• Home
  • Vera Felicidade Almeida Campos
Vera Felicidade Almeida Campos

Vera Felicidade Almeida Campos
Psicóloga Clínica, Psicoterapeuta - Psicoterapia Gestaltista

Psychology

About

35
Publications
10,827
Reads
How we measure 'reads'
A 'read' is counted each time someone views a publication summary (such as the title, abstract, and list of authors), clicks on a figure, or views or downloads the full-text. Learn more
8
Citations
Introduction
Psychology - UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Working as a psychotherapist - "Psicoterapia Gestaltista".
Additional affiliations
March 1981 - May 2002
Ile Axe Opo Afonjá
Position
  • Como é Percebido o Ilê Ohun Lailai (Museu do Ilê Axé Opó Afonjá)
March 1969 - present
Position
  • Relações Funcionais e Implicações Teóricas de um Serviço de Psicologia em Hospital Psiquiátrico
Description
  • Congresso Nacional de Neurologia, Psiquiatria e Higiene Mental
March 1968 - present
Museu do Indio
Position
  • Um Estudo sobre a Equivalência entre a Percepção Visual e a Percepção Táctil
Description
  • Experiência realizada com cegos, no Museu do Indio, Rio de Janeiro, em colaboração com os museólogos Marília Dante Nunes (Museu do Indio) e F. dos Santos Trigueiros (Museu do Banco Central). Publicada em 1968, Rio de Janeiro-GB
Education
March 1964 - December 1968
Federal University of Rio de Janeiro
Field of study
  • Psychology

