Marcia Machado Vieira

Marcia Machado Vieira
Federal University of Rio de Janeiro | UFRJ · Departamento de Letras Vernáculas

PhD (UFRJ)
I´m an associate professor and a linguist in Portuguese Language at the Federal University of Rio de Janeiro.

About

75
Publications
5,795
Reads
How we measure 'reads'
A 'read' is counted each time someone views a publication summary (such as the title, abstract, and list of authors), clicks on a figure, or views or downloads the full-text. Learn more
98
Citations
Citations since 2017
64 Research Items
84 Citations
2017201820192020202120222023010203040
2017201820192020202120222023010203040
2017201820192020202120222023010203040
2017201820192020202120222023010203040
Introduction
I´m an associate professor and a linguist in Portuguese Language at the Federal University of Rio de Janeiro. As a scientist, I enjoy observing how we use predications and predicates to put our thoughts into textual-discursive practices. Diverse textual, grammar and lexical unities are interconnected. Experiencing such diversity and its indexicality give rise to our usage-based multiectal and multilinguistic knowledge and is the horizon to a world of interesting research and discoveries.

Publications

Publications (75)
Book
Full-text available
Este livro é uma homenagem aos vinte anos de desenvolvimento de pesquisas no âmbito do Projeto Predicar, coordenado, desde sua inauguração em 2002, por mim, Marcia dos Santos Machado Vieira, no Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas na Universidade Federal do Rio de Janeiro. É fruto de ricas (inter)ações mobilizadas dentro do Projeto Predic...
Article
Full-text available
A pesquisa desenvolveu-se a partir da investigação de indícios de mudança construcional (alteração no polo formal ou funcional da construção) detectados em estudo diacrônico (diacronia recente) de predicadores complexos verbo-nominais com DAR em textos jornalísticos brasileiros dos séculos XX e XXI (1925 a 2014). Exemplos dessas perífrases são os s...
Article
Full-text available
Este artigo apresenta a proposta de uma plataforma digital nacional de arquivos de dados linguísticos e metadados interconectados para suporte às investigações linguísticas, com amostras de textos falados, escritos e/ou sinalizados das diferentes regiões brasileiras. Tal plataforma brasileira digital de bancos de dados linguísticos atende as demand...
Book
« Les chapitres réunis dans cet ouvrage forment un ensemble diversifié et riche de collaborations pour la communauté internationale des chercheurs intéressés par la description du portugais et des autres langues romanes. Aux importantes contributions à la description des variétés nationales du portugais et à la distinction des caractéristiques prop...
Book
Full-text available
Presentation
#linguistweets #TW2015 @SocioAbralin @marciamv2 @JuBertucci https://twitter.com/marciamv2/status/1467588480519782409
Article
Full-text available
Em comemoração dos 35 anos do Grupo de Trabalho (GT) de Sociolinguística da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL), a Coordenação do GT de Sociolinguística (gestão 2018-2021), Marcia dos Santos Machado Vieira (UFRJ) e Marcos Luiz Wiedemer (UERJ/Faperj), vem apresentar à comunidade acadêmica e ao público em...
Article
Full-text available
In celebration of the 35th anniversary of the Sociolinguistics Working Group (WG) of the National Association of Postgraduate Studies and Research in Letters and Linguistics (ANPOLL), the Coordinators of the Sociolinguistics WG(management 2018-2021), Marcia dos Santos Machado Vieira (UFRJ) and MarcosLuiz Wiedemer (UERJ/ Faperj), present thisspecial...
Article
Full-text available
O dossiê temático “Variedades linguísticas dentro e fora do Brasil”, do número 1 do volume 23, é organizado pelos professores Katie Drager (Universidade do Havaí-Mānoa), Albert Olivier Blaise Rilliard (CNRS, UFRJ), Marcia dos Santos Machado Vieira (UFRJ) e Marcos Luiz Wiedemer (UERJ/Faperj) no intento de reunir investigações e encaminhamentos teóri...
Article
Full-text available
