Project

Projeto Saúde CNPq

Goal: Investigar os desafios da operação do Complexo Industrial da Saúde entre 2003 e 2017 no Brasil a partir do acompanhamento de evolução de seus marcos institucionais e de estudos de caso sobre aspectos específicos do Complexo (fitoterápicos, P&D de empresas farmacêuticas, competências tecnológicas das empresas farmacológicas, entrada das empresas farmacêuticas em biossimilares, relação empresas e ICTs na área farmacêutica, indústria de equipamentos médicos e hospitalares, competência produtiva e tecnológica dos laboratórios farmacêuticos oficiais, preços de medicamentos antirretrovirais, entre outros).

Updates
0 new
6
Recommendations
0 new
2
Followers
0 new
14
Reads
0 new
163

Project log

Lia Hasenclever
added 2 research items
The paper presents a brief overview of the sector of medicinal plants and phytomedicines, and analyzes whether the current regulation of research and development activities and appropriability of knowledge associated with the sector, as well as the technical and technology demands constitute a hindrance or not to the proposed policies for the development of this sector in Brazil. The methodology includes a bibliographical research and consultation with fi rms and experts on the subject. We conclude that although the sector has enormous potential for local development, both regulatory and technical and technological bottlenecks identifi ed are great diffi culties in the operationalization of this potential.
Lia Hasenclever
added a research item
Purpose The purpose of this paper is to analyze the strategies and organizational forms used by large Brazilian pharmaceutical companies (LBPCs) in interaction with universities for the development of innovation. Design/methodology/approach In the pharmaceutical industry, a science-based sector, the source of new knowledge is often outside the company environment. Thus, the search for innovation depends on the company’s strategic decisions of cooperation. This research uses the case study method, with secondary data from the 2008, 2011 and 2014 Innovation Survey (Pintec) about the innovative efforts of LBPCs, as well as primary data from semi-structured interviews with six of them. Findings The most recent data on innovation in Brazil show changes in the innovative efforts of LBPCs, involving the raise in the interaction with universities. The results of the field research also show that the LBPCs have differentiated innovative structures and are effectively using strategies for partnerships with universities, through the creation of radical innovation departments, the establishment of internal scientific committees and the internationalization of research and development. Originality/value These findings contribute to the literature on the industry-university interactions in Brazil and in developing countries. However, this analysis cannot be generalized for the Brazilian pharmaceutical industry as it uses the case study method. Moreover, it is too early to determine if the identified strategies were successful. Nonetheless, it is worth mentioning that the strategies of the six interviewed companies differ greatly from the patterns of the Brazilian pharmaceutical industry and the manufacturing industry.
Cláudio Damasceno
added a research item
In recent years, there have been important transformations in the global level in the behavior of firms, driven by the accelerated innovation process and the increase in the scientific and technological complexity observed in several industries. Modifications verified in the organizational structures of production are aligned with the perspectives of innovation management, including the need for constant evaluation of the firm's boundaries and frontiers vis-à-vis other companies that integrate the productive chain, in an effort to adapt to the changes in the economic and institutional environment. In this sense, the aim of this thesis is to analyze the governance structure and competencies of the national public laboratories producing immunobiological agents, in order to investigate the possibility of adopting alternative organizational arrangements in vaccine and serum production activities. The theory of transaction costs (TCT) and the Dynamic Capacitations approach (in a combined form) were used as theoretical framework because they present important complementarities in the study of economic organization, strategic management and comparative institutional analysis. For that, an exploratory analysis of multiple evaluative case studies was carried out. Field research was carried out in the following locations: Instituto Vital Brazil, Technological Institute of Paraná (Tecpar), Bio-Manguinhos, Instituto Butantan and Fundação Ezequiel Dias (Funed) and consisted in the collection of primary data, through semi-structured interviews, to investigate How the governance structure and competencies affect the performance of these producing laboratories. The obtained results indicate, generally, a low performance of these organizations with the current organizational arrangements adopted, but also suggest the possibility of implementing a hybrid governance structure in the investigated institutions, independently of the current legal-institutional model. The interviews suggest the possibility of a balanced adoption of the vertical integration of some activities and the outsourcing and sharing of others, especially those related to the final processing part of the immunobiological products. This result is consistent with the transaction costs involved and the competencies held by the official laboratories in the development and production of vaccines and sera, whose variables should be considered in the investment decision-making process in the context of technological management and innovation.
Lia Hasenclever
added an update
O objetivo da pesquisa é analisar a produção pública de medicamentos no Brasil pelas perspectivas da capacitação tecnológica e da garantia do acesso a medicamentos. Ela têm três componentes que inclui a análise da capacitação tecnológica e de atividades de P&D, tendo como base o estudo de Hasenclever et al (2008); um estudo de casos múltiplos para análise das Parcerias para Desenvolvimento Produtivo na perspectiva do acesso a medicamentos; e, no mapeamento do financiamento dos LFO selecionados a partir das características dos investimentos segundo sua origem no período de 2005 a 2015.
 
