sob a orientação de Yassuko Hosoume. O
autor apresenta uma proposta para a disciplina “Evolução das Ideias da Física” calcada na
abordagem da História da Ciência, visando estimular o professor para a prática de reflexão
sobre sua atividade profissional. Para isso recorre à pedagogia de Paulo Freire, com sua
valorização da autonomia e na relação dialógica entre educador/educando; a escola
soviética, com sua ênfase na relação entre palavra e pensamento. Ao final, a pesquisa
verificou a aceitação da proposta da disciplina pelos alunos e professores.
Na UNESP/Bauru, a dissertação de Ailson Vasconcelos da Cunha (2008), na área de
Educação para a ciência e orientada por Lizete Maria Orquiza de Carvalho, buscou inserir
conteúdos de História, Filosofia e Sociologia da Ciência no Ensino de Ciências. Para isso
explicita a sua concepção de educação embasada principalmente pela obra do educador
Paulo Freire, ou seja, a concepção de educação dialógica-problematizadora na vertente
emancipadora. Em seguida, o autor faz uma aproximação entre a concepção freireana de
educação e o Ensino de Ciências a fim de estabelecer uma concepção de Ensino de
Ciências, argumentando em favor de sua inseparabilidade com a Ciência no Ensino de
Ciências. Conclui que a construção de enunciados sobre uma determinada experiência da
Física a partir desse referencial teórico proporcionou aos alunos uma transformação da
realidade.
Na Unimontes, a dissertação de mestrado de Antonia Marcia Duarte Queiroz (2009),
sob a orientação de Casimiro Marques Balsa, na área de Desenvolvimento Social, se propôs
a analisar algumas das concepções da Extensão Universitária dessa instituição de ensino
superior. A autora investigou a relação ensino, pesquisa e extensão, e algumas concepções
de extensão e transformações pelas quais a Unimontes passou no período em análise e a sua
adequação (ou não) aos parâmetros e diretrizes nacionais. À luz de autores, como Paulo
Freire, Boaventura de Souza Santos e Carlos Rodrigues Brandão, analisaram-se alguns
princípios norteadores da Extensão Universitária. Ao final, a autora observou que essas
concepções de extensão seguem perspectivas complexas, que se aproximam da extensão
praticada nas universidades públicas brasileiras.
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 285
A tese de doutorado de Eliane Mendes Guimarães (2004), defendida na UnB sob a
orientação de Roberto dos Santos Bartholo Jr., na área de Desenvolvimento Sustentável,
parte do pressuposto de que a abordagem da educação ambiental considera o ambiente em
uma visão ampla incluindo o humano e as questões socioeconômicas. Nesse contexto, a
teoria de Humberto Maturana apresenta um novo paradigma para pensar a Biologia, a
Ciência e a Educação. Além disso, na visão da autora, tal teoria apresenta uma aproximação
com as pedagogias dialógicas, tanto de Martin Buber como de Paulo Freire, dando um
grande suporte para trabalhos com comunidades excluídas. Em vista disso, a autora
apresenta a discussão da Teoria da Autopoiese aplicada ao trabalho educativo na cidade de
Samambaia, no Distrito Federal, realizado em um projeto de extensão de ação contínua
Construindo Saúde e Cidadania da Universidade de Brasília (UnB). Ao final, a autora
conclui que s teorias de Maturana, Paulo Freire e Martin Buber, estão interligadas pela
dialogicidade e puderam elucidar os trabalhos em Samambaia, considerando as dimensões
humanas bio-psico-culturais entrelaçadas.
Cristiano Cordeiro Cruz (2002) defendeu dissertação de mestrado na Unicamp, na
área de Engenharia Elétrica e foi orientado por João Marcos Travasso Romano. O autor
objetivou discutir a formação acadêmica nos cursos superiores de Engenharia,
particularmente, no curso de Engenharia Elétrica da Unicamp. A análise baseou-se nos
princípios da formação humanista, considerada pelo autor como uma formação que visa
lidar com o indivíduo completo, não se atendo ao meramente técnico. Para isso o autor
recorre a algumas ideias de Paulo Freire e Josef Pieper, e das considerações centrais do
campo Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS). Com base nesses pressupostos teóricos o
autor chega à tríade: diálogo, comprometimento com o próximo e busca filosófica pela
verdade. Em sua visão, essa concepção busca capacitar o ser humano para “ser mais, e
pode ocorrer em uma formação que proveja uma visão crítica e holística da realidade.
A dissertação de mestrado de Kely Cristina Pereira (2007) foi defendida na USP/Ribeirão
Preto, na área de Enfermagem Psiquiátrica e orientada por Sonia Maria Villela Bueno. A autora
pesquisou a sexualidade na adolescência, objetivando levantar as amplas questões que a
envolvem e a trabalhar com adolescentes escolares a educação preventiva, mediante a
implementação de um Programa Educativo, numa perspectiva participativa,
problematizadora e reflexiva. Os referenciais teórico-metodológicos foram buscados em
Paulo Freire, no que tange à problematização, humanização, otimização da vida e visão
totalizadora do ser humano. O Programa Educativo construído foi subsidiado com uma
concepção crítica e reflexiva, com vistas à práxis comprometida com a educação
libertadora, favorecendo atitudes responsáveis e efetivas na edificação de uma identidade
consciente e autônoma, à luz da qualidade de vida.