The thematic dossier "Linguistic varieties in Brazil and beyond", from the first issue of volume 23, is organized by professors Katie Drager (University of Hawai'i-Mānoa), Albert Olivier Blaise Rilliard (CNRS, UFRJ), Marcia dos Santos Machado Vieira (UFRJ) and Marcos Luiz Wiedemer (UERJ/Faperj) in an attempt to bring together investigations and the...
Article
Full-text available
Bert Cappelle is associate professor in English linguistics at the University of Lille. He is the author of several articles dealing with linguistic phenomena analyzed in the light of usage-based cognitive Construction Grammar. He defends the idea that a speaker’s grammar is constructed gradually. Dr Cappelle has contributed to the study of variati...
Article
Full-text available
No presente estudo, sob enfoque funcional-cognitivo (BYBEE, 2003; DIESSEL, 2015, WIEDEMER & MACHADO VIEIRA, 2018; TRAUGOTT & TROUSDALE, 2013), verificamos ocorrências no Português Brasileiro do fenômeno de alternância de usos de formas linguísticas indicativas de tempo decorrido. Protagonizam essa alternância: a forma de base verbal [há SNtemporal]...
Article
Full-text available
O presente artigo tem como objetivo analisar a construção de atenuação do discurso, que, no plano da forma, é representada pela estrutura [trazerVsuporte + _____ Elemento não-verbal predicante (com Ndeverbal)]predicador verbal complexo. Esta construção licencia subesquemas construcionais que ou envolvem SN com Ndeverbal ou SP com Ndeverbal no segun...
Article
Full-text available
In compliance with the Capes-PrInt Project’s agenda, we bring our readers another volume from Diadorim Voices and writing in the different spaces of the Portuguese language. In this edition, in addition to an interview, we have the pleasure of having 05 articles about language studies: 05 about African Literatures, 02 about Brazilian Literature and...
Article
Full-text available
Focalizamos padrões construcionais com verbo-suporte DAR, enquanto operador de verbalização de elementos não-verbais do tipo (um(a)) X-[a/i]da, (um(a)) X-[a/i]dinha, (um(a)) X-adela e (um(a)) X-(z)inh[o/a], tal como em dar uma escapadinha e dar uma olhadela. Baseamo-nos em pressupostos da Linguística Funcional-Cognitiva e da Gramática de Construçõe...
Article
Full-text available
Este artigo expõe os resultados da pesquisa sobre a configuração formal-funcional do subesquema Xcor de SN da construção intensificadora Xcor de Y (como em roxo/verde de raiva ou vermelho de vergonha) no português brasileiro. Acreditamos que essa construção seja suscitada pelo fato de nosso corpo, mais especificamente, nosso rosto sofrer alterações...
Article
Full-text available
Professor Florent Perek has a PhD in English and General Linguistics (University of Freiburg) and is a Lecturer in Cognitive Linguistics at the Department of English Language and Applied Linguistics at University of Birmingham, UK. Professor Perek is the author of several articles in international peer-reviewed journals and has, among his most impo...
Article
Full-text available
Três problemas mobilizam a problematização e a descrição presentes neste artigo: (i) a relação de associação entre usos de certos predicadores ou predicações verbais (CAPPELLE, 2006), (ii) a necessidade de representação do fenômeno de variação na Gramática de Construções do Português (AUTOR, 2016), (iii) a tensão entre iconicidade e arbitrariedade....
Article
Full-text available
Este artigo lida com o fenômeno da impersonalização discursiva de participante que codifica a força indutora de um evento, centrando-se na delimitação de construções de predicação verbal que o promovem e que estão em alternância. Em linhas gerais, a intenção é descrever as construções de predicação verbal que propiciam a conceptualização de eventos...
Article
Full-text available
We have gathered here questions that are of great interest to Brazilian researches developed in the field of Functional-Cognitive Linguistics and Construction Grammar centered on the experience of use and/or perception-processing/subjective evaluation. In this set of questions, Professor Martin Hilpert has the opportunity to reflect on some of our...