Lia Hasenclever
added an update
O segundo livro resultante do projeto " Vulnerabilidades do Complexo Industrial da Saúde
Reflexos das políticas industrial e tecnológica na produção local e assistência farmacêutica" desvela vários aspectos centrais do CIS no Brasil, o mais dinâmico componente entre os que compõem a complexa política de saúde brasileira no âmbito público, o mesmo encontra-se disponível para venda em: http://www.e-papers.com.br/produtos.asp?codigo_produto=3015&promo=7
HASENCLEVER, LIA; PARANHOS, JULIA (Org.) ; CHAVES, G. C. (Org.) ; OLIVEIRA, Maria Auxiliadora (Org.) . Vulnerabilidades do Complexo Industrial da Saúde - Reflexos das politicas industrial e tecnológica na produção local e assistência farmacêutica. 1. ed. Rio de Janeiro: E-papers Serviços Editoriais Ltda, 2018. 309p .
 
Lia Hasenclever
added an update
O primeiro livro resultante do projeto traz os contornos institucionais e as estratégias de política industrial e tecnológica do Complexo Industrial da Saúde implantadas no Brasil entre 2003-2013, o mesmo encontra-se disponível para venda em: http://www.e-papers.com.br/produtos.asp?codigo_produto=2772&promo=7
HASENCLEVER, L.; OLIVEIRA, M. A. (Org.) ; PARANHOS, J. (Org.) ; CHAVES, G. C. (Org.) . Desafios de Operação e Desenvolvimento do Complexo Industrial da Saúde. 1. ed. Rio de Janeiro: E-papers Serviços Editoriais Ltda, 2016. v. 1. 362p .
 
Lia Hasenclever
added an update
Um novo artigo resultante do projeto foi publicado recentemente.
PARANHOS, Julia; CATALDO, Bruna; PINTO, Ana Carolina de Andrade. CRIAÇÃO, INSTITUCIONALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS NÚCLEOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NO BRASIL: CARACTERÍSTICAS E DESAFIOS. Revista Eletrônica de Administração, [S.l.], v. 24, n. 2, p. 253-280, set. 2018. ISSN 1413-2311. Disponível em: <https://seer.ufrgs.br/read/article/view/84988/49235>.
 
