ArticlePDF Available

Pesquisa básica em homeopatia: revisão bibliográfica [Basic research in homeopathy: a bibliographic revision]

Authors:
  • School of Medicine University of Sao Paulo

Abstract

The homepathy is based in different principles of classic scientific model, turning difficult its understanding and acceptance for the traditional academic middle, that it leans on in the cartesian paradigm. So to get to legitimate the homeopathy before the modern episteme, it becomes fundamental the production of researches that they confirm the homeopathic presuppositions: principle of similitude, experimentation in the healthy man and infinitesimal doses. While the clinical trials confirm the effectiveness of the homoeopathic treatment in a series of illnesses, experiments in the basic areas of the science sustain the validity of the homoeopathic foundations. In this revision work, we told the main studies accomplished in several areas of the modern experimental research that endorse the homoeopathic pillars, bringing an idea of the roads until then trodden, aiding the sympathizers of the homeopathy to intend to venture in this taskwork and trying to satisfy the longing of those that shout for scientific proofs of the homoeopathic model. RESUMO: A homeopatia fundamenta-se em princípios distintos do modelo científico clássico, tornando difícil sua compreensão e aceitação pelo meio acadêmico tradicional, que se apoia no paradigma cartesiano. Para que se consiga legitimar a homeopatia perante a episteme moderna, torna-se fundamental a produção de pesquisas que confirmem os pressupostos homeopáticos: princípio da similitude, experimentação no homem são e doses infinitesimais. Enquanto os ensaios clínicos confirmam a eficácia do tratamento homeopático numa série de enfermidades, experimentos nas áreas básicas da ciência sustentam a validade dos fundamentos homeopáticos. Neste trabalho de revisão, relatamos os principais estudos realizados nas diversas áreas da pesquisa experimental moderna que endossam os pilares homeopáticos, trazendo uma idéia dos caminhos até então trilhados, auxiliando os simpatizantes da homeopatia que pretendam se aventurar nesta empreitada e procurando satisfazer o anseio daqueles que clamam por comprovações científicas do modelo homeopático.
A preview of the PDF is not available
... A classe homeopática, freqüentemente, recebe críticas ao seu modelo terapêutico, por estar fundamentado em pressupostos distintos do conhecimento científico clássico. Através da mídia, são veiculadas frases como: "o modelo homeopático é um acinte à racionalidade e à ciência"; "os pressupostos homeopáticos são argumentos pseudocientíficos"; não existem evidências científicas confiáveis que comprovem a eficácia do tratamento homeopático nas doenças"; "o pessoal que utiliza produtos homeopáticos nunca vai realizar trabalhos científicos para estudá-los" (11) . Entretanto, há na literatura científica, inúmeros trabalhos atestando a eficácia da homeopatia (11)(12)(13)(14) . ...
... Através da mídia, são veiculadas frases como: "o modelo homeopático é um acinte à racionalidade e à ciência"; "os pressupostos homeopáticos são argumentos pseudocientíficos"; não existem evidências científicas confiáveis que comprovem a eficácia do tratamento homeopático nas doenças"; "o pessoal que utiliza produtos homeopáticos nunca vai realizar trabalhos científicos para estudá-los" (11) . Entretanto, há na literatura científica, inúmeros trabalhos atestando a eficácia da homeopatia (11)(12)(13)(14) . ...
... A racionalidade científica moderna exige da homeopatia e de seus pesquisadores um embasamento segundo os ditames da atual "medicina baseada em evidências". Essa é a linguagem utilizada em qualquer ambiente universitário e, para a aproximação do mesmo, devem ser evidenciadas as pesquisas homeopáticas existentes e a fomentação de novos trabalhos científicos, buscando ratificar os pressupostos homeopáticos tanto na área clínica quanto nas áreas básicas da Ciência (11) . ...
