Article

ANATOMIA PARA-PROTÉTICA: IMPORTÂNCIA EM PRÓTESE TOTAL PARA-PROSTHETIC ANATOMY: IMPORTANCE IN COMPLETE DENTURES

01/2004;

ABSTRACT

RESUMO O conhecimento das estruturas anatômicas da cavidade oral é fundamental para realização do tratamento protético, bem como das alterações ocorridas nos tecidos ósseo, gengival, muscular e nas articulações têmporo-mandibulares (ATM) com a perda dos dentes. Tais modificações afetam a mastigação, fonação, estética e conforto do paciente. Alterações como reabsorção óssea, hipotonicidade muscular e disfunções da ATM podem ser amenizados com um tratamento reabilitador protético adequado. O entendimento destes processos propicia a realização de uma reabilitação consciente, suprindo as necessidades e expectativas do paciente e proporcionando satisfação ao dentista. Assim, na confecção dessa prótese deve-se respeitar os limites anatômicos e fisiológicos da atuação da musculatura envolvida, analisar a área de rebordo residual, definindo corretamente a área chapeavel, diagnosticar a presença de bridas e torus e no assoalho bucal deve-se respeitar o freio lingual, as inserções dos músculos genioglosso e o fórnix gengival. Conhecer e respeitar as estruturas anatômicas é essencial para a obtenção de sucesso no tratamento de indivíduos desdentados totais.

  • Source
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: This study proposes to measure and compare anthropometric measurements between toothed and toothless maxillas. 26 human skulls were used with: 13 toothed and 13 toothless maxillas. The measurements were made between the distances of the alveolar ridge (AR): the anterior nasal spine (ANS), to the incisive foramen (FI) and the palatine foramen, greater (FPMA) and lower (FPME) on both sides by two evaluators. The data obtained showed that the average of the measurements were correspondingly higher in toothed maxillas than in toothless, for all measurements in any one of the evaluators. The AR-ANS (p = 0.001), IF-AR (p = 0.006), AR-FPMA right (p = 0.001) and AR-FPMA left (p <0.001) and AR-FPME on both sides (p = 0.001) demonstrating significant differences between the two types of maxilla. Thus we verify that, as the tooth loss occurs, irreversible anatomical changes take place in the maxilla bone, which must be taken into account in the design and manufacture of prostheses and osseointegrated implants.
    Preview · Article · Sep 2012 · International Journal of Morphology