Eduardo Mercadante
added a research item
"O Capítulo 4 apresenta as características da indústria de equipamentos e materiais médicos, hospitalares, odontológicos e de diagnóstico (EMHO) e suas particularidades no Brasil e discute os principais desafios para o seu desenvolvimento local. A pesquisa realizada envolveu fontes bibliográficas e documentais e pesquisa de campo aplicada a empresas e gestores públicos em 2017. Os instrumentos utilizados foram, respectivamente, um questionário estruturado e um guia de consulta."
Eduardo Mercadante
added a research item
O capítulo foca na análise dos esforços de inovação realizados pelas grandes empresas farmacêuticas atuando no brasil entre 2008 e 2011 e especula sobre as principais razões para a mudança de tendência positiva nestes esforços. De fato os resultados mostram uma mudança de tendência importante no gasto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) das grandes empresas farmoquímicas e farmacêuticas, ainda que seja cedo para concluir para um novo padrão de gastos desta natureza por parte das empresas localizadas no Brasil. O capítulo conclui para a importância do papel do estado para a indução desta mudança, através das políticas industriais e tecnológicas iniciadas em 2003.
Cláudio Damasceno
added a research item
During the last few years there has been a rise of academic interest in dynamic capabilities approach. This paper aims to map the literature landscape related to dynamic capabilities research worldwide. The Web of Science Core Collection is used as source of scientific publication data collected from 1990 to 2015. Overall, the results show a significant increase in publications output over time; resource-based view and neoschumpeterian approach as two of the main theoretical roots; Business & Economics and Engineering as the most important research areas; and United States of America and University of California as the main country and academic organization publishing research on dynamic capabilities, respectively. By offering a comprehensive scientific landscape of dynamic capabilities worldwide this paper has aimed to contribute to upcoming academic debates and future related studies.
Bruna Cataldo de Andrade
added 2 research items
RESUMO: Em 2004, o estabelecimento da Lei de Inovação levou à obrigatoriedade de criação Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) nas instituições públicas de pesquisa. Seu papel seria a promoção e facilitação da relação entre instituições científicas e tecnológicas (ICTs) e empresas. Desde então diversos NITs foram criados e outros, já existentes, reestruturados (ARCHILA, 2015; PARANHOS, 2012). O objetivo neste trabalho é apresentar o marco institucional e de apoio ao estabelecimento dos NITs, assim como, a configuração e características dos NITs hoje existentes no Brasil, discutir os obstáculos ainda presentes ao seu funcionamento e especular sobre possíveis aprendizados para as políticas públicas de promoção da relação universidade-empresa. Para isso, é feito um levantamento das leis, das políticas industriais e de ciência e tecnologia e dos programas de apoio à criação e estruturação dos NITs. Além disso, são analisados os resultados do Formulário para Informações sobre a Política de Propriedade Intelectual das ICTs, de 2007 a 2015, à luz da literatura sobre o tema. Conclui-se que apesar do crescimento do número de NITs por todo o país, os desafios à sua atuação ainda são enormes e não há, hoje, políticas ou ações governamentais que estejam focando estes desafios. Palavras-chave: Relação universidade-empresa, Núcleos de Inovação Tecnológica, Brasil.