Article
Full-text available
Periodontal maintenance care is an essential part of periodontal therapy for patients diagnosed with Aggressive Periodontitis, being, however, hard to instruct and to motivate these patients to follow a careful and effective program of maintenance for all their lives. A literature review was done, by means of relevant papers published on the last four decades, pointing out the importance of individual susceptibility for the appearance of aggressive periodontitis and to discuss the importance of a maintenance therapy on its treatment, applying Homeopathy and Isopathy. Homeopathy consists on a complex therapeutic system mainly based on the “Law of Similarity”, that is, the illness may be healed by drugs that produce similar symptoms in a healthy organism and, in this conception, the disease is understood as an energetic unbalance, in which internal and external factors acting on the subject’s susceptibility are considered and can be expressed by an individual symptomathology that goes from the rational sphere to the somatic sphere. On the other hand, Isopathy is the method of treatment with therapeutic agent, which actions on a healthy subject consist on pharmacodynamic manifestations similar to those observed in a sick person. Based on these concepts, the authors establish a hypothesis of the effectiveness of Homeopathy and Isopathy, the latter through auto-medications or auto-biotherapies, that are products which the active principal is obtained from the patient himself (gingival tissue and secretions), and that may be used as auxiliary treatments in the maintenance therapy of Aggressive Periodontitis.
... 63,10 Durante o processo de dinamização, acredita-se que sejam transmitidas ao diluente as propriedades da substância de origem. 62,10,64 Uma série de homeopatas tem proposto hipóteses para explicar o mecanismo de ação da homeopatia e de que forma o diluente captaria as "informaç ões" do soluto ( fig. 4). Davydov 65 acredita que durante o processo de dinamização o soluto poderia liberar sua energia ativa para o solvente, através da quebra de algumas das suas diminutas partículas do seu átomo. ...
Article
Full-text available
A homeopatia apresenta‐se como uma excelente opção de baixo custo e toxicidade para uso na prática da reprodução tanto humana quanto animal. Entretanto, desperta um alto nível de ceticismo em relação a sua real eficácia, notadamente devido ao possível efeito placebo. O uso de modelos in vitro, como a tecnologia do ovário artificial, apresenta‐se como uma ferramenta de grande precisão para dirimir tal controvérsia. Diante disso, esta revisão tem como objetivo fornecer algumas bases sobre a foliculogênese e sua regulação, relatar a importância do cultivo in vitro, com ênfase no hormônio folículo estimulante (FSH), na avaliação do papel dos medicamentos homeopáticos no tratamento de distúrbios reprodutivos ovarianos e no seu uso para melhorar as biotécnicas reprodutivas.
... " Pesquisa básica em homeopatia: revisão bibliográfica [34] A homeopatia fundamenta-se em princípios distintos do modelo científico clássico, tornando difícil sua compreensão e aceitação pelo meio acadêmico tradicional, que se apoia no paradigma cartesiano. Para que se consiga legitimar a homeopatia perante a episteme moderna, torna-se fundamental a produção de pesquisas que confirmem os pressupostos homeopáticos: princípio da similitude, experimentação no homem são, medicamentos dinamizados (ultra-diluições) e individualizados. ...