Article
Full-text available
Interessa-nos reunir artigos de pesquisadores nacionais e internacionais sobre variação construcional e/ou sua relação com a mudança linguística (mudança construcional e mudança por construcionalização, nos termos de TRAUGOTT & TROUSDALE, 2013). Há muitas pesquisas que lidam com variação decorrente de polissemia, mas não em decorrência do mecanismo...
Article
Full-text available
Organised by three researchers whose work focuses on the phenomena of linguistic variation and change and the relationship between them, this issue brings together analysis and discussion of (inter)national scientists who have turned their concern to constructional variation and/or its relation to linguistic change (especially, constructional and c...
Book
Full-text available
Cadernos de Resumos 1º Fórum Internacional em Sociolinguística (FIS)
Book
Full-text available
Esta obra reúne resultados de pesquisas desenvolvidas sobre temas de interesse de linguistas vinculados ao Grupo de Trabalho (GT) de Sociolinguística da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL) e de outros linguistas convidados. Em seus quase 35 anos de existência, o GT, constituído por pesquisadores/docentes...
Chapter
Full-text available
Neste capítulo, defendemos um tratamento do fenômeno de variação no âmbito da Gramática de Construções do Português a partir da compatibilização de orientaçõese conceitos da Sociolinguística e da Gramática de Construções. No intuito de construir uma heurística socioconstrucionista, lançamos mão de três constructos teórico-metodológicos: (i) variaçã...
Chapter
Full-text available
In this chapter, we argue in favor of the description of the phenomenon of variation by similarity/synonymy in the context of Portuguese Construction Grammar through the compatibilizing of Sociolinguistics orientations and concepts to Usage-based Construction Grammar orientations and concepts. In order to collaborate to construct a socioconstructio...
Article
Full-text available
Este artigo versa sobre a temática do espaço da variação entre as generalizações da Gramática de Construções e sobre uma análise, sob olhar socioconstrucionista, de usos de padrões construcionais de predicação verbal na voz passiva. Objetiva apresentar argumentação em prol do estudo de variação linguística por similaridade e ilustrar variação de pa...
Article
Full-text available
O presente artigo tem como tema a variação entre construções com verbo-suporte DAR que se relacionam a elementos não-verbais do tipo “uma X-[a/i]da”, “uma X-[a/i]dinha”, “uma X-(z)inh[o/a]” e “uma X-adela”, como: dar uma caminhada, dar uma fugidinha e dar um pulinho. Tendo em vista o princípio de não-sinonímia de GOLDBERG (1995), intenciona-se veri...
Article
Full-text available
Based on constructionist approach of Goldberg (1995, 2003, 2013) and Traugott & Trousdale (2013), this research focuses on the relational construction of state change and the variation/alternation between the verbs ficar, tornar-se e virar (stay, become and turn) in this type of construction in Brazilian Portuguese. The verbal forms that alternate...
Article
Full-text available
Sob orientação funcional-construcionista ou socioconstrucionista, desenvolvemos nossa reflexão sobre a temática da correlação entre lexemas e construção em prol de discutir objetos observacionais e questões teórico-metodológicas referentes aos fenômenos da atração e da variação implicados nessa compatibilização. Além do exame de preferências e rest...
Chapter
Full-text available
Disponível em: https://www3.unicentro.br/editora/
Article
Full-text available
Este artigo enfoca a comparabilidade de microconstruções com ter-se e haver relacionadas ao domínio funcional da impessoalização discursivo-pragmática, da construção gramatical de impessoalização. Esse estudo descreve, com base no Sociofuncionalismo, o aumento da frequência da recorrência a instâncias da microconstrução com ter-se num intervalo de...
Article
Full-text available