RESUMO: Em 2004, o estabelecimento da Lei de Inovação no Brasil levou à obrigatoriedade de criação de Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) nas instituições públicas de pesquisa. Seu papel seria a promoção e facilitação da relação entre instituições científicas e tecnológicas (ICTs) e empresas. Desde então diversos NITs foram criados e outros, já existentes, reestruturados (ARCHILA, 2015; PARANHOS, 2012). O objetivo neste trabalho é apresentar o marco institucional e de apoio ao estabelecimento dos NITs, assim como, a configuração e características dos hoje existentes no Brasil, discutir os obstáculos ainda presentes ao seu funcionamento e especular sobre possíveis aprendizados para as políticas públicas de promoção da relação universidade-empresa. Para isso, é feito um levantamento das leis, das políticas industriais e de ciência e tecnologia e dos programas de apoio à criação e estruturação dos NITs. Além disso, são analisados os resultados do Formulário para Informações sobre a Política de Propriedade Intelectual das ICTs, de 2007 a 2015, à luz dos resultados de uma pesquisa de campo realizada em 2015 e da literatura sobre o tema. Conclui-se que, apesar do crescimento do número de NITs por todo o país, os desafios à sua atuação ainda são enormes e não há, hoje, políticas ou ações governamentais que estejam focando estes desafios. Palavras-chave: Relação universidade-empresa, Núcleos de Inovação Tecnológica, Brasil. ABSTRACT: In 2004, the Innovation Law was enacted in Brazil and made it mandatory for public research institutions to create Technology Transfer Offices (TTO). Its role would be the promotion and facilitation of the relationship between scientific and technological institutions and industry. Since then, several TTOs have been created and others, already established, restructured (ARCHILA, 2015; PARANHOS, 2012). The objective of this paper is to present the TTO's institutional framework, the structure developed to support their establishment and the characteristics of the existing TTOs in Brazil. After that, it will be discussed the obstacles to their functioning and the possible learnings to public policies to promote university-industry interaction. In order to do that, the laws, industrial and science and technology policies, and the funding programs to support the creation and structuring of the TTOs were analyzed. Moreover, the results from the Ministry of Science, Technology and Innovation survey on TTOs (Formict, in Portuguese), from 2007 to 2015, were examined in the light of the field research that took place in 2015 and the literature. It is possible to conclude that despite the growth in the number of TTOs throughout the country, the challenges to their functioning are still big and there are no policies or government actions focused in solving them.
Gabriel Cunha
added a research item
Resumo O objetivo deste artigo é discutir e analisar os desafios do desenvolvimento da indústria de plantas medicinais e de fitoterápicos no Brasil. Esta indústria representa uma excelente alternativa para responder ao paradoxo da abundância na área de saúde. A metodologia adotada foi uma pesquisa de campo, utilizando-se questionários semiestruturados, com empresas, pesquisadores e gestores públicos para avaliar seu desenvolvimento entre 2009 e 2015 e apontar seus principais problemas. Os resultados observados indicam que os principais desafios são, na pesquisa, a regulamentação da lei de acesso ao patrimônio genético e, na produção, a harmonização da regulamentação em toda a cadeia produtiva da indústria de plantas medicinais e fitoterápicos. A morosidade da implantação das políticas públicas voltadas para a indústria mostra um retrocesso tanto das atividades produtivas com fitoterápicos, quanto das atividades de pesquisa com plantas medicinais no período.
Lia Hasenclever
added an update
O objetivo deste artigo é discutir e analisar os desafios do desenvolvimento da indústria de plantas medicinais e de fitoterápicos no Brasil. Esta indústria representa uma excelente alternativa para responder ao paradoxo da abundância na área de saúde. A metodologia adotada foi uma pesquisa de campo, utilizando-se questionários semiestruturados, com empresas, pesquisadores e gestores públicos para avaliar seu desenvolvimento entre 2009 e 2015 e apontar seus principais problemas. Os resultados observados indicam que os principais desafios são, na pesquisa, a regulamentação da lei de acesso ao patrimônio genético e, na produção, a harmonização da regulamenta- ção em toda a cadeia produtiva da indústria de plantas medicinais e fitoterápicos. A morosidade da implantação das políticas públicas voltadas para a indústria mostra um retrocesso tanto das atividades produtivas com fitoterápicos, quanto das atividades de pesquisa com plantas medicinais no período.
 
