Conference PaperPDF Available

Information Retrieval Educational Goals in Library and Information Science and in Health Sciences

Authors:

Abstract

This paper is intended to compare information retrieval (IR) educational goals in different academic and professional areas such as Library and Information Science (LIS) and Health Sciences (HS), analysing and identifying a shift on user seeking goals in the digital era and, eventually, on educational goals as well. It starts with a section on information literacy where several aspects are specified, such as user goals, IR systems, IR skills, information seeking strategies (queries) and user perception of search success. Another section focuses on teaching IR aspects, like IR educational goals, assessment and feedback, and e-resources in LIS and in HS. Teaching in an academic environment for academic audiences is somehow different from teaching for professional audiences even though these are located in an academic environment as well. Those are the issues and particularities that throughout the analysis of information literacy and teaching IR aspects will be explained along the full paper.
A preview of the PDF is not available
ResearchGate has not been able to resolve any citations for this publication.
Conference Paper
Full-text available
A adequação dos cursos do ensino superior ao processo de Bolonha implicou, em muitos casos, uma mudança na selecção das várias as abordagens possíveis, consoante a área científico-técnica e a essência de cada unidade curricular (UC), ao processo de ensino/aprendizagem. A tónica deixou de estar na transmissão de conhecimentos e passou para o desenvolvimento de competências mediante uma participação activa do aluno no processo em si. Em ciência da informação (CI), a área disciplinar de recuperação da informação (RI) constitui um desafio aliciante na aplicação dos princípios de Bolonha quer por pertencer ao “core” de CI quer pelo facto de ser uma área onde sempre houve uma enorme actividade de investigação. Após uma análise da literatura mais recente acerca do ensino e da aprendizagem de RI, apresenta-se um caso prático de desenvolvimento de uma UC em que se utiliza o b-learning como estratégia de desenvolvimento de competências em futuros profissionais de informação. Para além das competências a desenvolver nos discentes, da selecção do programa da UC e dos métodos/técnicas de ensino, são ainda explorados e discutidos os métodos de avaliação que possam ser mais adequados numa UC com estas características. Mediante a análise de dados relativos à avaliação do desempenho dos discentes pelo docente e à avaliação da UC pelos discentes, conclui-se que a adopção do sistema de ensino misto b-learning tem um impacto positivo no desenvolvimento de competências de RI. Por último, pondera-se sobre novos desenvolvimentos e experiências no âmbito da UC “Recuperação da Informação” do curso de Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação da Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão do Instituto Politécnico do Porto.
Article
Full-text available
The study of information retrieval has increased in interest and importance with the explosive growth of online information in recent years. Learning about information retrieval within formal courses of study enables users of search engines to use them more knowledgeably and effectively, while providing the starting point for the explorations of new researchers into novel search technologies. The nature of information retrieval as a topic also makes it an ideal subject for developing a range of interdisciplinary and transferrable skills in those studying it.
Conference Paper
Full-text available
To investigate the nature of people's understandings for how search engines work, we collected data from 232 undergraduate and graduate students. Students were asked to "draw a labeled sketch of how search engines work." A reference model was constructed and each sketch was analyzed and compared against it for completeness. The paper presents preliminary results and discusses the implications for educational assessment and curriculum design on the one hand, and information system design on the other.
Article
Full-text available
A literature review of pedagogical methods for teaching and learning information retrieval is presented. From the analysis of the literature a taxonomy was built and it is used to structure the paper. Information Retrieval (IR) is presented from different points of view: technical levels, educational goals, teaching and learning methods, assessment and curricula. The review is organized around two levels of abstraction which form a taxonomy that deals with the different aspects of pedagogy as applied to information retrieval. The first level looks at the technical level of delivering information retrieval concepts, and at the educational goals as articulated by the two main subject domains where IR is delivered: computer science (CS) and library and information science (LIS). The second level focuses on pedagogical issues, such as teaching and learning methods, delivery modes (classroom, online or e-learning), use of IR systems for teaching, assessment and feedback, and curricula design. The survey, and its bibliography, provides an overview of the pedagogical research carried out in the field of IR. It also provides a guide for educators on approaches that can be applied to improving the student learning experiences.