Lida-se aqui com a articulação do tema variacionista da flexão verbal de número em construções com pronome SE e do tema funcionalista do grau de auxiliaridade de certos verbos envolvidos nessas estruturas linguísticas. Com base na análise de usos observados em textos brasileiros e portugueses, esta pesquisa sociofuncionalista propicia resultados ta...
Article
Full-text available
This paper focuses on the nominal-verbal constructions which function as complex predicates. It is not difficult to find, in Linguistic literature, references to idiomatic expressions which reveal some inconsistencies or superficial considerations of the topic. Due to the growing interest in idioms, this situation is changing, but, in some cases, t...
Article
Full-text available
O volume 16 da Diadorim -- Revista de Estudos Linguísticos e Literários -- do Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas da Universidade Federal do Rio de Janeiro compõe-se de nove artigos inéditos e uma resenha. Os textos foram escritos por pesquisadores da área de Língua Portuguesa de universidades brasileiras e estrangeiras. Embora focalizem...
Article
Full-text available
Este artigo lida com resultados de uma pesquisa funcionalista de construções com os verbos relacionais ser e estar registrados em textos produzidos nas modalidades oral e escrita do Português Brasileiro e do Português Europeu. Objetiva expor os aspectos formais e funcionais de predicações nominais com tais verbos e também descrever similaridades e...
Article
Full-text available
A alternância entre predicadores pronominais simples e perífrases com verbo suporte. Actas del XVI Congreso Internacional de la ALFAL (Alcalá de Henares 6-9 de junio de 2011) / Ana María Cestero Mancera (ed. lit.), Isabel Molina Martos (ed. lit.), Florentino Paredes García (ed. lit.), 2011, ISBN 978-84-8138-771-1, págs. 1877-1886 Idioma: portugués
Article
Full-text available
Resumo: Descreve-se como se encontra, no Português, a tendência à concordância de número em construções passivas pronominais constituídas de formas verbais simples e complexas que ocorrem relacionadas a sintagmas nominais flexionados no plural. A investigação sociofuncionalista centra-se na identificação de condicionamentos e na relação entre o nív...
Article
Full-text available
Pesquisa de métodos e materiais para registro e avaliação de atitudes linguísticas em relação à alternância de predicadores complexos com verbo-suporte e predicadores simples. Tópicos para reflexão quanto a procedimentos metodológicos para mapear o grau de interferência da percepção e/ou avaliação do falante na seleção e/ou emprego de formas em var...
Article
Full-text available
Este trabalho aborda a expressão de grau na Língua Portuguesa nos planos do conteúdo explícito e implícito. Procede-se ao levantamento dos diversos mecanismos de gradação a partir da observação de um corpus da fala de informantes não-escolarizados. Por meio dos resultados obtidos, sublinha-se a importância dos diversos níveis gramaticais para o tra...
Article
Full-text available
Na língua portuguesa falada no Brasil, é perceptível a variação de uso das formas pronominais nós e a gente para referência à primeira pessoa do discurso no plural. Apesar de amplamente empregada na linguagem coloquial, a expressão a gente dificilmente é objeto de análises e descrições gramaticais e, às vezes, nem mesmo de simples observações.
Thesis
Full-text available
Nesta pesquisa, investiga-se a variação dos sujeitos pronominais "nós"/"a gente" em dialetos orais do norte do estado do Rio de Janeiro. Esta dissertação baseia-se em dados eliciados de entrevistas gravadas com pescadores que compõem o corpus do Projeto do Atlas Etnolinguístico dos Pescadores do Estado do Rio de Janeiro (APERJ). Os dados foram quan...
Article
Full-text available
Fazer revela, em muitos contextos lingüísticos, comportamento semântico-estrutural sistemático que o vincula, em maior ou menor grau, a categorias gramaticais e/ou discursivas. Em certos casos, chega a atuar como um instrumento morfossintático auxiliar na derivação de predicados complexos. Nesses contextos, merece ser funcionalmente descrito no âmb...