5.1 A presença de Paulo Freire em disciplinas de Programas de Pós-graduação em
Ensino de Ciências
A busca nos Cadernos de Indicadores da Capes para identificar as disciplinas que
utilizaram o referencial teórico freireano nos Programas da área de Ensino, identificou a
existência de 57 disciplinas, distribuídas entre 22 instituições conforme mostram os dados
do Quadro 4
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 286
Quadro 4 Disciplinas que utilizam o referencial teórico freireano
Instituições
Disciplinas/Ano de oferta
Universidade de São Paulo
(USP)
Ambientes de aprendizagem cooperativa apoiados em tecnologia
Aspectos teórico-metodológicos da abordagem piagetiana
Economia solidária e educação - a construção de uma alternativa
Educação e sociedade no Brasil Contemporâneo
Filosofia da Educação: uma análise filosófica do discurso
Graus de letramento/literacia e a construção de conhecimento
Mudança educacional: inovação e reforma
Perspectivas atuais da educação
Avaliação de programas e projetos em educação
Financiamento educacional e gestão democrática do ensino público:
concepções, processos e implicações de políticas educacionais recentes
Universidade Federal do Rio de
Janeiro (UFRJ)
Comunicação e Educação em Ciências e Saúde
Educação em Ciências e Saúde 2: tendências
Educação, Tecnologia e Sociedade
Planejamento curricular e de ensino na área da Saúde
Tópicos Especiais em Educação em Saúde
Educação em ciências e saúde I - fundamentos
Ciências sociais, comunicação e saúde
Universidade Estadual de
Maringá (UEM)
A questão das mídias na educação científica e tecnológica
Concepção e desenvolvimento curricular
Didática da Geografia
Educação e ação docente
Educação Intercultural
Tópicos complementares de geografia
Universidade Federal do Rio
Grande do Sul (UFRGS)
Processos de desenvolvimento humano e a aprendizagem de ciências
em contexto escolar
SEM: Grupo MIirar: Formação de professores de Ciências articulado ao
desenvolvimento curricular
Teorias curriculares: reformas e mudanças na educação em Ciências
Tópicos especiais: Unidade de aprendizagem: abordagens da ciência,
tecnologia e sociedade
Fundação Oswaldo Cruz
(FIOCRUZ)
Aprendizagem e avaliação
Metodologia de ensino e avaliação
Popularização científica à distância
Pontifícia Universidade Católica
do Rio Grande do Sul (PUC-RS)
SAE: procedimentos didático-pedagógicos e relações interpessoais
Princípios da educação pela pesquisa
Metodologia do ensino superior
Universidade Federal de São
Paulo (UNIFESP)
Aprendizagem de adultos
Ler e Escrever: instrumentos de produção e disseminação do
conhecimento
Pontifícia Universidade Católica
de Minas Gerais (PUC-MG)
Educação, sociedade e construção identidade do professor
Ensino de Física na educação básica
Universidade Federal de Mato
Grosso do Sul (UFMS)
Formação do professor de Ciências
Metodologia da pesquisa em Ensino de Ciências I
Universidade de Brasília (UnB)
Educação científica, tecnológica e ambiental
Educação ambiental no ensino de Ciências
Universidade Federal Rural de
Pernambuco (UFRPE)
Metodologia do ensino superior
Teorias da aprendizagem
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 287
Universidade Estadual Paulista
(UNESP/Rio Claro)
Educação etnomatemática: história, cultura e prática pedagógica
TEEM: cotidiano e cultura escolar
Universidade Federal de Goiás
(UFG)
Teorias de aprendizagem e ensino
A interdisciplinaridade e a transversalidade no ensino de Ciências
Universidade Federal de Santa
Catarina (UFSC)
Prática freireana em ensino de ciências na educação escolar
Educação mediada por tecnologia
Universidade Técnica Federal do
Paraná (UTFPR)
Tópicos em ensino de Ciências nas séries iniciais
Universidade Estadual Paulista
(UNESP/Bauru)
Comunicação e saúde
Universidade Severino Sombra
(USS)
Formação de professores: tendências e perspectivas de pesquisa
Universidade Federal de Ouro
Preto (UFOP)
A educação matemática enquanto campo do saber
Universidade Estadual de
Campinas (Unicamp)
Opções de trabalho pedagógico em geociências
Universidade Federal do Rio
Grande do Norte (UFRN)
Tendências atuais do ensino de química
Universidade Federal do Ceará
(UFC)
Teorias da Educação
Centro Universitário Plínio Leite
de Limeira-SP (UNIPLI)
Ensino, cultura e sociedade em saúde e ambiente
Elaboração das autoras. Fonte: Cadernos de Indicadores Capes.
De acordo com Menezes (1996), na década de 1970 formou-se um grupo de físicos
composto por João Zanetic, Amélia Império Hamburger, Demétrio Delizoicov e José André
Angotti que tinha como objetivo transformar o ensino escolar da física, tradicionalmente
formal e propedêutico a partir de uma metodologia de inspiração freireana. Deste grupo,
Zanetic, Delizoicov e Angotti continuam trabalhando com Paulo Freire como orientadores
de trabalhos. Delizoicov e Angotti ministraram as disciplinas “Prática freireana em Ensino
de Ciências na Educação Escolar” e “Educação mediada por tecnologia”, respectivamente
na pós-graduação em Educação Científica e Tecnológica da UFSC.
No Quadro 5 é possível verificar as disciplinas ministradas nos Programas de Pós-
Graduação da UFSC, UnB e USP no triênio 2007-2009, e que abordam em seu conteúdo o
referencial freireano.
Quadro 5- Disciplinas ministradas em programas de pós-graduação entre 2007-2009
IES
PPG
Disciplinas
Docente (s)
UFSC
Educação
Científica e
Tecnológica
Educação mediada por tecnologia
José André Peres
Angotti
Prática freireana em ensino de Cncias na
educação escolar
Demetrio Delizoicov
Neto
UnB
Ensino de
Ciências
Educação cientifica tecnológica e ambiental
não consta
Educação ambiental no Ensino de Ciências
Lenise Aparecida
Martins Garcia
USP
Ensino de
Ciências
(modalidades
Aspectos teórico-metodológicos da abordagem
piagetiana e a prática pedagógica escolar
não consta
Economia solidária e educação - a construção
não consta
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 288
Física, Química e
Biologia)
de uma alternativa
Educação e sociedade no Brasil contemporâneo
Celso de Rui Beisiegel
Graus de Letramento/Literacia e a construção
de conhecimento
Idmea Semeghini
Prospero Machado
Siqueira
Mudança educacional: inovação e reforma
não consta
Perspectivas atuais da educação
Moacir Gadotti
Ambientes de aprendizagem cooperativa
apoiados em tecnologia
Stela Conceição
Bertholo Piconez
Avaliação de programas e projetos em
educação
Romualdo Luiz Portela
de Oliveira
Filosofia da educação: uma análise filosófica do
discurso
não consta
Gestão democrática do ensino público:
concepções, processos e implicações
Rubens Barbosa de
Camargo
Elaboração das autoras. Fonte: Cadernos de Indicadores da Capes.