Article
Full-text available
Founded in 1936 to divulgate studies on homeopathy and related fields, Revista de Homeopatia, edited by the São Paulo Medical Homeopathic Association, is one of the oldest homeopathic scientific publications in the world, and is currently included in several databases and digital libraries. Initially published in printed format, starting 2008 it became an open-access electronic journal “to facilitate the access to this ield of medical-scientific studies”. Based on that same ideal, I recently made a collection of articles ublished in this journal, as well as in Revista de Homeopatia, edited by the Brazilian Medical Homeopathic Association, available online. To facilitate the initial immersion in the wide-scoped content of these “Homeopathic studies, in this article I present a synthesis of the results and conclusions of articles published over 20 years, with some additional reflections on the relevance of those publications for my clinical practice, as well as for the elaboration of other varieties of scientific productions. RESUMO: Inaugurada em 1936, com o intuito de difundir estudos relacionados à homeopatia e áreas afins, a Revista de Homeopatia da Associação Paulista de Homeopatia (APH) é uma das mais antigas publicações científicas homeopáticas, estando incluída em diversos bancos de dados e bibliotecas virtuais. Inicialmente editada na forma impressa, passou a ser disponibilizada na forma online por acesso aberto a partir de 2008, facilitando o “acesso ao saber construído nesta área de estudos médicos científicos”. Compartilhando esse mesmo ideal, disponibilizei recentemente, em formato digital de livre acesso, uma coletânea de artigos publicados na forma impressa da revista, juntamente com estudos publicados na Revista de Homeopatia da Associação Médica Homeopática Brasileira (AMHB). Objetivando facilitar o contato de todos ao vasto conteúdo destes “Estudos homeopáticos”, elaborei neste artigo uma síntese dos resultados e conclusões destes 20 anos de publicações na Revista de Homeopatia (São Paulo), acrescentando algumas reflexões sobre a importância das mesmas na minha prática clínica e na elaboração de outras produções científicas.
... Se por um lado este critério é um meio rápido de aplicação da homeopatia na agricultura, por outro ele não considera os sintomas típicos apresentados pelos vegetais, os quais diferem bastante dos sintomas humanos. Assim, a experimentação patogenética em plantas pode contribuir bastante para o desenvolvimento da homeopatia na agricultura [2,3], uma vez que permitirá a aplicação do princípio da similitude com base nos sintomas característicos das plantas. ...
Article
Full-text available
A homeopatia é considerada como uma prática para manejo de doenças e pragas na agricultura orgânica. No entanto, ao contrário dos médicos que dispõe das Matérias Médicas e Repertórios para a escolha do medicamento homeopático mais adequado para o paciente, os agrônomos não dispõem de uma Matéria Médica Homeopática de Plantas (MMHP) com sintomas observados em vegetais. Objetivos: O objetivo deste trabalho foi realizar uma experimentação patogenética homeopática em vegetais, comparando os sintomas apresentados por uma cultivar de feijoeiro e uma cultivar de tomateiro após a administração de ácido bórico em dose ponderal e na dinamização 6cH. Métodos: Foram conduzidos quatro experimentos, dois com tomateiro e dois com feijoeiro, sendo que as plantas receberam entre uma a seis pulverizações dos tratamentos. Resultados: Observaram-se diferenças entre as espécies quanto à sensibilidade ao ácido bórico: nenhuma planta de tomateiro que recebeu Boro 6cH apresentou sintomas, diferentemente do feijoeiro. Por outro lado, nos ensaios com ácido bórico em dose ponderal o tomateiro apresentou três sintomas a mais que o feijoeiro. Nos ensaios com feijoeiro, um maior número de plantas apresentou sintomas após o tratamento com ácido bórico na dose ponderal do que com ácido bórico 6cH. Conclusões: Estes resultados sugerem que na elaboração de uma Matéria Médica Homeopática de Plantas (MMHP) deve ser considerada a espécie vegetal na qual os sintomas foram obtidos. Além disso, as experimentações patogenéticas homeopáticas em vegetais devem ser realizadas tanto com doses ponderais quanto com doses dinamizadas, a fim de que as diferenças na sensibilidade entre espécies possam ser mais bem detectadas.
... Com o intuito de fundamentar os pilares da homeopatia (princípio da similitude, experimentação no indivíduo sadio e medicamento dinamizado) no conhecimento científico moderno, iremos citar algumas linhas de pesquisa contemporâneas que endossam os pressupostos homeopáticos citados, descritos mais detalhadamente em revisões anteriores (Teixeira, 2001a(Teixeira, , 2004(Teixeira, , 2006b(Teixeira, , 2008b. Pelas dificuldades encontradas no desenho e na condução destes protocolos de pesquisa, inerentes a um modelo que aplica princípios distintos dos usualmente investigados, um número limitado de estudos de qualidade são identificados na literatura. ...