Network

Cited By

Projects

Projects (2)
Project
Articulação interinstitucional com foco em línguas românicas a variarem em diversos domínios e práticas de (inter)ação social; Documentação, difusão, valorização e ensino de variedades do Português no mundo e em territórios de línguas românicas; Comparação com variedades de línguas românicas: mapeamento de idioconstruções e diaconstruções. Projeto franco-brasileiro https://variar.wixsite.com/variar https://variar.wixsite.com/variar?lang=fr Resumo: O projeto VariaR – Variação em Línguas Românicas –, iniciado em 2019, tem como objetivo principal contribuir para a descrição e análise de fenômenos variáveis nas línguas românicas no plano fonológico, e sintático e textual-discursivo. Tem como ponto de partida o estudo da variação em língua portuguesa, para, em seguida, mirar/visar a uma comparação do português com outras línguas românicas. Coordenado pelas pesquisadoras Vanessa Meireles Ferré, da Universidade Paul Valéry, e Marcia dos Santos Machado Vieira, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, o projeto já reúne também estudantes com vínculo às duas instituições (cf. nominata dos membros do projeto no final do texto). Desenha-se de tal maneira que tem o potencial de contar com outros pesquisadores de ambas universidades e até de outras instituições universitárias que venham a interessar-se em colaborar para a frente de pesquisa comparativa nele proposta. Em linhas gerais, o projeto pauta-se em corpora de naturezas diversas que viabilizem investigações em diferentes eixos de trabalho para dar conta das necessidades e potencialidades das humanidades (digitais ou não): mapeamento e documentação, tradução, ensino, interpretação ou dublagem, comunicação ou interação/rotina (socio)discursiva em diversas áreas do saber, aplicativo(s) que promova(m) ludificação dos saberes sobre línguas românicas, entre outras. Desenvolve-se à luz de teorias sociolinguísticas e de suas interfaces, de variação, de mudança linguística e de contato multilinguístico. Com essas duas orientações esperamos contribuir para um melhor conhecimento de variedades do português e, por extensão, da área linguística lusófona de uma maneira mais geral dentro das línguas românicas, estabelecendo um terreno comum sobre as variações dialetais contemporâneas nestas línguas e propiciando um espaço de reunião de informações sobre generalizações e especificidades delas. Coordenação - Université Paul Valéry/Montpellier & Universidade Federal do Rio de Janeiro: MEIRELES & MACHADO VIEIRA https://www.researchgate.net/profile/Vanessa-Meireles-5 https://www.researchgate.net/profile/Marcia-Vieira-7
Project
O Projeto PREDICAR (que completa 20 anos em 2022) vincula-se ao Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas. As investigações assumem enfoque: (i) funcional(-cognitivista) e (ii) (socio)construcionista. Os estudos orientados para o que é estável e o que varia ou muda lidam com: a relação de compatibilização entre construções gramaticais e lexemas, a gramaticalidade das formas verbais simples ou complexas, bem como a variação (por polissemia ou por analogia/similaridade), mudança construcional ou construcionalização (gramatical ou lexical) de certas construções verbais ou verbo-nominais. Pesquisam-se, em geral, construções de estrutura argumental, construções de referencialidade, predicadores simples e complexos. Investe-se no estudo de construções relacionais, construções gramaticais com verbos suportes ou (semi)auxiliares, construções idiomáticas, construções com pronome SE, construções de impessoalização discursiva, construções de articulação de orações, construções com lexemas de cores. Focalizam-se, atualmente, estes temas: (i) a compatibilização entre construções (in)transitivas e formas verbais simples ou complexas, (ii) o comportamento pragmático, discursivo, semântico, morfossintático e fonético-fonológico ((supra-)segmental) das formas verbais e das construções com que se compatibilizam, bem como sua categorização funcional, (iii) o nível de esquematicidade, produtividade e composicionalidade dessas formas/estruturas em comparação com seus usos em outras construções, (iv) as funções das construções na conceptualização de cenas dinâmicas ou não, (v) a contextualidade de construções e potencialidade de construções além do nível suprasentencial. Para tanto, somam-se orientações do Cognitivismo e da Gramática das Construções a orientações do Funcionalismo e do Sociofuncionalismo adotadas desde as três primeiras fases do projeto. E assume-se, ainda, sua articulação com a Sociolinguística, num enfoque socioconstrucionista. As pesquisas orientadas para os casos de variação por analogia lidam ou (i) apenas com formas verbais simples, (ii) com predicadores simples e complexos, (iii) só com complexos verbais ou (iv) com articulação de predicações. Focalizam-se, no momento, estes temas: construções de impersonalização discursiva (com ter, haver e ter-se, entre outras formas), construções com verbos suportes em relação de comparabilidade funcional com construções com verbos plenos, flexão verbal em construções com SE apassivador/indeterminador com predicadores complexos, construções passivas analíticas e construções passivas sintéticas, construções de indeterminação, colocações em construções de mudança de estado, construções de aspectualização e de modalização, construções de desejo/futuridade, intensificação-atenuação, construções de estrutura argumental e construções com lexemas de cor. Examinam-se os processos de variação e mudança dessas construções com base na articulação de orientações da Linguística Funcional-Cognitiva e da Sociolinguística. E, a partir de um olhar dos fenômenos linguísticos que prevê generalizações também sobre variação construcional, lida-se com os problemas das restrições, da transição e da avaliação, desenvolvendo-se as análises de materiais relativos a usos, a percepções e a atitudes no Brasil, nas modalidades oral e escrita e em diferentes domínios discursivos. Têm especial importância as funções semânticas, discursivas, pragmáticas e cognitivas das construções na elaboração do sentido textual e em diferentes espaços comunicativos e/ou de prática discursiva, bem como restrições históricas, sociais e individuais. Com os resultados obtidos, tenciona-se, em última instância, fornecer subsídios para o tratamento dos temas relativos a predicadores, a predicação e a construções envolvendo verbos, em material produzido no âmbito da descrição linguística e do enfoque didático.