Conference Paper

Geografias, Políticas Públicas e Dinâmicas Territoriais QUALIDADE DO SOLO COMO INDICADOR DO IMPACTO DE TRILHAS NA RESERVA ECOLÓGICA DA JOATINGA, PARATY – RIO DE JANEIRO

Authors:
To read the full-text of this research, you can request a copy directly from the authors.

Abstract

A criação de Unidades de Conservação (UC) está se tornando cada vez mais frequente já que o constante desenvolvimento econômico da sociedade eleva a preocupação com a proteção de áreas silvestres e recursos naturais. Uma Unidade de Conservação é um espaço territorial instituído pelo poder público com a finalidade específica de conservar as características naturais relevantes presentes na área, podendo ser de Proteção Integral (API) ou de Uso Sustentável (US) (SNUC, 2000). O fato é que o conceito de UC passou a agregar a função de instrumento de recursos naturais e de gestão territorial, adotando desde a proteção integral da natureza, até a gestão ordenada do território e dos bens que o ser humano pode obter dos ecossistemas. Vê-se, portanto, que hoje as unidades de conservação ultrapassam a lógica da proteção isolada de fragmentos de habitats, para uma estratégia de proteção do todo, buscando reorientar opções econômicas e políticas sobre o acesso e uso dos recursos naturais. Antes da criação do SNUC (2000), existia uma categoria de área protegida chamada Reserva Ecológica, porém após sua criação, essa categoria deixou de integrar as Áreas de Proteção Integral, sendo desdobrada em Estação Ecológica e Reserva Biológica. Considerando que algumas Unidades de Conservação encontram-se em áreas de difícil acesso, são criadas trilhas, que significam "caminho, rastro ou picada". (CASTILHO, 2006) Essas trilhas possuem diferentes formas, comprimentos e larguras, e possibilitam a aproximação dos visitantes ao ambiente natural, podendo conduzi-los a um atrativo específico, tornando possível seu entretenimento ou educação por meio de sinalizações ou de outros recursos interpretativos (NEIMAN, et. al. 2009). Andrade (2008) destaca que a principal função das trilhas é suprir a necessidade de deslocamento.

No full-text available

Request Full-text Paper PDF

To read the full-text of this research,
you can request a copy directly from the authors.

ResearchGate has not been able to resolve any citations for this publication.
ResearchGate has not been able to resolve any references for this publication.