Merece destaque no Quadro 5 a presença de Moacir Gadotti, educador e parceiro de
Paulo Freire, que ministrou a disciplina “Perspectivas Atuais da Educação”, no programa
Ensino de Ciências (modalidades Física, Química e Biologia) da USP. Dentre seus livros,
Gadotti publicou em 1986 em conjunto com Paulo Freire e Sergio Guimarães o livro
Pedagogia: diálogo e conflito (GADOTTI; FREIRE; GUIMARÃES, 1995) e em 1996,
Paulo Freire: uma biobibliografia (GADOTTI, 1996).
O Quadro 6 a seguir relaciona as 12 obras de Paulo Freire e as nove de outros
autores indicadas nessas disciplinas.
Quadro 6 Indicações bibliográficas de e sobre Paulo Freire
Ano
Tese, Livros e Artigo de Paulo Freire
Indicações
bibliográficas
1959
Educação e sociedade brasileira (tese)
1
1968
Educação como prática da liberdade
2
1979a
Conscientização: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire
1
1979b
Educação e mudança
2
1981
Ação cultural para a liberdade e outros escritos
2
1983a
Pedagogia do Oprimido
4
1983b
Extensão ou comunicação?
1
1991
A educação na cidade
2
1992
Pedagogia da esperança: um reencontro com a Pedagogia do
Oprimido
1
1997
Globalização ética e solidariedade (artigo)
1
1997a
Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa
4
2007
Política e educação
1
Livros e capítulos de outros autores relacionados às teorias freireanas
1983
O ensino de Física e a concepção freiriana da educação
(Demetrio Delizoicov)
1
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 289
1983
Pedagogia dialética: de Aristóteles a Paulo Freire (Wolfdietrich
Schmiedt-Kowarzik)
1
1986
O que é o método Paulo Freire (Carlos Rodrigues Brandão)
1
1997
Da ação à operação: o caminho da aprendizagem em Jean Piaget
(Fernando BECKER)
1
1998
Apontamentos para uma crítica das repercussões da obra de Paulo
Freire (José Sérgio Fonseca de Carvalho)
1
1999
Dicionário "Paulo Freire" (Maria de Lourdes Fávero e Jader M.
Britto).
1
2000
Paulo Freire e o nacional desenvolvimentismo (Vanilda Paiva)
1
2002
Educação e democracia? A práxis de Paulo Freire em São Paulo
(Carlos Alberto Torres, María Pilar O'Cadiz e Pia Lindquist Wong).
1
2003
Práticas freirianas no ensino de ciências (Demetrio Delizoicov)
1
Elaboração das autoras. Fonte: Cadernos de Indicadores da Capes.
7 Considerações Finais
O olhar contextualizado nas transformações históricas e sociais aproxima a
pedagogia de Paulo Freire e o Ensino de Ciências, fazendo com que a própria ciência seja
questionada e seu ensino problematizado. Os marcos históricos, a força produtiva e a
globalização que hoje se estabelecem pelo avanço das tecnologias da informação e
comunicação transformaram modos de vida, visões de mundo e formas de ensinar, que
inspiradas na pedagogia freireana questionam a hegemonia da ciência, como um
conhecimento pretensamente neutro.
Os resultados apresentados nesse estudo indicam que a Educação CTS estabelece
ligações concretas com a pedagogia de Paulo Freire por meio da utilização do seu
referencial teórico nas teses e dissertações, bem como em disciplinas de pós-graduação. A
ligação Freire/CTS se estabelece como campos complementares de forma a atualizar e
inserir o Movimento CTS no contexto da educação brasileira, configurando um campo de
pesquisa em construção, situado em instituições de renome, como UFSC, USP e UnB.
Referências
AULER, D; DELIZOICOV, D. Ciência-Tecnologia-Sociedade: relações estabelecidas por
professores de ciências. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 5, n. 2, p.
337-355, 2006a.
AULER, D.; DELIZOICOV, D. Educação CTS: Articulação entre Pressupostos do
Educador Paulo Freire e Referenciais Ligados ao Movimento CTS. In: Seminário Ibérico
CTS no ensino das ciências: las relaciones CTS en la Educación Científica, 4., 2006,
Málaga. Anais...Málaga: Universidad de Málaga, 2006b. p. 1-7.
AULER, D.; DALMOLIN, A. M. T.; FENALTI, V. S. Abordagem Temática: natureza dos
temas em Freire e no Enfoque CTS. Alexandria Revista de Educação em Ciência e
Tecnologia, Florianópolis, v. 2, n. 1, p. 67-84, 2009.
BECKER, F. Da ação à operação: o caminho da aprendizagem; J. Piaget e P. Freire. 2.ed.
Rio de Janeiro, 1997.
BRANDÃO, C. R. O que é o método Freire. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1986.
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 290
CAPECE, J. A. O resgate do saber das comunidades locais na melhoria da qualidade do
ensino de Ciências Naturais do 1º Grau do nível primário em Moçambique. Tese
(Doutorado em Educação-Currículo). São Paulo: PUC-SP, 2001.
CARVALHO, J. S. F. Apontamentos para uma crítica das repercussões da obra de Paulo
Freire. Cadernos de História e Filosofia da Educação, São Paulo, v. 2, n. 4, p. 23-33,
1998.
COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR -
CAPES. MEC. Banco de teses. Disponível em: <http://www.capes.gov.
br/servicos/bancode-teses>.Acesso em: 10 de fev. 2013.
COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR
CAPES. MEC. Cursos recomendados. Disponível em: < http://www.capes.gov.br/cursos-
recomendados>. Acesso em: 10 de fev. 2013.
CRUZ, C. C. Uma proposta de formação técnico-humanista aplicada ao ensino de
Engenharia Elétrica. Dissertação (Mestrado em Engenharia Elétrica). Campinas: Unicamp,
2002.