Lia Hasenclever
added an update
Resultados Parciais:
Constatou‐se, no período 2003‐13, que as condições de saúde mudaram para melhor, entretanto, a oferta local de bens e serviços não foi capaz de atender a demanda, evidenciado a partir do crescente aumento do déficit da balança comercial das importações de produtos farmacêuticos, farmoquímicos e equipamentos médicos e odontológicos. O retrospecto na história das conexões entre as políticas de saúde e de desenvolvimento industrial e tecnológico e suas conexões com a política de saúde, nos períodos de 1930‐2000 e de 2003‐14, deixa claro que as experiências exitosas da CEME e da política de genéricos de expandir o acesso, a partir da redução de preços, e reduzir a dependência estrutural, no período mais recente não tem obtido os mesmos sucessos devido a uma descoordenação entre as duas políticas. O detalhamento de aspectos específicos dos marcos institucionais de operação das políticas e em que medida eles permitem conexões positivas para a superação da dependência estrutural brasileira por sua vez mostrou uma série de problemas a serem contornados. Entre esses se destacam: ficou patente a necessidade de aperfeiçoamento da gestão das compras públicas de forma que a sociedade possa usufruir dos benefícios resultantes deste marco regulatório aperfeiçoado; o arcabouço de leis e normas sanitárias brasileiras tem sido algumas vezes um fator limitador do desenvolvimento e da inovação locais; a legislação atual de patentes ainda contém várias indefinições institucionais para um melhor funcionamento das salvaguardas que inibem as condições perversas do monopólio concedido pelo estado. Os resultados parciais de avaliação das políticas industriais e tecnológicas sobre os esforços de inovação das empresas farmoquímicas‐farmacêuticas, sobre a capacidade de absorção das tecnologias transferidas e sobre os erros e acertos das políticas são: as grandes empresas farmoquímicas‐farmacêuticas, atuando no Brasil entre 2008‐11, mostram uma mudança de tendência importante no gasto de P&D. Ainda que seja cedo para concluir para um novo padrão de gastos desta natureza por parte das empresas localizadas no Brasil, fica claro a importância do papel do estado para a indução desta mudança; a análise das parcerias de desenvolvimento produtivo aponta que o seu maior desafio é a capacidade de absorção tecnológica das empresas brasileiras, praticamente inexistente entre as 24 empresas entrevistadas, incluindo empresas privadas nacionais, laboratórios públicos e start-ups; a análise das escolhas das empresas protagonistas para implementar as PDPs mostrou a necessidade de maior incorporação de pequenas empresas de biotecnologia, preteridas pela política, como fornecedoras das grandes empresas; a revisão da literatura de como se dá a difusão de tecnologias nos serviços de saúde de alta complexidade revelou que grande parte da demanda adicional de insumos de saúde pode estar baseada em decisões privadas de maximização de lucros e não por evidências empíricas de melhoria da saúde.
Publicações
Livros:
HASENCLEVER, L.; OLIVEIRA, Maria Auxiliadora (Org.) ; PARANHOS, JULIA (Org.) ; CHAVES, G. C. (Org.) . Desafios de Operação e Desenvolvimento do Complexo Industrial da Saúde. 1. ed. Rio de Janeiro: E-papers Serviços Editoriais Ltda, 2016. v.1. 362p.
Artigos em periódicos:
CHAVES, Gabriela C.; HASENCLEVER, Lia; CASTRO, Claudia G. S. O. ; OLIVEIRA, Maria Auxiliadora. Estratégias de redução de preços de medicamentos para AIDS em situação de monopólio no Brasil. Revista de Saúde Pública (Online), v. 49, p. 1, 2015.
GOMES, Eduardo; HASENCLEVER, Lia; PARANHOS, Julia; et al.Desenvolvimento de Biossimilares no Brasil. Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science, v. 5, n.1, jan-jun, p. 31-42, 2016.
HASENCLEVER, Lia; TORRES, Ricardo L. Capacitação Tecnológica na Indústria Farmacêutica Nacional: A Chave para Absorção da Tecnologia Externa E Sucesso da PDP. Rio de Janeiro,Revista Facto,v. 4, Out-Dez. 2015.
TORRES, RICARDO L.; HASENCLEVER, Lia. Technological Capability Building in the Brazilian Pharmaceutical Industry. Latin American Business Review (Binghamton, N.Y.), v. 17, p. 223-244, 2016.
Artigos em Congressos:
CHAVES, Gabriela C.; HASENCLEVER, Lia, et al. Análise da Captação Tecnológica de Laboratório Farmacêutico Oficiais. III Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde, Natal-RN, 01-04 maio, 2017.
GOMES, Eduardo B. P., HASENCLEVER, Lia; PARANHOS, Julia. Biossimilares No Brasil: Desafios Da Política De Desenvolvimento Produtivo. XII Congresso Latino-americano de Gestão da Tecnologia - ALTEC, Porto Alegre-RS, 19-22 de outubro, 2015.
HASENCLEVER, Lia; ROCHA, Frederico; CUNHA, Gabriel; PIMENTEL, Cristina; et al. Comparative analysis of ARV costs before after the Clinical Protocol and Therapeutic Guidelines for the Management of Adult HIV Infection (PCDT) was adopted in 2013 in Brazil. IX IAS Conference on HIV Science, Paris-FRA, 23-26july, 2017.
MOULIN, Daniela, CHAVES, Gabriela C.; HASENCLEVER, Lia, et al. Financiamento do Laboratórios Farmacêuticos Oficiais no Contexto do Complexo Industrial da Saúde. III Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde, Natal-RN, 01-04 maio, 2017.
PARANHOS, Julia; HASENCLEVER, Lia. Alteração No Padrão De Esforços De Inovação Das Grandes Empresas Farmacêuticas No Brasil, 2008-2011. XII Congresso Latino-americano de Gestão da Tecnologia - ALTEC, Porto Alegre-RS, 19-22 de outubro, 2015.