Thesis
Full-text available
Allergic rhinitis is a common clinical condition which presented several symptoms in a significant number of patients, deteriorating the quality of life in those resistant to the usual treatments (antihistamines and topical nasal corticosteroids). Presenting similar curative principles, sublingual immunotherapy and homeopathy can reduce symptoms and medication requirements in allergic rhinitis, although the efficacy and effectiveness of both therapeutics are not still sufficiently known. OBJECTIVES: The objective of this study was to evaluate clinical effectiveness of prolonged individualized homeopathic treatment, compared with placebo, in adults with perennial allergic rhinitis. METHODS: A total of 41 adults with perennial allergic rhinitis were enrolled in a first double-blind placebo-controlled phase for six months, and treated on a weekly basis with sublingual doses of single individualized homeopathic medicines or placebo. After this closed initial phase, all patients were invited to participate in an open label controlled phase, in that they would receive homeopathic treatment for the maximum period of 36 months, and the results were compared with the improvement of the initial phase. Signs and symptoms scores, rescue medication requirements and quality of life were assessed by questionnaires and personal clinical evaluation by a same independent researcher, before and after each phase. Applied homeopathic and rescue drugs dosage, and side effects were documented by diary cards. Primary and secondary clinical outcome were, respectively, specific and general allergic signs and symptoms scores. Total IgE titles were performed before and after each phase. RESULTS: After six months of placebo-controlled phase, analyzing all patients included in the study per protocol, we observed no significant difference between treatment and placebo groups in primary and secondary clinical outcomes, use of rescue drugs, quality of life and total IgE. However, second phase subgroups analysis showed a significant and growing improvement of clinical symptoms after 12 months of individualized homeopathic treatment, comparatively to the same patients' variation in closed initial phase. Significant difference in quality of life score were observed only after second homeopathic treatment year. CONCLUSION: In this study, homeopathic treatment was accompanied by a significant placebo effect. Effectiveness of homeopathy could be seen after 12 months of therapy, presenting preventive effect of long duration after 36 months of individualized homeopathic treatment.. RESUMO: A rinite alérgica é uma condição clínica comum que apresenta sintomas diversos num significante número de pacientes, deteriorando a qualidade de vida daqueles refratários aos tratamentos usuais (anti-histamínicos e corticosteróides nasais tópicos). Apresentando princípios curativos similares, a imunoterapia sublingual e a homeopatia podem reduzir os sintomas e a necessidade de medicamentos na rinite alérgica, embora a eficácia e a efetividade de ambas terapêuticas não sejam ainda suficientemente conhecidas. OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi avaliar a efetividade clínica do tratamento homeopático individualizado prolongado, comparativamente ao placebo, em adultos portadores de rinite alérgica perene. MÉTODOS: Um total de 41 pacientes com rinite alérgica perene foi alocado numa primeira fase duplo-cego e placebo-controlada durante seis meses, sendo tratada com doses sublinguais semanais de medicamentos homeopáticos individualizados ou placebo. Após esta fase inicial fechada, todos os pacientes foram convidados a participar de uma segunda fase controlada aberta, em que receberiam tratamento homeopático pelo período máximo de 36 meses, e os resultados foram comparados com a melhora da fase inicial. O escore dos sinais e sintomas, a necessidade de medicamentos de resgate e a qualidade de vida foram mensurados por questionários e avaliações clínicas pessoais, aplicadas por um mesmo avaliador independente, antes e após cada fase. As doses dos medicamentos homeopáticos e de resgate utilizados, assim como os efeitos colaterais, foram documentados num diário pessoal. Os desfechos clínicos primário e secundários foram, respectivamente, os escores dos sinais e sintomas alérgicos específicos e gerais. Títulos da IgE total foram mensurados antes e após cada fase. RESULTADOS: Após os seis meses da fase placebo-controlada inicial, na análise por protocolo de todos os pacientes incluídos no estudo, não foram observadas diferenças significativas entre os grupos ativo e placebo nos escores clínicos, na utilização de drogas de resgate, na qualidade de vida e nos títulos da IgE total. Entretanto, as análises dos subgrupos da segunda fase mostraram uma crescente e significativa melhora nos desfechos clínicos primário e secundários após 12 meses de tratamento homeopático individualizado, comparativamente à variação de melhora dos mesmos pacientes na fase inicial fechada. Diferença significativa na qualidade de vida foi observada apenas após o segundo ano de tratamento homeopático. CONCLUSÃO: Neste estudo, o tratamento homeopático foi acompanhado de um significante efeito placebo. A efetividade da homeopatia pôde ser observada após 12 meses da terapêutica, apresentando efeito preventivo de longa duração após 36 meses de tratamento homeopático individualizado.