CUNHA, A. V. Considerações sobre os aspectos cinemáticos e dinâmicos do
movimento. Dissertação (Mestrado em Educação para a Ciência). Bauru: Unesp, 2008.
DELIZOICOV, D.; AULER, D.; Ciência, Tecnologia e Formação Social do Espaço:
questões sobre a não-neutralidade. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e
Tecnologia, v.4, n.2, p.247-273, novembro 2011.
DELIZOICOV, D. Práticas freirianas no ensino de ciências. In: Matos, C. (org.)
Conhecimento Científico e Vida Cotidiana. São Paulo: Terceira Margem/Estação Ciência,
2003.
DELIZOICOV, D. O ensino de física e a concepção freriana da educação. Revista de
Ensino de Física. São Paulo, v. 5, n. 2, 1983.
DURANT, J. Participatory technology assessment and the democratic model of the public
understanding of science. Science and Public Policy, v. 26, n. 5, p. 313-319, 1999.
FÁVERO, M. L.A; BRITTO; J.M. "Paulo Freire" - Dicionário de Educadores no Brasil.
Rio de Janeiro: Editora UFRJ/MEC/INEP, 1999.
FONSECA, M. S. A ênfase curricular CTS - Ciência, Tecnologia e Sociedade - nos
livros didáticos de Ciências no Brasil. Dissertação (Mestrado em Educação Tecnológica).
Belo Horizonte: CEFET/MG, 2008.
FREIRE, P. Educação e sociedade brasileira. Recife, 1959. (Tese de concurso)
_______. Educação como prática de liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1968.
_______. Conscientização: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo,
Editora Cortez e Moraes, 1979a.
_______. Educação e mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979b.
_______. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. Rio de janeiro: Paz e Terra,
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 291
1981.
_______. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983a.
_______. Extensão ou Comunicação? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983b.
_______. A educação na cidade. São Paulo: Cortez Editora,1991.
_______. Pedagogia da Esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de
Janeiro: Paz e Terra, 1992.
_______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo, Paz
e Terra, 1997a.
_______. Globalização ética e solidariedade. In DOWBOR, L.; IANNI, O.; RESENDE, E.
A. Desafios da globalização. Rio de Janeiro: Vozes, 1997b.
_______. À sombra desta mangueira. São Paulo: 2001b
_______. Política e educação. São Paulo, Cortez, 2007.
GADOTTI, M. (Org). Paulo Freire: uma biobibliografia. São Paulo: Cortez Editora, 1996.
GADOTTI, S.; FREIRE, P.; GUIMARÃES, S. Pedagogia: diálogo e conflito. São Paulo:
Cortez, 1995.
GEHLEN, S. T. Temas e situações significativas no ensino de ciências: contribuições de
Freire e Vigotski. Dissertação (Mestrado em Educação nas Ciências). Santa Maria: UNIJUI,
2006
GEHLEN, S. T. A função do problema no processo ensino-aprendizagem de ciências:
contribuições de Freire e Vygotsky. Tese (Doutorado em Educação Científica e
Tecnológica). Florianópolis: UFSC, 2009.
GLÄNZEL, W. Bibliometrics as a research field: a course on theory and application of
bibliometrics indicators. 2003. Disponível em:
<www.norslis.net/2004/Bib_Module_KUL.pdf>. Acesso em: 7 mar. 2013.
GUIMARÃES, E. M. Pensando a educação ambiental com referência à teoria de
Humberto Maturana: a vivência do espaço relacional na comunidade de Samambaia. Tese
(Doutorado em Desenvolvimento Sustentável). Brasília: UnB, 2004.
HAYASHI, M. C. P. I.; FERREIRA JUNIOR, A.; BITTAR, M.; HAYASHI, C. R. M.;
SILVA, M. R. da. História da educação brasileira: a produção científica na biblioteca
eletrônica SCIELO. Educação & Sociedade, v. 29, p. 181-211, 2008.
IBICT/MCT. Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. Ministério de
Ciência, Tecnologia e Inovação. Biblioteca Digital de Teses e Dissertações. Disponível
em: <http://www.ibict.br/informacao-para-ciencia-tecnologia-e-inovacao%20/biblioteca-
digital-Brasileira-de-teses-e-dissertacoes-bdtd> Acesso em abril de 2013.
KRASILCHIK, M. O professor e o currículo das ciências. São Paulo: EPU, 1987.
_______. Reformas e realidade: o caso do ensino das ciências. São Paulo em Perspectiva,
São Paulo, v. 14, n. 1, p. 85-93, mar. 2000.
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 292
MARTINS, W. S. Educação de jovens e adultos: proposta de material didático para o
Ensino de Química. Dissertação (Mestrado Profissionalizante em Educação). Brasília: UnB,
2007.
MENEZES, L. C. de. Paulo Freire e os físicos. In: GADOTTI, M. (Org). Paulo Freire: uma
biobibliografia. São Paulo: Cortez Editora, 1996, p. 639-642.
MUENCHEN, C. Configurações curriculares mediante o enfoque CTS: desafios a serem
enfrentados na EJA. Dissertação (Mestrado em Educação). Florianópolis: UFSC, 2006.
MUENCHEN, C. A disseminação dos três momentos pedagógicos: um estudo sobre
práticas docentes na região de Santa Maria/RS. Tese (Doutorado em Educação Científica e
Tecnológica). Florianópolis: UFSC, 2010.
NASCIMENTO, T.G.; VON LINSINGEN, I. Articulações entre o enfoque CTS e a
pedagogia de Paulo Freire como base para o ensino de ciências. Convergência, Toluca,
v. 13, p. 95-116, 2006.
NASCIMENTO, T. G. Leituras de divulgação científica na formação inicial de
professores de ciências. Tese (Doutorado em Educação Científica e Tecnológica).
Florianópolis: UFSC, 2008.
OLIVEIRA, M. L. de. O trabalho pedagógico dos professores do ensino fundamental no
ciclo II sobre educação ambiental Recife PE. Dissertação (Mestrado em Ensino de
Ciências). Recife: UFRPE, 2005.