ZAIRE, Carla; PARANHOS, Julia; HASENCLEVER, Lia; CORIAT, Benjamin. Brazil “could snatch defeat from the jaws of victory”: policies coordination and multi-resistant HIV/AIDS patients. Institutions, Development and Globalization. II International Conference – WINIR, Rio de Janeiro-BRA, 10-13 september, 2015.
ZAIRE, Carla; PARANHOS, Julia; HASENCLEVER, Lia; CORIAT, Benjamin. Third-line antiretroviral treatment: the Brazilian experience. VIII IAS Conference HIV Pathogenesis, Treatment and Prevention, Vancouver-CAN, 19-22 july, 2015.
Trabalhos Técnicos:
PARANHOS, Julia, et al. Extensão das patentes e custos para o SUS. Relatório Final, Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS (ABIA) e Instituto de Economia (IE/UFRJ), julho, 2016.
HASENCLEVER, Lia. Elaboração de Estudos de Identificação de Tecnologias Relevantes para o Brasil e de Modelos de Estruturação Econômica voltados à Produção dessas Tecnologias no País. Relatório Analítico das Tecnologias - ATS Órteses & Próteses. , Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e Instituto de Economia (IE/UFRJ), maio, 2016.
Teses e Dissertações:
ABREU, Jussanã C. de. Prospecção tecnológica aplicada na otimização da concessão de patentes no Brasil: estudo de caso em patentes de medicamentos imunossupressores. Programa de Pós-Graduação em Economia do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Doutorado em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento). 2016.
CHAVES, Gabriela C.Interfaces entre a Produção Local e o Acesso a Medicamentos no Contexto do Acordo TRIPS da Organização Mundial do Comércio.Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública – ENSP/FIOCRUZ (Doutorado em Saúde Pública). 2016.
GOMES, Eduardo B. P. Clusters E Biotecnologia Para A Superação Da Imitação: Estudo De Caso Da Indústria Farmacêutica Brasileira. Programa de Pós-Graduação em Economia do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Doutorado em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento). 2014.
LOPES, Cintia. Transferência de Tecnologia de Vacinas Aprendendo para Aprimorar. Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção da COPPE-UFRJ (Doutorado em Engenharia de Produção). 2016.
MATTOS, Leonardo V. Assistência Farmacêutica Na Atenção Básica E Programa Farmácia Popular Do Brasil: Uma Análise Crítica Das Políticas Públicas De Provisão De Medicamentos No Brasil.Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública – ENSP/FIOCRUZ (Mestrado em Saúde Pública). 2015.
PINTO, Cláudio D.Estruturas de Governança e Competências dos Laboratórios Públicos Nacionais Produtores de Imunobiológicos: uma análise do arranjo organizacional.Programa de Pós-Graduação em Economia do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Doutorado em Economia da Indústria e da Tecnologia). 2016.
SCOPEL, Carolinne T. Modelo de análise das Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo de medicamentos na perspectiva da saúde pública. Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública – ENSP/FIOCRUZ (Mestrado em Saúde Pública). 2016.
TORRES, Ricardo L. Capacitação Tecnológica Na Indústria Farmacêutica Brasileira. Programa de Pós-Graduação em Economia do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Doutorado em Economia da Indústria e da Tecnologia). 2015.
Monografias:
GARCIA, Cristiana C. Benefícios Socioeconômicos da Expansão do Setor de Saneamento: uma análise do quadro do setor no Brasil com estudo de caso da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Programa de Graduação em Ciências Econômicas do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Bacharelado em Ciências Econômicas). 2016.
MERCADANTE, Eduardo. A Adequação ao Acordo TRIPs e a Consolidação do Setor Farmacêutico no Brasil e na Índia.Programa de Graduação em Ciências Econômicas do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Bacharelado em Ciências Econômicas). 2016.
MIRANDA, Caroline. Dezesseis Anos de Política de Genéricos no Brasil: Desafios e Perspectivas. Programa de Graduação em Ciências Econômicas do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Bacharelado em Ciências Econômicas). 2016.
NUNES, Pedro P. As Compras Públicas e o Desenvolvimento Nacional: A Legislação em Vigor no País e um Estudo de Caso. Programa de Graduação em Ciências Econômicas do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Bacharelado em Ciências Econômicas). 2016.
RIMES, Michel. Uma Análise da Inserção do Segmento de Fitoterápicos na Indústria Farmacêutica Brasileira. Programa de Graduação em Ciências Econômicas do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Bacharelado em Ciências Econômicas). 2016.
 
Lia Hasenclever
added a project goal
Investigar os desafios da operação do Complexo Industrial da Saúde entre 2003 e 2017 no Brasil a partir do acompanhamento de evolução de seus marcos institucionais e de estudos de caso sobre aspectos específicos do Complexo (fitoterápicos, P&D de empresas farmacêuticas, competências tecnológicas das empresas farmacológicas, entrada das empresas farmacêuticas em biossimilares, relação empresas e ICTs na área farmacêutica, indústria de equipamentos médicos e hospitalares, competência produtiva e tecnológica dos laboratórios farmacêuticos oficiais, preços de medicamentos antirretrovirais, entre outros).