Priscila Monteiro Borges

Priscila Monteiro Borges
University of Brasília | UnB · Department of Audiovisuals and Publicity

PhD

About

30
Publications
7,149
Reads
How we measure 'reads'
A 'read' is counted each time someone views a publication summary (such as the title, abstract, and list of authors), clicks on a figure, or views or downloads the full-text. Learn more
33
Citations

Publications

Publications (30)
Article
A rela..o entre a semi.tica de Peirce e a cogniçao se deve ao aspecto lógico da semiose que se aproxima do conceito de mente em Peirce. Esse aspecto . expresso no conceito de signo que indica uma lógica tri.dica em que a um signo determina outro criando um encadeamento lógico. Tal no..o de signo funciona como um modelo para descrever a mente. No en...
Article
Full-text available
The purpose of this article is to explore the concept of diagram and diagrammatic reasoning involving semiotics in its three branches and not only in speculative grammar. We will concentrate on the apprehension of the movement of reasoning, which diagrammatically begins with speculative grammar, runs through critical logic, and consolidates at meth...
Article
Peirce’s semiotics is a formal doctrine of signs. As such, semiotics “would be concerned, in part, to determine the conditions for counting anything as true” (Liszka 1996: 2). Sometimes, semiotics is reduced to its first branch, speculative grammar, which concerns the classification of signs. However, critic and methodeutic are fundamental to guara...
Article
Apresentamos aqui todas as regras de postagens com a #foulipo que foram proopostas e implementadas semanalmente durante o primeiro ano do projeto no Facebook. As regras seguiram princípios variados: combinações aleatórias de conteúdo público produzido por usuários Facebook; combinação aleatória de postagens públicas com publicidade; combinação de c...
Article
Full-text available
O desenvolvimento das redes sociais digitais e dos sistemas de busca na internet têm nos levado a repensar os modos como interagimos e adquirimos informação na internet. Apesar de potencialmente a internet, como um repositório gigantesco de dados, aumentar as possibilidades de acesso aos mais diversos dados, assim como o aumento da quantidade de in...
Article
Full-text available
As redes sociais digitais estabeleceram uma nova ordem para o mundo? Fake News, pós-verdade, trools, perfis falsos e uma grande quantidade de postagens e compartilhamentos de opiniões definidas e definitivas. Muito além de criar comunidades e conectar pessoas, redes sociais digitais como o Facebook proporcionaram um espaço aberto para que todos pos...
Article
Full-text available
A proposta do presente artigo é explorar o conceito de diagrama e de raciocínio diagramático envolvendo a semiótica em seus três ramos e não somente na Gramática Especulativa. Nos deteremos na apreensão do movimento do raciocínio que diagramaticamente se inicia na Gramática Especulativa, atravessa a Lógica Crítica e se consolida na Metodêudica. Bus...
Article
Full-text available
Ao apropriar-se, fonética e graficamente, da fórmula da água (o legissígno simbólico H2O), a marca de refrigerantes H2OH! adotou uma estratégia semiótica peculiar: deslocou um signo predominantemente de terceiridade para a primeiridade, habilitando-o a gerar, preferencialmente, interpretantes na esfera qualitativa-sugestiva. Neste trabalho, faze...
Chapter
Full-text available
Os matemáticos têm sido conscientes do valor de diagramas e outras ferramentas visuais, tanto para o ensino e como ferramentas heurísticas para descoberta (ALL EIN BAR ISE, p. 3). Por exemplo, Euler e Venn são bem conhecidos por seu desenvolvimento de ferramentas diagramáti- cas para resolver problemas matemáticos. Atualmente ferramentas diagra- má...
Article
No mundo contemporâneo e digitalizado em que as práticas de cópia, reapropriação e mixagem vem se tornando bastante difundidas, vivemos um momento de reconfiguração do próprio conceito de criatividade. Como podemos entender os processos criativos atualmente? De que modo essas práticas podem ser consideradas criativas? O artigo buscará discutir essa...
Article
Peirce's classes of signs are instruments of inquiry, and, as such, they have an effective analytical power. We can find in Peirce's texts four systems of sign classes that vary from having 3 to 66 classes. The system of 66 classes brings up the idea that to better represent a sign process, it would be necessary to consider an aspect of the sign be...
Article
Full-text available
Resumo: O trabalho buscará, a partir do Realismo de C. S. Peirce, traçar elementos que configuram uma possível ontologia no sistema filosófico de Peirce. Começaremos por trabalhar a noção de real em Peirce mostrando como ela se relaciona com a existência, o possível, e a noção de geral. Em seguida, será apresentada a crítica que Peirce fez ao Nomin...
