Article

A representação social da autonomia profissional do enfermeiro na Saúde Pública

Revista brasileira de enfermagem (Impact Factor: 0.25). 08/2005; 58(4):393-8. DOI: 10.1590/S0034-71672005000400003

ABSTRACT

RESUMO O objeto deste estudo foi a autonomia profissional do enfermeiro e possuiu os seguintes objetivos específicos: descrever e analisar as representações sociais do papel profissional dos enfermeiros de saúde pública e analisar o binômio autonomia-dependência profissional dos enfermeiros. Como referencial teórico-metodológico optou-se pela Teoria das Representações Sociais. Realizou-se entrevista em profundidade com 30 enfermeiros da rede básica de um município do interior do Rio de Janeiro. Para análise dos dados utilizou-se o software Alceste 4.5. O programa gerou cinco classes, duas expressam a formação/absorção profissional e três a prática profissional. As categorias analíticas foram constituídas a partir das dimensões nas quais as representações sociais se expressam: os conceitos, os posicionamentos e as práticas de autonomia profissional. Descritores: Autonomia profissional; Papel do profissional de enfermagem; Papel profissional; Enfermagem em saúde pública. ABSTRACT The object of this study was the nurse´s professional autonomy and had the following specific objectives: describe and analyze the social representations of the nursesrofessional role and analyze the professional autonomy-dependence binomial. As theoretical methodological reference it was chose the Social Representations Theory. It was proceeded in-depth interviews with 30 nurses of the basic health system from a county in Rio de Janeiro state. To the data analysis it was used the Alceste 4.5 software. The software generated five classes, two express the professional formation/absorption and three the professional. Practice. The analytical categories were constituted from the dimensions in which the social representations express themselves: the conceptions, the positions and the professional practices autonomy Descriptors: Professional autonomy; Nurse's role; Profesional role; Public health nursing.

  • Source
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: RESUMO: RESUMO: RESUMO: RESUMO: RESUMO: Definiu-se como objetivo deste estudo analisar a estrutura representacional de enfermeiros acerca da enfermagem. Trata-se de uma pesquisa qualitativa baseada na Teoria das Representações Sociais em sua abordagem estrutural e desenvolvida com 83 enfermeiros de um município do Estado do Rio de Janeiro. Os dados foram coletados através de evocações livres ao termo indutor enfermagem e analisados pelo software EVOC, durante o segundo semestre de 2002. Observa-se um núcleo estruturado no amor e na dedicação, ao mesmo tempo em que os elementos de contraste apresentam léxicos como cuidado, realização e profissionalismo. Esta estrutura representacional revela uma forte carga sentimental e ideológica dos enfermeiros no tocante à profissão, bem como expõe representações ligadas a dimensões como atitude. Os dados demonstram a transição vivenciada pela enfermagem, observando-se dimensões hegemônicas em determinados momentos históricos, como religiosidade e altruísmo, e aponta outras atuais, como o conhecimento e o profissionalismo. Palavras-chave: Palavras-chave: Palavras-chave: Palavras-chave: Palavras-chave: Enfermagem; psicologia social; pesquisa qualitativa; enfermeiro. ABSTRACT ABSTRACT ABSTRACT ABSTRACT ABSTRACT: : : : : This research aims at analyzing the representational structure on nursing by nurses. It is a qualitative piece of research based on the structural approach integrating the Social Representations Theory and developed with 83 nurses within a municipality of the State of Rio de Janeiro. Data were collected through free evocations to the term nursing and analyzed by the EVOC software in the second half of 2002. A nucleus structured on love and dedication co-exist with contrasting lexical elements such as care, accomplishment and professionalism. This representational structure unveils a strong sentimental and ideological investment by nurses in their profession as well as it exposes representations connected to dimensions such as attitude. Data show transitions experienced by nursing, disclosing, on the one hand, hegemonic dimensions at specific historical moments, as religiousness and altruism and, on the other hand, pointing to recent dimensions, as knowledge and professionalism.
    Preview · Article ·
  • Source
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: RESUMO Na Saúde Coletiva, os enfermeiros podem influir efetivamente no atendimento das necessidades de saúde das populações. O objetivo deste estudo é caracterizar e compreender as práticas dos enfermeiros em unidades básicas de saúde. Trata-se de pesquisa qualitativa, na qual foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com 15 enfermeiros atuantes em Porto Alegre, RS, Brasil. Os dados foram tratados com base na análise de conteúdo do tipo temática. Os resultados indicam que as ações executadas pelos enfermeiros são influenciadas pelo sistema de saúde e suas limitações, especialmente a falta de trabalhadores. Os enfermeiros são procurados para resolver problemas que nem sempre apresentam relação com seu trabalho, demonstrando a diversidade de suas práticas. Conclui-se que a presença do enfermeiro no cotidiano e seu papel articulador contribuem para modificar as realidades de saúde. Descritores: enfermagem em saúde comunitária; enfermagem em saúde pública; papel do profissional de enfermagem; centros de saúde INTRODUÇÃO A Saúde Coletiva é considerada uma área privilegiada para a Enfermagem e para o trabalho em equipe, no qual cada profissional mantém o seu espaço e núcleo de competência e responsabilidade (1) . Nesta área, os enfermeiros têm encontrado um amplo espaço de desenvolvimento para sua atuação diária (2) , propondo suas ações, estabelecendo a maneira como será constituído seu trabalho e mantendo considerável autonomia nas suas práticas, pois o modelo de atenção lhes permite maior liberdade no uso dos espaços para transformação das realidades locais.
    Full-text · Article ·
  • Source
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: Given recent changes in the organi- zation of the primary health care in Brazil, it is necessary to reflect on the contributions of nursing care. This article aims to review the concepts of autonomy and health needs and its applications in different proposals for the sys- tematization of the nursing care. It is a literature review on syste- matization of the nursing assistan- ce, autonomy and health needs in databases LILACS and BDENF. The most relevant results indicate that autonomy incorporates as- pects professional and patient's that are sustained by their res- pective categories. About needs we found that tracks biological needs and social needs, which intersect with the psychological to cover biopsychosocial needs. It was found that the application of the concepts was not present in classification systems of nur- sing. However, they were more related to International Classifi- cation of Nursing Practice (ICNP) and International Classification of Nursing Practice in Collective Heath (ICNPCH) projects.
    Preview · Article · Dec 2007 · Revista da Escola de Enfermagem da U S P
Show more