OSORIO, C. La participación pública en sistemas tecnológicos: Lecciones para la educación
CTS. Revista CTS, n. 6, v. 2, p. 159-172, Diciembre, 2005.
PAIVA, V. P. Paulo Freire e o nacional desenvolvimentismo. São Paulo: Graal, 2000.
PEREIRA, K. C. Sexualidade na adolescência: trabalhando a pesquisa-ação com
referenciais teórico-metodológicos de Paulo Freire. Dissertação (Mestrado em Enfermagem
Psiquiátrica). Ribeirão Preto: USP, 2007.
PORTAL Domínio Público. Disponível em:< http://www.dominiopublico.gov.br >Acesso
em abr. 2013.
QUEIROZ, A. M. D. Universidade extramuros: concepções da extensão Unimontes e
sua relação com o desenvolvimento social regional: 1962-2008. Dissertação (Mestrado
em Desenvolvimento Social). Montes Claros: UNIMONTES, 2009.
RIBEIRO, R. A. Divulgação científica e ensino de física: intenções, funções e vertentes.
Dissertação (Mestrado em de Ciências: Física, Química e Biologia). São Paulo: USP, 2007.
ROMÃO, J.E. Pedagogia Dialógica. São Paulo: Cortez Editora, 2007.
SANTOS, W. L. P. Aspectos sócio-científicos em aulas de Química. Tese (Doutorado em
Educação). Belo Horizonte: UEMG, 2002.
SANTOS, W.L.P. Educação científica humanística em uma perspectiva freireana:
resgatando a função do ensino de CTS. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e
Tecnologia, v.1, n.1, p. 109-131, mar. 2008.
Revista HISTEDBR On-line Artigo
Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº49, p.267-293, mar2013-ISSN: 1676-258 293
SANTOS, W. L. P.; MORTIMER, E. F. Uma análise de pressupostos teóricos da
abordagem C-T-S (Ciência-Tecnologia-Sociedade) no contexto da educação brasileira.
Ensaio: pesquisa em educação em ciências, v. 2, n. 2, p. 133-162, 2002.
SCHMIEDT-KOWARZIK, W. Pedagogia dialética: de Aristóteles a Paulo Freire. São
Paulo, Brasiliense, 1983.
SILVA, M. R.; HAYASHI, C. R. M.; HAYASHI, M. C. P. I. Análise bibliométrica e
cientométrica: desafios aos especialistas que atuam no campo. InCID: Revista de Ciência
da Informação e Documentação, v. 2, p. 110-129, 2011.
SILVEIRA, T. de A. Um curso de evolução das ideias da Física para alunos iniciantes
de Licenciatura em Física. Dissertação (Mestrado Profissionalizante em Ensino). Belo
Horizonte: PUC-MG, 2008.
STRIEDER, R. B. Abordagem CTS e ensino médio: espaços de articulação. Dissertação
(Mestrado em Ensino de Ciências). São Paulo: USP, 2008.
THELWALL, M. Bibliometrics to webometrics. Journal of Information Science, v. 34, n.
4, p. 605621, 2008.
TORRES, C.A. ,O. CADIZ, M. P. e WONG, P.L. Educação e democracia? A práxis de
Paulo Freire em São Paulo. São Paulo: Cortez: Instituto Paulo Freire, 2002.
ZAUITH, G.; OGATA, M.N.; HAYASHI, M. C. P. I. Um breve panorama sobre a
Educação CTS no Brasil. In: HOFFMANN, W. A. M. (Org.). Ciência, tecnologia e
sociedade: desafios da construção do conhecimento. São Carlos: Edufscar, 2011. p. 21-
38.
ZAUITH, G.; HAYASHI, M. C. P. I. A perspectiva freireana e o movimento CTS: um
recorte a partir do Google Acadêmico. In: Simpósio Nacional de Tecnologia e Sociedade,
4, 2011, Anais...., Curitiba, 2011a. p.1-11.
ZAUITH, G.; HAYASHI, M. C. P. I. A apropriação do referencial teórico de Paulo Freire
nos estudos sobre educação CTS. Revista Brasileira de Ciência, Tecnologia e Sociedade,
v.2, n.1, p. 278-292, jan./jun. 2011b.
Notas
1
Graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade de Ribeirão Preto
(1999). Mestre em Ciência, Tecnologia e Sociedade (PPGCTS/UFSCar). Doutoranda em Educação pela
UFSCar
2
Mestre (1986) e Doutora (1995) em Educação pela Universidade Federal de São Carlos. Professora
Associada do Departamento de Ciência da Informação e docente do Programa de Pós-Graduação em
Educação, ambos da Universidade Federal de São Carlos. É bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq.
3
Estudos brasileiros no campo CTS utilizam as nomenclaturas Educação CTS e Ensino CTS. Entretanto no
presente artigo optou-se em utilizar o termo Educação CTS. São conceitos diferentes que se complementam.
Teoricamente, a educação é um conceito amplo, a ação de desenvolver as faculdades psíquicas, intelectuais e
morais. Já o ensino é uma forma sistemática normal de transmitir conhecimentos, particularmente em escolas.
Recebido:Fevereiro-2013
Aprovado: Março-2013
Article
Full-text available
Introdução: Este artigo integra um amplo projeto de pesquisa sobre a trajetória da internacionalização da Arquivologia e a sua institucionalização como disciplina no Brasil. Objetivo: Investigar as contribuições francesas para a Arquivologia brasileira, por meio da circulação de obras arquivísticas francesas no Brasil. Metodologia: Pesquisa de abordagem quali-quantitativa; exploratória e descritiva, quanto aos seus objetivos; bibliográfica e documental, por meio de um estudo bibliométrico comparativo dos livros sobre arquivos e?ou Arquivologia, identificados no catálogo on-line da biblioteca do Arquivo Nacional. Resultados: A análise de 334 obras arquivísticas identificadas como livros nesse catálogo apontou que a maioria dessas obras foi publicada na década de 1980, em Paris e em francês. Tratam-se predominantemente de instrumentos de pesquisa, livros e publicações técnicas produzidos por autores de nacionalidade francesa ou que tenham sede no país, no caso de instituições internacionais. Conclusões: O universo analisado diz respeito a obras recentes, sobre questões arquivísticas diversas, inclusive na perspectiva internacional, o que pode justificar a sua circulação no Brasil. Não foi encontrada uma razão evidente para a aquisição de uma quantidade significativa de instrumentos de pesquisa de instituições francesas, pelo Arquivo Nacional. Ainda que a instituição brasileira se inspire na francesa, há outros tipos de obras que merecem investimento da instituição tendo em vista a referência do pensamento arquivístico francês, inclusive na contemporaneidade.
