• Home
  • Heloisa Estellita
Heloisa Estellita

Heloisa Estellita
Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas · Direito

PhD

About

37
Publications
11,962
Reads
How we measure 'reads'
A 'read' is counted each time someone views a publication summary (such as the title, abstract, and list of authors), clicks on a figure, or views or downloads the full-text. Learn more
39
Citations
Citations since 2017
25 Research Items
28 Citations
201720182019202020212022202302468
201720182019202020212022202302468
201720182019202020212022202302468
201720182019202020212022202302468
Additional affiliations
November 2015 - present
Universität Augsburg
Position
  • Experienced Researcher
Description
  • Alexander von Humboldt und CAPES Stipendiatin - Betreuung bei Prof. Dr. Greco
October 2014 - February 2015
Ludwig-Maximilians-University of Munich
Position
  • Experienced Researcher

Publications

Publications (37)
Book
Apresentação Heloisa Estellita Advocacia e lavagem de capitais: considerações sobre a conveniência da autorregulamentação Heloisa Estellita Parte I Medidas de prevenção à lavagem de dinheiro e os advogados como sujeitos obrigados: experiência estrangeira 1. A situação nos países-membros e associados ao Mercosul Bianca de Britto Festino 2. A regu...
Article
Full-text available
Direct access to taxpayer's data by the prosecution's office: commentary on a decision issued by the Federal Superior Court
Article
Full-text available
In December 2019, the Brazilian Supreme Court, ruled that the Brazilian Financial Intelligence Unit – FIU (COAF) could share confidential (financial) information to law enforcement authorities without prior judicial authorization (RE 1.055.941). This decision is used in the present paper as the background to review the processing of personal data b...
Article
Full-text available
Brazilian Supreme Court’s Binding Ruling nº 24 has caused a series of unwanted effects in the criminal and criminal procedural treatment of tax crimes. The most recent arises in a discussion about the classification of tax crimes as formal or material offenses in the Brazilian Supreme Court (ADI 4.980) and in the Brazilian Superior Court of Justice...
Chapter
Full-text available
Legal opinion on the use of tainted assets to pay attorney fees for representation in a criminal matter and the perpetration of money laundering.
Chapter
Full-text available
Tax fraud's individual liability in family businesses.
Article
Neste texto, originalmente redigido como parecer, os autores discutem os obstáculos dogmáticos para a consideração de um delito tributário como crime antecedente para a lavagem dinheiro e suas repercussões práticas, especialmente para a prova da origem dos ativos objeto de lavagem. O caso examinado teria ocorrido sob a vigência da redação original...
Article
Full-text available
Uma análise da atribuição de responsabilidade penal em empresas em casos de delegação de tarefas.
Technical Report
Full-text available
The text presents an assessment of the use of cryptocurrency to perpetrate financial evasion under the Brazilian law.
Article
Full-text available
The text addresses the important discussion regarding bona fide payment for representation in a criminal matter. Such a conduct does not fall within the scope of the money laundering nor of the handling of stolen goods under Brazilian Criminal Law. Accordingly, accepting fees for legal representation ina criminal case does not constitute, per se, a...
Article
Full-text available
O texto aborda a questão do recebimento de honorários maculados por advogados que efetivamente prestaram o serviço objeto da contratação. Analisa-se a conduta à luz dos tipos penais de lavagem de dinheiro e de receptação, concluindo pela atipicidade da conduta. Inexistindo indício de conduta típica, não se configura pressuposto legal para a aplicaç...
Article
Full-text available
The Brazilian legislator chose to impose corporate criminal liability under the doctrine of attribution, which may be subject to criticism. The examination of a set of cases recently reviewed by Brazilian courts show both that the legal requirements (criminal offense perpetrated by an individual, due to a decision taken by the corporation’s legal r...
Article
Full-text available
Uma aproximação ao uso potencial de bitcoins para a lavagem de dinheiro. Potential use of bitcoins for money laundering purposes.
Article
Full-text available
The Brazilian legislator chose to impose corporate criminal liability under the doctrine of attribution, which may be subject to criticism. The examination of a set of cases recently reviewed by Brazilian courts show both that the legal requirements for attribution are not being observed and that criticism directed at this doctrine are well founded...