... Neste trabalho, junto com uma síntese dos aspectos da racionalidade científica que respaldam a aplicação dos pressupostos homeopáticos segundo as pesquisas básica e clínica [5][6][7] , iremos discorrer sobre algumas das inúmeras indicações do tratamento homeopático nos distúrbios emocionais e comportamentais da infância e da adolescência. ...
Article
Full-text available
Objective: to discuss the scientific rationality of the homeopathic model and it’s application in the treatment of the emotional and behavioral disturbances of childhood and the adolescence. Data source: literature reviews, studies and books that approach the mentioned themes. Data synthesis: the homeopathic treatment of the diseases applies a principle of cure that stimulates the organism to react against their own disturbances (similitude principle), administering to the patients infinitesimal doses of substances that present the intrinsic pathogenetic property of waking up, in healthy people, similar symptoms to the that one want to cure. Using a global semiology homoeopathy incorporates the aspects of the binomial sick-disease in the selection of the individualized medicine, propitiating a treatment of low cost, without side effects, that increases the clinical resolution of chronic diseases in general. Conclusions: valuing the emotional and psychic manifestations described in the experimentation of the medicinal substances in healthy individuals (homeopathic pathogenetic experimentation), the homeopathy can act in a specific way in the treatment human behavior disturbs, modulating the individual susceptibilities. RESUMO Objetivo: discutir a racionalidade científica do modelo homeopático e sua aplicação no tratamento dos distúrbios emocionais e comportamentais da infância e da adolescência. Fontes Dos Dados: revisões, artigos e livros que abordam os temas citados. Síntese Dos Dados: o tratamento homeopático das doenças aplica um princípio de cura que estimula o organismo a reagir contra seus próprios distúrbios (princípio da similitude), administrando aos doentes doses infinitesimais de substâncias que apresentam a propriedade patogenética intrínseca de despertar, em pessoas sadias, sintomas semelhantes aos que se desejam curar. Empregando uma semiologia globalizante, incorpora os múltiplos aspectos do binômio doente-doença na seleção do medicamento individualizado, propiciando uma terapêutica de baixo custo, isenta de efeitos colaterais e que incrementa a resolutividade clínica das doenças crônicas em geral. Conclusões: valorizando as manifestações emocionais e psíquicas descritas na experimentação das substâncias medicinais em indivíduos sadios (experimentação patogenética homeopática), a homeopatia pode atuar de forma específica no tratamento dos transtornos comportamentais humanos, modulando as suscetibilidades individuais.
... Atualmente, o uso de medicamentos ultradiluídos (homeopáticos e bioterápicos) cresce à medida que os medicamentos convencionais não conseguem os efeitos esperados ou produzem efeitos colaterais que afetam a adesão ao tratamento 14 . Embora inúmeros estudos sejam realizados na tentativa de elucidar o mecanismo e a eficácia destes medicamentos, sua utilização ainda é muito discutida em virtude das falhas metodológicas observadas em alguns estudos 15,16,17,18 . ...