Article
Full-text available
Nesse artigo apresentamos os resultados de uma pesquisa de natureza qualitativa do tipo documental, com o objetivo de discutir sobre as diferentes concepções pedagógicas acerca do ensino experimental de Ciências no que tange as suas abordagens e finalidade. A metodologia constou da leitura e análise de sete artigos, os quais foram sintetizados em mapas conceituais, fundamentados na Teoria da Aprendizagem Significativa. Identificamos diferentes modelos de classificação, porém é consensual que as atividades experimentais didáticas possuem desígnios diferentes das atividades experimentais científicas, o que nos permite concluir que é imprescindível o desenvolvimento de estudos que contribuam no sentido de ampliar as concepções docentes. Palavras-chave: Investigação. Demonstração. Verificação. Laboratório. ABSTRACT In this article we present the results of a qualitative research of the documental type, with the objective of discussing about the different pedagogical conceptions about experimental science teaching regarding its approaches and purpose. The methodology consisted of reading and analyzing seven articles, which were synthesized in concept maps, based on the Meaningful Learning Theory. We have identified different classification models, but it is agreed that experimental teaching activities have different designs from scientific experimental activities, which allows us to conclude that it is essential to develop studies that contribute towards expanding teaching conceptions.
Article
Full-text available
The present article presents an analysis of the Thematic Research process as a result of a didactic intervention with the Science-Technology-Society (STS) interrelationship approach carried out with Physics undergraduate students in a discipline of Physics Teaching practice. The investigation process was based on some actions, such as an initial discussion and presentation of documentaries with a problematizing character of STS interrelationships. In the discussions of documentaries, a potentiality for the realization of dialogues marked by the Freire-STS perspective was noted. The audiovisuals covered are presented, as well as the questions raised. It is believed that this presentation becomes a possible subsidy for teachers who want to discuss issues related to the Freire-STS perspective in their classes. The audiovisual problematizations described are characterized to enhance reflection and critical sense in the subjects, in order to analyze and question the reality in which they are inserted. This article seeks to present the audiovisuals addressed, as well as the understandings and results fabricated in the approach of the problematizing artifacts in the Thematic Research process with the undergraduate students in Physics. The actions carried out (initial discussion and presentation of the problematizing audiovisuals) culminated in the establishment of the generator, energy and STS theme that were analyzed by DTA. From the analysis emerged two final categories entitled “The approach of audiovisual problematizers as a medium for the discussion of social values” and “Formative needs unveiled from the discussion of problematizers documentaries”. The analysis process revealed the potential of audiovisuals for Freire-STS discussions and the generation of generating themes.
Article
Este estudo analisou como ocorrem, para os Anos Iniciais, as abordagens dos temas Alfabetização Cientí­fica (AC) e Ciência, Tecnologia, Sociedade (CTS), a partir de documentos oficiais, de Projetos Polí­tico-Pedagógicos (PPP), Planos de Estudo (PE) e Diários de Classe (DC) de escolas públicas. Também, analisou-se o entendimento dos professores dos 4° e 5° anos das mesmas escolas sobre essas temáticas. Utilizou-se análise documental no contexto de uma pesquisa de natureza quali-quantitativa e empregou-se como método de análise a do tipo análise de conteúdo. A análise dos documentos oficiais evidencia que a temática da AC não está presente. A abordagem CTS é apresentada na maioria dos documentos oficiais de forma generalista. Em relação aos documentos escolares pode-se verificar que nos PPP das escolas não foram encontrados registros sobres as temáticas investigadas. Para PE constatou-se que existem poucos registros. Os DC trazem registos que poderiam ser considerados inclusos na perspectiva da AC e no enfoque da CTS. Em relação as concepções, conclui-se que os professores têm visões ingênuas sobre as temáticas do estudo.
Article
Full-text available
O presente artigo é parte integrante da dissertação de mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Federal de Sergipe (PPGECIMA/UFS). A pesquisa ocorreu em uma escola pública urbano-rural alagoana, cuja abordagem metodológica envolveu um Caso (SÁ; QUEIROZ, 2010) escrito para refletir sobre a escassez da Taboa (Typha domingensis), planta herbácea e perene, encontrada nos alagadiços próximos da cidade de Penedo. O objetivo foi estudar as possibilidades e limitações da inserção do artesanato, como tema social, para promover o ensino/aprendizagem de ciências/química, além de verificar a capacidade de tomada de decisão dos estudantes frente a um problema de relevância para a comunidade. Um questionário foi aplicado para levantar as impressões que os estudantes traziam sobre o artesanato, seguido da apresentação do Caso (CS) e de perguntas sobre as implicações sociais, econômicas e ambientais relacionadas com o desaparecimento do vegetal no ecossistema da região. Nossa análise, baseada em Bardin (1977), permitiu constatar que o ensino tradicional, mecanicista, racionalista, com memorização de fórmulas e conteúdos (DA SILVA, 2016) dificulta que os aprendizes exercitem a oralidade e construam textos mais consistentes, abrangentes e reflexivos. Nesse sentido, o estudo apresenta-se como alternativa para professores e estudantes, seja para romper com a educação bancária (FREIRE, 1997) e/ou exercitar a cidadania (DEMO, 1995, 2007), utilizando-se da contextualização (WARTHA et al., 2013) e da abordagem CTS (SILVA; DE CARVALHO, 2016) para sustentar os aspectos principais do CS. Palavras-chave: Ensino de Ciências. Artesanato. Caso.
