Mario Moutinho

Mario Moutinho
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias | ULHT · Museology

Phd Anthropology

About

19
Publications
3,278
Reads
How we measure 'reads'
A 'read' is counted each time someone views a publication summary (such as the title, abstract, and list of authors), clicks on a figure, or views or downloads the full-text. Learn more
43
Citations
Introduction
My current research interest is Sociomuseology, which is a School of Thought oriented towards the development (education and research) of community-based and dialogic Museology.
Skills and Expertise

Publications

Publications (19)
Article
Neste artigo, reflete-se sobre o cenário dos museus e das instituições de memória e suas interfaces com o currículo do curso de Especialização em Museologia, Cultura e Educação, fundamentado na Sociomuseologia, oferecido pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), no âmbito da Educação Continuada. Tem-se como objetivo compreender a...
Preprint
A cátedra UNESCO "Educação, Cidadania e Diversidade Cultural" criada na ULHT em novembro de 2017 tem raízes profundas no trabalho aqui desenvolvido desde o início dos anos 90 no campo da Sociomuseologia. Trata-se de um percurso complexo assente num dialogo entre os paradigmas, e as razões da Museologia tradicional com uma conceção de Museologia dia...
Preprint
Full-text available
A questão urbana é um dos maiores desafios societais do século XXI. O crescimento urbano tem sido constante prevê-se que se intensifique. Pela primeira vez, na história da humanidade, mais de metade da população humana viva em cidades e até meados deste século esse número deverá situar-se em cerca de 70% da humanidade a viver em cidades. Portugal e...
Conference Paper
Full-text available
Nesta comunicação apresentamos as linhas de força da proposta de formação e investigação pós-graduada em Museologia na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias de Lisboa. A formação e a investigação são construídas sobre a observação das dinâmicas contemporâneas globais e as respostas das comunidades locais que se organizam em processos m...
Article
Full-text available
Este número dos Cadernos de Sociomuseologia é fruto de uma longa colaboração entre docentes do campo da Museologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT). Esta colaboração foi iniciada em 1993 aquando da realização do III Seminário de Integração – Curso e Museologia e Museus da Cidade...
Book
“A contribuição do professor Mário Moutinho, com o seu trabalho sobre o indigenato, como um dos aspetos mais desumanos da dominação colonial, tem um valor inestimável para ajudar a nova geração a melhor conhecer as verdades do passado, a compreender as razões profundas do nosso combate libertador, e a apreciar devidamente os esforços daqueles que p...
Book
Full-text available
Article
Full-text available
Resumo Este artigo procura esclarecer o papel dos museus como entidades prestadoras de serviços. Para isso analisa diferentes conceitos de "serviços" e a forma como as grandes áreas de acção dos museus ignoram no seu quotidiano formas de organização potencialmente mais qualificadas. Refere-se à abordagem das SSME, Science Service Management and Eng...
Article
Dissertação (Mestrado) - Departamento de Arquitectura, Urbanismo e Artes da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.

Network

Cited By

Projects

Projects (3)
Project
Os museus como espaço de encontro constituem um dos mais relevantes desafios aos museus no nosso tempo. Este projeto a partir duma reflexão sobre os espaços museológicos a constituição duma rede de encontro e reflexão que integre dos profissionais de museus dos países e comunidade lusófonas.
Project
Ligar pessoas, construir pontes e valorizar a consciência” através da relação ente a economia com a cultura na criação de inovação social no contexto lusotópico. A geocultura da lusotopia (lugar de enunciação) constitui-se como o contexto da investigação futura e será a partir dele que procuramos olhar para a questão do impacto da cultura na economia a partir da proposta da neurociência social. O objectivo da investigação procura interrogar a relação dos seres humanos com o universo. A sua produção e inovação em contexto de resolução de problemas que emergem no mundo natural. A investigação procura interrogar os limites do conhecimento científico a partir duma explicação para a natureza da estrutura da ação humana na sua relação com o ambiente. Analisa a questão a intencionalidade dos estados mentais e os processos de emergência da consciência. Ao colocarmos a hipótese de que as experiências individuais se concretizam em contextos sociais favorecemos a investigação dos fenómenos sociais a partir da sua dimensão relacional em contexto. Os círculos de memória e a criação de narrativas constituem a estrutura matricial da metodologia a aplicar. A investigação, nos próximos anos, procurará fundamentar a teoria da neurociência social através da dinamização de processos participativos através dos círculos museológicos em contexto lusotopico. Prevemos que durante processo de análise da relação entre a cultura e o desenvolvimento em contexto lusotopico se avance para o questionamento do processo de formação da sua intencionalidade colectiva O trabalho será apresentado de forma a aumentar o impacto científico em revistas e daremos continuidade á participação em redes de investigação internacional, melhorando a capacidade de coordenação, através da apresentação de candidaturas de projectos investigação em concursos competitivo. Para a concretização do trabalho continuarão a ser usadas aas metodologias qualitativas, nomeadamente os procedimentos de investigação acção com base nas metodologias biográficas (Comprehensive Live History) com base nos grupos de memória ou círculos museológicos. A utilização das narrativas biográficas, colhidas através da constituição de grupos, procura recolher informação original sobre situações e actores em processo. Esta metodologia procura a reconstituição da trajectória social do individuo, construída pelo próprio a partir dos seus quadros de significância (de referências baseadas nas questões culturais e educacionais), com processo facilitador da consciência do posicionamento social de cada um face às situações e contextos vivenciados. Essa observação narrativa, do ponto de vista da análise, permite-nos uma dupla entrada: Por um lado observamos a emergência da consciência nos indivíduos dos resultados das experiências e das suas representações. Ao mesmo tempo encontramos a expressão das regularidades sociais que se desenham como pano de fundo das suas acções. A partir dessa consciência de si e das conformidades sociais que cada um transporta, o actor social dispõe das ferramentas necessárias para a construção de uma acção social construída em contexto, a partir do estabelecimento de compromissos com o grupo. As narrativas biográficas evidenciam a tripla dimensão da experiencia individual, da experiencia social e da experiencia simbólica onde se estabelecem as relações entre o individuo e as organizações sociais. É a partir dessa dimensão do indivíduo no grupo que procuramos a criação da inovação social. O trabalho com os grupos criará o momento chave de recolha dos elementos para análise, constituindo o envolvimento do investigador no processo de pesquisa uma questão fundamental. A observação participante permitirá, por via da aplicação de processos de dinâmica de grupo, trabalhar as questões da inovação social. Os trabalhos sobre os círculos de memória serão completados pelo desenvolvimento das oficinas de Museologia e Inovação social.