Publications

Publications (35)
Article
Full-text available
This paper shows the fundamental concepts of the Gestalt Psychotherapy (Psicoterapia Gestaltista), a psychotherapeutic method and theory developed by myself over the last 40 years and published in my books. One of the key concepts of this approach is perception and I understand that in the psychotherapeutic process, changing perception, one changes...
Article
Full-text available
Le Japon est l'un des principaux représentants du capitalisme de marché Le reportage de la* Revue Piauí* "Théâtre familial-Louer des parents est une affaire florissante au Japon" m'a tout d'abord interloquée, mais je me suis tout de suite rendu compte de l'évidence et de la banalité de la situation. Cette situation est banale et évidente du point d...
Article
Full-text available
Reportagem para o Jornal do Conselho Regional de Psicologia - CRP-03, por Tom Correia PERFIL - Autêntica Plenitude - pag.16
Article
Full-text available
1 SBEM Como seres no mundo, estruturados e estruturantes de relações, estabelecemos limites e somos limitados por nossos contextos relacionais explicitados através de dimensões culturais. Criamos símbolos, linguagem, consequentemente, padrões morais, regras de convivência, sociedades. Esse processo de convivência implica necessariamente em distanci...
Article
Full-text available
1 SBEM ARTIGO MÉDICO "Mais do que nunca precisamos de uma política, uma ação contra as drogas" dizem pais, mestres e políticos. As políticas de combate às drogas não têm salientado dois fatores fundamentais para o uso das mesmas: o prazer/alívio que elas proporcionam e a transgressão que constituem. Nos últimos tempos, o drogado, consensualmente, v...
Article
Full-text available
1 SBEM ARTIGO MÉDICO Vivemos em sociedade, fazemos parte de grupos e, em certo sentido, o menor grupo existente é o composto por nós e nós mesmos, ou, eu e eu mesma. Esse sentido reflexivo, essa percepção de si como eu, configura estruturas e funções, estabelece definitivos e transitórios, define sistemas e circunstâncias. Estamos no mundo, essa co...
Article
Full-text available
Antes de qualquer coisa, fixemos alguns referenciais, alguns contextos que nos permitam compreender, apreender as estruturas configuradoras imanentes à impotência. A impotência é o denominador comum da história da humanidade. É a mola propulsora do desenvolvimento, do processo civilizatório, do processo tecnológico. O homem, diante de impossibilida...
Article
Full-text available
1 SBEM Final de vida, processo inerente à vida, limite da condição humana, transformação, passagem para a vida eterna, perda, luto, tudo isso é evocado quando se fala, quando se pensa na morte. Tentemos outro significado menos estigmático, menos clichê, para pensar a morte. A morte é o resíduo-Todo processo se caracteriza por uma dinâmica. Toda din...
Article
Full-text available
A vergonha é um sentimento social, dizia Lévi-Strauss. Vergonha é a não aceitação decorrente do processo psicológico de ser pego em flagrante fora dos padrões aceitos e valorizados, pensamos nós. A presença do outro, insinuada enquanto testemunho, fiscal, juiz e avaliador é determinante do sentir vergonha. As pessoas não sentem vergonha por estarem...
Article
Full-text available
Being in the same place, in the same family, in the same city is to live with the other, to live with others. Simple proximity is what defines the coexistence between people, between beings. Proximity also encompasses temporality and is so comprehensive in this sense that it explains the concepts of contemporaneity and antiquity. Coexistence scena...
Article
Full-text available
Muitos acreditam, são educados para pensar que obstáculos serão vencidos, que tudo depende do esforço para conseguir ser premiado, para sair vitorioso. As metas, os sonhos, as ambições e ganâncias são assim estruturadas e deste modo as pessoas são arrancadas da vivência presentificada. Viver em função de conseguir realizar, acreditando no próprio e...
Article
Full-text available
Obediência implica em se anular em função de regras, ordens ou imposições. Obedecer não é simplesmente dizer sim, ou seguir. Obedecer é incorporar o solicitado, abrindo mão de toda e qualquer cogitação ou contribuição pessoal.
Book
Full-text available
"Como perceber e transformar a neurose - Psicoterapia Gestaltista" aborda o humano, seus processos relacionais, de maneira abrangente, dentro de configurações que não o mutilam, não o reduzem a aspectos orgânicos/cerebrais, sociais e econômicos, ressaltando fundamentalmente a dinâmica psicoterápica. É uma base de resgate do humano, principalmente n...
Article
Full-text available
La férocité est la caractéristique des animaux sauvages et aussi celle des humains qui deviennent violents, déshumanisés et féroces. Il est rapide de devenir féroce et il est aussi facile de réduire un être humain à ses dimensions biologiques, à ses besoins.
Article
Full-text available
Les normes sociétales initiées dans la famille, amplifiées par l'école, ratifiées par les communautés et les groupes d'action, nécessitent une adaptation, qui est généralement transformée en signe d’obédience, de soumission ou de rébellion. L'être humain est toujours confronté à quelqu'un - à l'autre - et c’est précisément cette relation qui le str...
Article
Full-text available
Preconceitos e restrições estão assumindo novas formas e estas distorções, decorrentes da não globalização de fenômenos e comportamentos, criam divisões, polaridades e consequentes explicações despropositadas sobre comportamento humano. Exemplificaremos. Ainda hoje, inúmeras pessoas (inclusive pesquisadores, médicos e psicólogos) falam de homossexu...
Book
Full-text available
A fala na psicoterapia é um dos desenhos, das digitais mais individualizantes do ser humano. Fala, que te direi quem és. Ao falar expressamos nossa maneira de perceber o outro, o mundo e a nós próprios. Falando da problemática que nos aflige mostramos nossas vivências, nossas distorções, nossa autorreferência, nossas dúvidas, medos e anseios. Este...
Cover Page
Full-text available
Publicações mensais no MEER Journal (antiga WSImagazine - Wall Street International).
Article
Full-text available
1 SBEM ARTIGO MÉDICO Desejamos o que nos falta, satisfaz, realiza, completa e também aquilo que nos motiva e aplaca. O conceito de desejo está muito próximo do conceito de satisfação de necessidades. Desejo pode também ser sinônimo de motivação, vício, vazio e alienação. O desejo é um ícone, uma circunstância, uma contingência, ou mesmo um contexto...
Article
Full-text available
Uma das características da era moderna, do recém terminado século XX, foi a ênfase dada ao que era considerado como subjetivo. Essa importância decorria da necessidade de reagir ao determinismo classificatório gerado pelo século XIX, onde tudo era explicado e representado por leis imutáveis, sem deixar lugar para a liberdade, para o livre-arbítrio.
Book
Full-text available
8º livro expondo o desenvolvimento teórico da Psicoterapia Gestaltista
Book
Full-text available
Perfil de Mãe Stella de Oxossi, lider religiosa do Ilê Axé Opô Afonjá
Article
Full-text available
Sempre chega o dia, o momento em que o ser humano se descobre sozinho, se descobre acompanhado, se percebe como alguém que tem diante de si um infinito de possibilidades, de compromissos, de sucessos, de realizações, de medos, angústias e alegrias. Essas coisas surgem organizadas, desorganizadas, rápidas, lentas, embaralhadas ou nítidas. Estar dian...
Book
Full-text available
7º livro expondo o desenvolvimento teórico da Psicoterapia Gestaltista
Article
Full-text available
O denominador comum entre dependência, hábito e medo é o apoio. A insegurança, a falta de autonomia, o ajustamento/desajustamento a normas e padrões estabelecem a necessidade de apoios. Esses apoios são representados genericamente pelas comunidades e instituições, e especificamente pelo outro: o amigo, a amada, o marido, a companheira, o pai, a mãe...
Article
Full-text available
Sobrevivendo, tendo necesssidades satisfeitas, temos prazer com pequenas coisas, com grandes coisas. É prazeroso ver o céu azul, é igualmente prazeroso um vinho, uma comida, uma água gelada, uma conversa animada, uma relação sexual, tanto quanto a sensação do dever cumprido, das coisas organizadas. Tudo isso é prazer, causa prazer. Quando há realiz...
Article
Full-text available
Quanto mais se pensa no humano como um ser, menos se precisa de gêneros - masculino/feminino - e melhor se fará o estudo da totalidade humana. Nesse sentido, estamos caminhando bem. Da ideia restrita de sexo, descobrimos um todo mais amplo: a sexualidade. Estamos agora diante do infinito da atividade sexual. É um equivalente de quando se pensa no s...
Article
Full-text available
Semana passada li uma resenha sobre a vacina contra o câncer. As últimas pesquisas revelam que o organismo, quando submetido a infecções bacterianas, pode deter um processo cancerígeno e também ficou claro em estudos laboratoriais, que a proliferação de tumores cancerígenos resulta de uma tolerância orgânica ao processo agressivo. Pesquisa-se uma v...
Book
Full-text available
6º livro expondo o desenvolvimento teórico da Psicoterapia Gestaltista
Article
Full-text available
Ao instrumentalizar vivências realizamos mas não esgotamos possibilidades. A magia se constitui em drama à medida que insinua o temer esgotar e o não poder esgotar. As possibilidades se transformam em limite. Os significados existem. Diante do limite o ser humano se unifica ou se divide, vive o uno ou o múltiplo. Falaremos disso enfocando paixão e...
Book
Full-text available
5º livro expondo o desenvolvimento teórico da Psicoterapia Gestaltista
Book
Full-text available
4º livro expondo o desenvolvimento teórico da Psicoterapia Gestaltista
Book
Full-text available
3ª livro expondo o desenvolvimento teórico da Psicoterapia Gestaltista
Book
Full-text available
2º livro expondo o desenvolvimento teórico da Psicoterapia Gestaltista
Book
Full-text available
Fundamentação teórica da Psicoterapia Gestaltista - conceituações

Projects