Article
Full-text available
RESUMO: Nesta pesquisa analisamos os fundamentos teóricos da produção doutoral brasileira sobre Recursos Didáticos no Ensino de Biologia (EB) (1972-2014). Para isso, realizamos: i) sistematização de 876 dissertações e teses em EB (2005-2014); ii) análise hermenêutica de 24 teses sobre o foco temático Recursos Didáticos em EB (1972 a 2014), para análise do quadro teórico. Foram identificados fundamentos teóricos relacionados às abordagens Construtivistas, Perspectivas Críticas, Teorias da Linguagem e Teoria da Transposição Didática. Consideramos que as pesquisas sobre Recursos Didáticos em EB no Brasil estão fundamentadas em um compêndio teórico particular, que não mais se ancora apenas em referências gerais da Educação, Psicologia ou Filosofia, mas leva em conta a realidade educacional brasileira e as especificidades dos conteúdos biológicos e científicos.
Article
Full-text available
A pretensão de aprofundamento sobre o impacto do trabalho de Paulo Freire na produção de pesquisas na pós-graduação stricto sensu no Brasil, bem como as formas de apropriação de seu pensamento delimitam a problematização que gerou este estudo. Sua influência é significativa no campo da educação, dos movimentos sociais, da extensão rural, da política educacional e da teologia da libertação, no entanto, é pouco conhecida a sua repercussão na produção de investigação científica. O objetivo central é limitado à análise das diferentes leituras e apropriações do trabalho de Paulo Freire apresentadas na pesquisa produzida em programas de pós-graduação entre 1987 e 2010. Os resultados indicam que a obra de Paulo Freire está presente em forma direta em 233 dissertações e 138 teses, localizados em 32 diferentes universidades e suas referências são utilizadas numa ampla gama de temáticas e áreas de concentração. A desigual apropriação das categorias geradoras: ser-no-mundo (realidade), ser-com-outros (o diálogo) e ser inconcluso (liberdade/libertação), indicam inconsistências com a visão do mundo do pensamento de Freire. A categoria "diálogo" é amplamente utilizada, no entanto, as categorias "liberdade/libertação" e "realidade", indicando a dinâmica e permanente transformação histórica são pouco utilizadas.
Article
Full-text available
Resumo Nesta pesquisa, são analisados desafios a serem enfrentados no âmbito de intervenções curriculares que buscam enfocar interações entre Ciência-Tecnologia-Sociedade, mediante a abordagem de temáticas contemporâneas, marcadas pela componente científico-tecnológica. Tais encaminhamentos curriculares estão balizados por uma aproximação entre pressupostos do educador brasileiro Paulo Freire e referenciais ligados ao denominado movimento CTS. Para ocorrer uma leitura crítica da realidade, dimensão fundamental em Freire, entende-se que é, cada vez mais, fundamental uma compreensão crítica das interações entre CTS, considerando que a dinâmica social contemporânea está fortemente condicionada pela ciência e tecnologia. No contexto de tais intervenções curriculares, surge o problema de investigação: Quais os possíveis desafios a serem enfrentados/investigados quando se buscam configurações curriculares que contemplem o enfoque CTS através da abordagem de problemas de relevância social junto a EJA? Os objetivos da pesquisa são: identificar e discutir posicionamentos de professores da EJA quanto à utilização de temas/problemas de relevância social em suas aulas e identificar e discutir estrangulamentos a serem enfrentados nas instituições escolares. Esta pesquisa é de cunho qualitativo e os instrumentos utilizados foram: registros escritos, sob a forma de Diários; questionários e entrevistas. Como síntese dos resultados da investigação, são definidas quatro categorias, as quais constituem desafios a serem enfrentados: a) superação do reducionismo metodológico, ou seja, ao professor atribui-se o papel de "vencer programas"; b) o trabalho interdisciplinar; c) suposta resistência dos alunos à abordagem temática e d) desenvolvimento de temas polêmicos que envolvem conflitos/contradições locais. Neste trabalho, são discutidas as categorias a) e d). Palavras-chave: Configurações Curriculares, Abordagem Temática, Enfoque CTS, Educação de Jovens e Adultos, Desafios.
Article
Full-text available
Aprender a participar se ha convertido cada vez más en un imperativo de la educación científica y tecnológica contemporánea. El presente artículo registra algunos resultados de un proyecto de investigación orientado a promover dicha participación mediante un conjunto de didácticas. Para ello se han revisado tanto los aspectos conceptuales como Ias experiencias de participación pública a nivel internacional, con el objetivo de extraer elementos que permitan desarrollar estrategias de aprendizaje de la participación pública en cuestiones de ciencia y tecnología. Tales estrategias de aprendizaje se han propuesto tomando como unidad de análisis el concepto de sistema tecnológico propuestas son: los grupos focales, la mediación, el caso simulado, y el ciclo de responsabilidad; todas ellas en función de la participación pública en cuestiones relacionadas con los sistemas de agua potable, salud y agricultura del contexto colombiano. Learning to participate has become increasingly crucial in today's scientific education and contemporary technology. This article discloses some of the results of a research study which promotes such participation by means of different teaching techniques/approaches. Conceptual aspects as well as the public participation at an international level have also been revised to extract elements that will allow the development of learning strategies of public participation in issues related to science and technology. These learning strategies have been suggested taking the concept of technological system as the unit of analysis . It is possible to learn to participate through the notion of technological system. The proposed didactics are: focal groups, mediation, simulated cases, and the cycle of responsibility; all of which are to be considered in relation to the public participation in matters related to drinking water, health, and agriculture in the Colombian context.