Article
Full-text available
Este trabalho teve como objetivo avaliar o uso de bioterápicos na infecção experimental murina por Trypanosoma cruzi, pela análise da metodologia utilizada e resultados alcançados nas publicações selecionadas. Foram utilizadas para pesquisa as bases de dados: PubMed, LILACS, Latindex e HomeoIndex, com as palavras chaves (português e inglês): bioterápico, Trypanosoma cruzi, homeopatia e modelo animal. Os critérios de inclusão foram publicações com bioterápicos no tratamento da infecção experimental murina por T. cruzi, publicados Janeiro/2000 a Abril/2014. A análise da descrição da metodologia utilizada nas publicações foi realizada com base no protocolo “Reporting experiments in homeopathic basic research – A detailed guideline for authors. Foi encontrado nas bases científicas selecionadas um total de 28 publicações abordando o tema proposto. Após avaliação dos critérios de inclusão, 13 publicações (5 artigos completos e 8 resumos) foram utilizadas e 15 publicações foram excluídas. A análise das publicações demonstrou que, apesar das limitações encontradas (pequeno número de artigos originais sobre o assunto e a maioria dos trabalhos pertencerem a um único grupo), houve uma evolução na descrição metodológica dos estudos nos últimos anos, além de resultados parasitológicos, clínicos e imunológicos positivos que demonstram os efeitos destes medicamentos ultradiluídos na infecção experimental murina por T. cruzi.
Working Paper
Homeopathy views the patient, not the illness, where the process of cure happens by the restoration of balance of the vital energy, being the medicine in its principles the cure, an ultra-diluted data of unique make. Its vision is holistic, not vising only the physical body of the being, but its mind and the interaction with the environment. In Veterinary Medicine its use is usually applied in the Organic Livestock, in horses the complementary medicine is used for animals which are athletes contributing for their performance. Gastrointestinal helminths can cause many losses on horse breeding, health and welfare of the animals. By these means, the goal of the research is to verify homeopathy for the prevention and control of gastrointestinal parasites in horses. In that way, eight horses of the breed Criollo from the city of Gaspar in the state of Santa Catarina were verified, proceeding Faecal Egg Counts before and after the use of homeopathic medicine based on Belladona 30CH, being given ten drops orally on the first three days and after a weekly doses, during five weeks, making statistical analysis afterwards. The number of samples was reduced, by that reason, it was not statistically proven that the treatment with homeopathy can reduce the parasite load, but individually, there was a reduction, being verified that the superfamily Strongylidae and the species Pascaris equorum were the main gastrointestinal helmiths observed in the horses of that property, also being verified by the farm staff, that there was a significant reduction of the stress when related to the behaviour problem of biting wood. Keywords: Animal welfare; Repertorization; behaviour disorder
Article
Full-text available
Introduction: Everyone that is devoted to homeopathy teaching is aware of the apprentices' difficulty concerning the theoretical understanding of the homoeopathic presuppositions, as they are inserted in paradigms that are different from those spread by the hegemonic science. Objective: Based on that, we suggested the inclusion of the Brief Homoeopathic Pathogenetic Experimentation as a curricular subject and teaching method in the homeopathy disciplines taught in medical school, so that the theoretical knowledge of the homoeopathic presuppositions is supported by practical experience. Method: Following the premises mentioned in Organon, the pathogenetic experimentation was offered as a voluntary activity, including only the students