Project

FINEP TorCHS

Updates
0 new
0
Recommendations
0 new
0
Followers
0 new
0
Reads
0 new
5

Project log

Claudio Augusto Sampaio Filho
added a research item
A apresentação se refere ao desenvolvimento e aplicação da citometria de fluxo, baseada no uso de microesferas marcadas como base para realização de imunoensaios multiplex na detecção de anticorpos da classe IgM e IgG indicadores de diversas doenças infecciosas.
Claudio Augusto Sampaio Filho
added a research item
Multicentre study for infectious diseases using a multiplex product developed by INTERCIENTIFICA in association with a private university (UNIVAP) and the Brazilian Innovation Agency (FINEP), a publicly owned company subordinated to the Ministry of Science and Technology in Brazil.
Claudio Augusto Sampaio Filho
added 2 research items
A triagem como método para a detecção de infecção tem sido amplamente utilizada nos países mais desenvolvidos em programas de saúde pública. A triagem pré-natal e neonatal são dois dos vários programas de triagem existentes. O presente estudo multicêntrico teve como objetivo pesquisar a presença de anticorpos da classe IgM para as doenças infecciosas Toxoplasmose, Rubéola, Sífilis, Citomegalovirose e Herpes I-II em amostras de gestantes (regiões norte, centro-oeste e nordeste) e neonatos (regiões norte, sul e sudeste) do Brasil, coletadas em papel filtro utilizando o kit NeoMAP® Doenças Infecciosas (ToRCHS). A tecnologia utilizada denominada xMAP® tem como base a utilização de um conjunto de microesferas de diferentes tonalidades de cor que se acoplam a antígenos específicos, possibilitando que com uma única amostra possibilite esta triagem. A INTERCIENTIFICA desenvolveu o kit NeoMAP® Doenças Infecciosas que, por meio do equipamento Luminex 200, analisaram-se 38.030 amostras. A freqüência da presença de anticorpos IgM para cada uma das doenças triadas nas amostras de gestantes foi de: 1/11 para Toxoplasmose; 1/60 para Rubéola; 1/20 para Sífilis; 1/164 para Citomegalovírus e 1/18 para HSV I-II; nas amostras de recém-nascidos a freqüência observada refere-se à: 1/373 para Toxoplasmose; 1/2165 para Rubéola; 1/528 para Sífilis; 1/722 para Citomegalovírus e 1/541 para HSV I-II. Como avaliação da performance do kit, realizou-se o comparativo de resultados com a metodologia ELISA e confirmatório em soro de 3.099 amostras, obtendo-se excelente índice de concordância. Considera-se até o momento um kit inédito, com capacidade de realizar a triagem dos 5 parâmetros com apenas uma única amostra, demonstrando economia em insumos, agilidade na obtenção e liberação de resultados com precisão, além de demonstrar a importância em incentivar e apoiar os Programas / Campanhas Nacionais de Triagem Pré-Natal e Neonatal otimizando a prevenção / controle e proporcionando assim, melhor qualidade de vida à população assistida
No Brasil, doenças infecciosas durante a gestação são relativamente freqüentes, ocorrem em 0,5 a 2,5% de todos os nascimentos, com a maioria dos casos assintomáticos, embora possam manifestar-se de formas graves com abortos, mortes fetais e neonatais, afetando, especialmente, populações menos favorecidas. São doenças ou síndromes de diferentes etiologias (bactérias, vírus, protozoários), que apresentam semelhanças clínicas, representadas principalmente pelo acrônimo ToRSCH (Toxoplasmose; Rubéola; Sífilis; Citomegalovírus e Herpes simples). A triagem neonatal é um dos vários programas, de triagem populacional, existentes. Este projeto consiste em um estudo multicêntrico de diagnóstico precoce de doenças infecciosas, capaz de analisar com uma única amostra de sangue, a presença de anticorpos IgM, determinando as doenças infecciosas acima citadas. A metodologia da análise foi a denominada xMAP, que utiliza como forma múltipla de diagnóstico um conjunto de microesferas de diferentes tonalidades de cor que se acoplam a antígenos específicos. A Intercientifica, desenvolveu o kit NeoMAP® ToRSCH, que por meio do equipamento Luminex 100/200 analisou 20.696 amostras de sangue seco impregnadas em papel filtro Wathman nos períodos entre Maio de 2008 até Fevereiro de 2009. Os resultados deste trabalho ressaltam a importância do acompanhamento dos neonatos e de mães que apresentam sorologia compatível com a infecção, mostra também a importância dos testes imunodiagnósticos de doenças infecciosas comuns em nosso meio aplicado aos gestantes e neonatos. De acordo com os dados obtidos, verificou-se a freqüência das doenças, sendo: 6,9% para Toxoplasmose; 1,2% para Rubéola; 3,1% para Sífilis; 0,2% para Citomegalovírus e 3,1% para HSV, e maior incidência de casos positivos (>120 UA/mL ) foi para Toxoplasmose, Sífilis e Herpes I-II. Considera-se até o momento, o kit inédito, onde com apenas uma única amostra, podem ser analisados os anticorpos específicos dessas doenças. Demonstrando assim, economia em insumos, agilidade na obtenção e liberação e precisão de resultados, pois com esta metodologia há oportunidade em se realizar 100 replicatas "leituras" de cada amostra analisada. http://sbmicrobiologia.org.br/pdf/cdsbm/resumos/R1740-1.html