Article
Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 A bibliometria e a cientometria aplicam metodos quantitativos para analises estatisticas de publicacoes e atividades cientificas. Na atualidade, pesquisadores, especialistas em informacao, bibliotecarios e tambem laboratorios, diretores de pesquisa, universidades e governo s, utilizam tecnicas e metodos bibliometricos e cientometricos para avaliar as atividades cientificas. Esse artigo discute a utilizacao da bibliometria e cientometria por profissionais da informacao e especialistas e tem o objetivo de refletir e propor um conjunto de requisitos necessarios para realizacao de analises bibliometricas e cientometricas. Do ponto de vista metodologico, o estudo esta baseado na literatura das areas da Ciencia da Informacao e da Sociologia da Ciencia, que foram compulsadas em busca de teorias e modelos explicativos, bem como sobre as posicoes divergentes e convergentes existentes no campo dos estudos metricos da informacao. O texto esta organizado em tres partes e inicia pela apresentacao de um panorama historico-conceitual da bibliometria e cientometria. Em seguida, sao focalizados os especialistas envolvidos na realizacao de analise bibliometricas e cientometricas: os bibliotecarios e os pesquisadores. Por fim, e apresentado um conjunto de requisitos para a realizacao de analises bibliometricas e cientometricas, formulados a partir da perspectiva que relaciona os diferentes usuarios dessa metodologia e os procedimentos necessarios para a sua realizacao. As conclusoes apontam a necessidade de uma maior interacao entre os diferentes especialistas envolvidos na realizacao de analises bibliometricas tendo em vista a qualidade dos estudos realizados.
Article
Partindo do pressuposto de que a sociedade, como um todo, possui o direito de participar em definições que envolvem seu destino, considera-se fundamental a democratização de processos decisórios que envolvem temas vinculados à Ciência-Tecnologia (CT). Para fundamentar ações no campo da educação CTS, busca-se uma articulação entre pressupostos do educador brasileiro Paulo Freire e referenciais ligados ao movimento CTS.
Article
It seems that the general public is somewhat disillusioned with science and technology and is demanding greater participation in important decisions as to their application in everyday life. Ideals of equality between scientists and non-scientists and of informed public debate as the preconditions for forging socially sustainable public policies need to be translated into new processes of deliberative democracy.
Article
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação, Instituto de Ciências Biológicas, Instituto de Física, Instituto de Química, 2007. A Educação de Jovens e Adultos (EJA), uma modalidade básica da educação, é caracterizada pela constituição de um público heterogêneo envolvendo uma pluralidade de sujeitos que não tiveram acesso à escola na idade própria, ou seja, que passaram por algum processo de exclusão social. Para esse público, em geral, faz-se necessária a adoção de estratégias de ensino diferentes das utilizadas em outras modalidades da educação básica. No caso específico de ensino de química, é praticamente inexistente material didático elaborado para atender as especificidades dos alunos do EJA. Nesse sentido, tive como propósito no Mestrado Profissionalizante em Ensino de Ciências elaborar um módulo de ensino de Química que buscasse atender as necessidades do EJA. Nesta dissertação, portanto, apresenta-se uma caracterização do EJA, resgatando a sua história e, em particular, a legislação mais recente e os movimentos em sua defesa das últimas décadas. Caracterizando então o contexto dessa modalidade de ensino e o seu público, são adotados princípios educacionais de Paulo Freire como referência para produzir o módulo de ensino que é apresentado em apêndice desta dissertação como produto educacional deste Mestrado. Partindo da proposta de tema gerador de Paulo Freire, selecionou-se com base na experiência do mestrando no ensino de Química na EJA, o tema “Tinta e Solventes” para desenvolver conceitos básicos de substâncias, suas propriedades e interações. Não tendo sido possível aplicar diretamente com alunos o módulo didático, o mesmo foi submetido a professores de Química com experiência no EJA para avaliação, por meio do uso de questionário com planilha adaptada de avaliação de livro didático desenvolvida por Santos (2006) neste programa de Pós-Graduação e por meio de entrevista. A avaliação dos professores com relação ao material foi bastante positiva e acredita-se que o material desenvolvido apresenta um grande potencial de produzir impactos positivos no ensino de Química no EJA dada as suas características que são exploradas na presente dissertação. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT Young People and Adult Education (YAE), a basic form of education, is characterized by its heterogeneous public, which involves a multiplicity of individuals who had no access to school at the proper age, that is, who suffered through any kind of exclusion process. For that public in general it is necessary to adopt different teaching strategies from the ones in other forms of basic education. In the case Chemistry, specifically, teaching materials which cater for the needs of YAE students’ specificity are practically non-existent. For that reason, in the Professionalizing Science Teaching Master’s Degree program, I aimed at conceiving a teaching module which would fulfill those YAE needs. In this dissertation, therefore, a characterization of YAE is presented which revisits its history, in particular the more recent laws and movements which were issued in its defense in the past decades. Once characterized the context and public of this form of education, the educational principles by Paulo Freire are adopted as a reference in order to produce the teaching module which is presented in an appendix to the present dissertation as a result of this Master’s Degree Program. With basis on Paulo Freire’s proposal that a generative theme be adopted, and also on the experience of the applicant as a teacher of Chemistry in YAE, the theme “Paints and Solvents” was selected in order to develop basic concepts such as that of substances, their properties and interactions. As the teaching module could not be implemented directly with the students, it was submitted to YAE-experienced Chemistry teachers for evaluation through the use of interviews and questionnaires with evaluation charts adapted from those for the evaluation of teaching manuals developed by Santos (2006) within the same Post- Graduation program. The response of teachers as regards the material was quite positive and the developed material is believed to present great potential for producing positive impacts in the teaching of Chemistry within YAE, given its characteristics as explored in the present dissertation.
Article
Buscou-se identificar compreensões de professores de Ciências sobre interações entre Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS) com a finalidade de respaldar ações no processo de formação inicial e continuada de professores de Ciências. Metodologicamente a pesquisa configurou-se segundo dois eixos complementares: a explicitação e fundamentação de parâmetros sobre interações entre CTS e a realização de entrevistas semiestruturadas com um grupo de 20 professores, cuja análise foi balizada pelos parâmetros. Neste trabalho, apresentam-se e discutem-se as principais tendências presentes na compreensão destes professores, bem como dimensões a serem consideradas no processo formativo: Endosso ao modelo de decisões tecnocráticas, passividade diante do desenvolvimento científico-tecnológico e a superação da perspectiva salvacionista/redentora atribuída à Ciência-Tecnologia (CT).