that are free of chronic diseases and which had not regularly used medicines in the last three months. We suggested that the experienced medicine, given once a week in one sole dose in the 30 CH potency, should be a polycrest, with symptoms described in several homoeopathic medical matters, so that at the end of the self-observation period the experimenters' symptoms could be compared to the previous pathogenesis. Results: Twenty one of the thirty students that studied homeopathy as the elective discipline at the Medical School of University of São Paulo (FMUSP) in 2003 participated in the experimentation, describing the several classes of symptoms according to the specific methodology and daily report, many of them with peculiar characteristics and notable idiosyncrasy. The whole group of students was favorable to the didactic proposal, experiencing, as a personal experience, or via their friends´ experience, the dynamized substances´ property of raising symptoms in healthy individuals, as well as raising a healing reaction in pre-existent symptoms, according to the principle of therapeutic similarity. Conclusion: As a didactic method, the brief homoeopathic pathogenetic experimentation is extremely effective regarding the sedimentation of the homoeopathic foundations, enabling the observation of idiosyncratic manifestations of the human individuality based on a qualitative methodology. Nothing impedes that, with a larger number of participants, we can even apply the randomized, double-blind and placebo-controlled method, increasing the scientific rigidity in the valorization of the surge of pathogenetic symptons. RESUMO Introdução: Todos que se dedicam ao ensino da homeopatia observam a dificuldade dos aprendizes no entendimento teórico dos pressupostos homeopáticos, por estarem inseridos em paradigmas distintos aos propagados pela ciência hegemônica. Objetivo: Em vista disto, sugerimos a inclusão da 'Experimentação Patogenética Homeopática Breve' como item curricular e método de ensino nas disciplinas de homeopatia ministradas junto às escolas de medicina, a fim de que o conhecimento teórico dos pressupostos homeopáticos seja sedimentado através da vivência prática. Método: Seguindo as premissas citadas no Organon, a experimentação patogenética foi oferecida como atividade voluntária, incluindo apenas os estudantes isentos de doenças crônicas e abstinentes do uso regular de medicamentos nos últimos três meses. Sugerimos que o medicamento experimentado, em doses únicas semanais e na potência 30 CH, deva ser um policresto, com sintomas descritos em diversas matérias médicas homeopáticas, para que ao final do período de auto-observação os sintomas dos experimentadores possam ser confrontados com as patogenesias prévias. Resultados: Do total de 30 alunos que cursaram a disciplina eletiva de homeopatia, ministrada na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) em 2003, 21 participaram da experimentação, descrevendo as diversas classes de sintomas segundo metodologia específica e em relatório diário, muitos deles com características peculiares e de notável idiossincrasia. A totalidade dos estudantes colocou-se favorável à proposta didática, vivenciando em si próprios ou nos colegas a propriedade das substâncias dinamizadas despertarem sintomas em indivíduos sadios, assim como despertarem uma reação curativa em sintomas pré-existentes segundo o princípio da similitude terapêutica. Conclusão: Como método didático, a experimentação patogenética homeopática breve mostrou-se extremamente eficaz na sedimentação dos fundamentos homeopáticos, possibilitando através de metodologia qualitativa a observação de manifestações idiossincrásicas da individualidade humana. Nada impede que, com um número maior de participantes, apliquemos o método randomizado, duplo-cego e placebo-controlado, aumentando o rigor científico na valorização do surgimento de sintomas patogenéticos.