Article
O presente documento constitui uma análise de fontes de informação existentes acerca da avaliação de serviços de informação do ensino superior. O principal objectivo é o de conseguir traçar um esboço da realidade portuguesa no que diz respeito a este assunto. Em primeiro lugar, procura-se contextualizar os serviços de informação do ensino superior em Portugal em termos de política de educação a nível europeu e a nível nacional. Analisam-se as implicações da Declaração de Bolonha quer a nível europeu quer a nível nacional, concluindo que em Portugal será necessário proceder a uma reforma do ensino superior para que seja possível integrar a Europa do Conhecimento. Alerta-se para a ausência de uma política de educação consistente a nível do ensino superior português, e para a necessidade de pugnar pela garantia da qualidade não apenas dos cursos do ensino superior, mas também das instituições e dos seus serviços, incluindo os serviços de informação, mediante avaliações internas (auto-avaliação) e externas. Refere-se a ausência de uniformidade na terminologia utilizada pelos especialistas em avaliação de serviços de informação e tenta-se o estabelecimento de definições de alguns termos com base na literatura conhecida. A seguir, delineia-se um breve resumo histórico da evolução da área temática nos últimos trinta anos. Analisam-se os indicadores mais importantes para a avaliação de serviços de informação do ensino superior e alguns dos principais projectos e programas de investigação conhecidos. Analisa-se a realidade portuguesa através dos estudos publicados que se revelaram pertinentes. Conclui-se que, em Portugal, é urgente planear em política de educação no ensino superior e em política de informação na generalidade, e é preciso que os profissionais de informação comecem a publicar mais estudos acerca dos serviços de informação do ensino superior.
Article
Este documento constitui um estudo de caso de gestão estratégica aplicada a uma grande biblioteca universitária com enormes carências do ponto de vista financeiro, de equipamento e, sobretudo, de recursos humanos. A solução encontrada, no seio do estudo de gestão estratégica, é a de criar uma biblioteca digital como forma de proporcionar um "volte-face" estimulante que dinamize o referido serviço, fazendo-o sair do mutismo em que se encontra para o abrir ao exterior de uma forma directa e transparente. São descritas as várias etapas do estudo, assim como os aspectos mais relevantes da construção da referida biblioteca digital. Conclui-se que a biblioteca digital permite uma maior visibilidade e que, nos moldes em que foi planeada, simplifica a gestão corrente do serviço, desconhecendo-se ainda as implicações a médio / longo prazo desta decisão estratégica embora os indicadores apontem para uma dinamização do serviço, não obstante o factor de risco implícito.
Article
Today, teaching and learning are mostly supported by digital material and electronic communication ranging from the provision of slides or scripts in digital form to elaborate, interactive learning environments. This article describes the prospects and risks of blended learning and e-learning for information retrieval courses. It deals with adequate content presentation and representation, as well as with interaction concepts and didactic considerations concerning the cost-benefit ratio of animations, applets, and multimedia elements. We present lessons learnt from 6 years of teaching information retrieval in blended learning and pure e-learning scenarios, and derive graded concepts for basic and advanced topics based on a book-like content representation on the one side, and lecture-recordings on the other side. Each concept is complemented by a pragmatic and focussed use of auxiliary elements such as forums and self-tests. Examples for beneficial and misguided applets and animations are given, along with criteria for their differentiation. Finally, critical success factors for technology enhanced learning approaches in the information retrieval field are derived concerning the creation, utilisation, and maintenance of courses. In short, we will argue that taking into account the nature and stability of the presented content, as well as a thorough consideration of the affordable creation and maintenance effort, are crucial for the success of such concepts. In addition, the closer the concept is to pure e-learning, the more important a high digital presence of the lecturer becomes.