Article

Técnica de proteção cerebral na angioplastia e "stent" de carótida: um procedimento eficaz contra embolia

Arquivos de Neuro-Psiquiatria (Impact Factor: 0.84). 01/2003; DOI: 10.1590/S0004-282X2003000200028
Source: DOAJ

ABSTRACT

OBJETIVO: Descrever a técnica de proteção cerebral usada na angioplastia com colocação de "stent" para tratamento de lesões estenóticas da bifurcação carotídea, mostrando sua eficiência em evitar a embolia durante o procedimento. MÉTODOS: QUAREnta e dois pacientes (47 artérias) foram tratados com a técnica de proteção cerebral que consistiu na oclusão temporária da carótida interna acima da estenose, fazendo-se aspiração e injeção de solução de glicose a 5% na carótida interna após a colocação de "stent" e angioplastia, para remover eventuais fragmentos da placa. RESULTADOS: A angioplastia foi eficiente em todos os casos. Não ocorreu embolia nos pacientes deste estudo nos quais se utilizou a técnica de proteção cerebral na sua versão completa. Embolia ocorreu em um paciente, durante pré-dilatação da estenose, antes de se usar a técnica de proteção cerebral. CONCLUSÃO: A técnica de proteção cerebral foi eficiente em evitar a embolia nos procedimentos realizados. Esses dados concordam com os da literatura e o uso desta técnica amplia as indicações da angioplastia carotídea.

Full-text preview

Available from: scielo.br