Article
Full-text available
Taking advantage the proposal of XXVI Brazilian Congress of Homeopathy, that looks for to contemplate on 'the degradation of the environment and their consequences about the health and the quality of life of the population', we are proposing a model of homoeopathic research in the agriculture, in order to systematize a methodology of homoeopathic treatment to the agricultural diseases, to the curses and the nutritional lacks of the plants. This project is the beginning of a study about the viability of the use of the homeopathy in the control of diseases of plants. Using the basic premises of the homoeopathic method, we elaborated a research project that includes from the experimentation in healthy plants, prerequisite for the future elaboration of a 'Compendium of Homoeopathic Symptoms Vegetables' ('Homeopathic Materia Vegetable'), until the prevention and treatment of the disease in study. In this work in development in the Agronomic Institute of Paraná (IAPAR) we are studying critically the countless variables of the homoeopathic application in plants (time of pre and post-treatment, homoeopathic potencies, etc.), in order to escape from the empiricism and to create safe parameters so that we can indicate the utilization of the homeopathy in agriculture. RESUMO: Aproveitando a proposta do XXVI Congresso Brasileiro de Homeopatia, que busca refletir sobre 'a degradação do meio ambiente e suas conseqüências sobre a saúde e a qualidade de vida da população', estamos propondo um modelo de pesquisa homeopática na agricultura, a fim de sistematizarmos uma metodologia de tratamento homeopático às doenças, às pragas e às carências nutricionais das plantas. Este projeto é o início de um estudo sobre a viabilidade do emprego da homeopatia no controle de doenças de plantas. Utilizando as premissas básicas do método homeopático, elaboramos um projeto de pesquisa que engloba desde a experimentação em plantas sadias, pré-requisito para a elaboração futura de um 'Compêndio de Sintomas Homeopáticos Vegetais' ('Matéria Vegetal Homeopática'), até a prevenção e o tratamento da doença em estudo. Neste trabalho em desenvolvimento no Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR), estamos estudando criteriosamente as inúmeras variáveis da aplicação homeopática em plantas (tempo de pré e pós-tratamento, potências homeopáticas, etc.), a fim de fugirmos do empirismo e criarmos parâmetros seguros para que se possa indicar futuramente o emprego da homeopatia na agricultura.
Article
Full-text available
The effects of Arnica montana, either alone or in combination with other homeopathic substances, have been observed in experimental and clinical studies. However its mechanism of action has not been elucidated. This paper presents the findings of a study of the antii-inflammatory effects of Traumeeel (a preparation containing Arnica montana and other plant extracts as well as minerals that could potentially work synergistically) using various in vitro and in vivo models.
Book
Full-text available
La "biodinamica", così come qui presentata si occupa di quei complessi ed ancora per buona parte misteriosi processi di continua trasformazione dell’essere vivente, visto come sistema individuale ed allo stesso tempo connesso col suo ambiente. Questi processi dinamici (sempre in movimento ed evoluzione) garantiscono il potere di guarigione e di riparazione dell’organismo, ma essi stessi, quando non ben funzionanti, possono divenire importanti meccanismi di danno e di patologia. La comprensione e la guida dei sistemi di guarigione è forse la massima aspirazione della medicina: ecco perché la biodinamica non è solo una scienza teorica ma, inevitabilmente, tende ad influire sui metodi di osservazione, di ragionamento clinico e di terapia, secondo una prospettiva che chiameremo “medicina integrata” per la vastità dei suoi orizzonti scientifici e antropologici, che qui saranno presentati. Le problematiche scientifiche poste dalla medicina biodinamica si intrecciano, infatti, con le teorie proposte da alcune tradizioni mediche, le quali hanno sviluppato da secoli concezioni dinamiche dell’uomo (vedi il concetto di energia - il “Ch’i” - dei cinesi, l’antica “forza vitale” di Hahnemann, o la “vis medicatrix naturae” di Ippocrate). Tali tradizioni oggi sono rivalutate, anche in ambito scientifico, come possibili stimoli ad affrontare le nuove sfide poste alla medicina dalle mutate condizioni di vita e dalle nuove patologie. Il XX secolo non si è distinto solo per la conoscenza di meccanismi sempre più precisi, ma ha pure scoperto il principio d’indeterminazione e la teoria del caos, con i limiti invalicabili per l’analisi degli oggetti e per la previsione dei fenomeni. Questa nuova “conoscenza del limite” non è un regresso, ma un avanzamento verso una visione più realistica della scienza, della medicina e della cultura. Ed in questa discrepanza tra teoria e pratica si rivela il limite della medicina di fronte a molte comuni patologie. Questo libro vuole aiutare a conoscere meglio tale limite, per cercare di superarlo.
Chapter
The aim of our studies is to understand the stimulation of self-recovery processes at the cellular level by compounds which are applied according to the similia-principle.