Article
Full-text available
O Centro Internacional de Estudos Peirceanos visa a compreensão da semiótica peirceana para além da mera categorização de signos através do entendimento da semiótica como parte do edifício filosófico de Peirce. A relação do signo com o objeto permite estabelecer pontos de convergência para se pensar uma ontologia do objeto. Por outro lado, a relaçã...
Article
Full-text available
Peirce's system of sixty-six classes as represented in the Signtree visual model is considered in order to show the strong relation between experience and cognition in semiotics. In this Signtree model we find twenty-four different classes of sinsign, in which we can observe signs of experience, and thirty-six classes of legisign, in which we find...
Article
Full-text available
: Iconic Sinsigns within Peirce’s system of 66 classes of signs: a semiotic analysis of the typeface Univers Revolved – Although Peircean scholars have acknowledged the analytical potential of C. S. Peirce’s models of three and ten classes of signs, such is not the case of his system of sixty-six classes. This system is practically unknown becau...
Article
The correspondence between Victoria Lady Welby and Charles Sanders Peirce started in 1903 when Welby sent Peirce her book What is meaning?, and continued with the exchange of letters about language and meaning until 1911, when Welby died. While Welby elaborated from a linguistic and semantic perspective a new science of meaning and communication ca...
Chapter
Full-text available
A semiótica permeia a comunicação como um campo de conhecimento relativamente autônomo, embora comumente referenciado como um dos fundamentos teóricos da área. O campo da comunicação é marcado por relações de forças no interior dos diferentes campos de conhecimento que o atravessam (Bourdieu, 1997). Deste modo, a maior ou menor inserção da semiótic...
Article
Full-text available
Resumo: Historicamente a tipografia tem função de tornar visível a escrita verbal. No entanto, as fontes não apresentam apenas essa função, elas também possuem a capacidade de repre-sentar qualidades visuais. Este artigo tem como objetivo analisar o funcionamento sígnico de fontes tipográficas digitais para mostrar como algumas fontes digitais enfa...
Conference Paper
Full-text available
Resumo O potencial analítico da teoria semiótica de C.S.Peirce é conhecido pelos pesquisadores da área. Mas, apesar de Peirce ter proposto um sistema com 66 classes de signos, a maioria das aplicações semióticas utilizam apenas os sistemas de três e dez classes. As 66 classes não são muito conhecidas, pois não foram suficientemente trabalhadas por...
Article
Full-text available
Resumo O processo de informação e o processo semiótico são complementares. Enquanto alguns aspectos da realidade física podem ser descritos de forma convincente em termos de informação-entendida como uma expressão de entropia-, aspectos relativos aos seres vivos suscitam descrições que incluam o significado da mudança. Semiótica é o domínio do conh...
Chapter
Full-text available
In this paper I will present the visual model of Peirce’s 66 classes of signs, which I call the Signtree Model, and show how the model helps on developing the enlarged semiotic system that Peirce left unfinished. Peirce’s best-known classification is that of 10 classes of signs. However, in his later years, when developing the sign process in much...
Conference Paper
Full-text available
A marca de refrigerantes “H2OH!”, lançada no mercado brasileiro em 2006, através de uma parceria entre as empresas PepsiCo e AmBev, adotou um estratégia se-miótica peculiar para representar o seu produto. Ao apropriar-se, fonética e graficamente, da fórmula da água, o legissígno-simbólico “H2O”, regra segundo a qual a união de dois átomos de hidrog...
Conference Paper
Full-text available
This paper intends to show how Peirce's Semiotic structures itself and connects different branches of his philosophy through the analysis of a visual model of representation of his 66 classes of signs. Peirce's theory of signs is very complex and abstract. It is not a specific semiotic and easy to apply, but a fundamental part of his philosophy. Th...
Article
Full-text available
Taking typography as the construction of fonts and the arrangement of letters on any support, this work pretends to show that digital typography has changed the iconic characteristic of written alphabetic languages. The principal iconic trace of ideograms and the way Chinese written signify are shown in order to explain the iconic aspects of writte...

Network

Cited By

Projects

Project (1)
Project
Desfigure the facebook timeline.