Book
Full-text available
"Quando o mundo jurídico é assolado por novos desafios surgidos da inserção de novas tecnologias nas relações sociais, cabe aos seus pensadores a tarefa de compatibilizar pressupostos da regulação jurídica com cenários até pouco tempo restritos à ficção. Para dar conta deste novo cenário, o Centro de Ensino e Pesquisa em Inovação (FGV CEPI) acredit...
Article
Full-text available
Improper omission is one of the forms of attribution of criminal responsibility to individuals holding top managerial positions in a corporation. Its fundamental requirement is that such individuals are given a legal duty to act (known as “guarantor’s position” in civil law jurisdictions), which arises whenever they have a certain degree of control...
Article
Full-text available
The instrumentalism and flexibility of the legal norms that prevail today in our legal culture, especially in its jurisprudential component, create inequality and insecurity. The case of the enforcement of a criminal sentence pending judgement before high courts depicts the methods for this sake and proves that its outcome is the denial of equality...
Chapter
The IRS may play a leading role in uncovering evidence of corruption while performing their routine tax assessments. Although the connection between corruption and taxes has been more commonly examined based on the impact of corrupt practice in public finance, a closer look can also reveal that in most cases, in addition to corruption, tax fraud of...
Book
Full-text available
The Brazilian Voluntary Disclosure Programme entered into force early 2016 and will be opened to tax payers wishing to disclose past tax fraud, financial evasion and money laundering offences until 30.10.2016. The texts collected in this book address both criminal and tax law aspects of the regulation.
Article
Full-text available
A globalização e a internacionalização das empresas são fenômenos que precisam ser considerados pelas modernas administrações tributárias. Fiscalizar e combater a evasão fiscal, o planejamento tributário agressivo e a lavagem de dinheiro somente com medidas domésticas tende a ser inócuo em uma dimensão global. Para lidar com esse cenário, novas for...
Article
Corruption is a serious institutional dysfunction. The lenient view of corruption as the “grease of the wheels of development” is no longer accepted. Much on the other hand, graft is currently understood as the “sand of the wheels”. As one of the main factors hindering economic and social development, the combat of corruption has become a top prior...
Article
Divulgação dos SUMÁRIOS das obras recentemente incorporadas ao acervo da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva do STJ. Em respeito à lei de Direitos Autorais, não disponibilizamos a obra na íntegra. STJ00079815 343.911(81) E79c
Article
ACESSO RESTRITO: em respeito à Lei de Direitos Autorais, trata-se de documento de uso interno do STJ Aborda o parcelamento previsto na MP 303/06 e a punibilidade nos crimes tributários.
Article
Full-text available
ACESSO RESTRITO: Em respeito à Lei de Direitos Autorais, trata-se de documento de uso interno do STJ Trata da exclusão do Refis estudando seuss aspectos constitucionais e penais.

Network

Cited By

Projects

Projects (4)
Project
We live the era of digitalization, a phenomenon that must be understood as the transformation of values or analogical data into the digital format. Automata systems, robots, cryptocoins, internet of things, artificial intelligence, software agents, digital telecommunication etc. are already realities for which one must be prepared. And the phenomenon of digitalization modifies the whole way we live and work. Therefore, it is necessary that national legislations are ready to regulate an irreversible and global phenomenon, since technical advances usually attract new legal problems. The legal framework of a country is not only extremely important for the development and implementation of innovations but is also important because deficient regulations can compromise the accountability of actors involved in this process and create impacts on the national economy and sovereignty. The challenge of approaching all the problems related to this subject from the very beginning, in order to produce legal science that supports the legislator, is a possible task, but very costly in terms of time and financial resources.
Project
A linha de Direito Penal Econômico (DPE) do Mestrado Profissional da FGV DIREITO SP tem como foco o estudo e a pesquisa de práticas e soluções jurídicas adotadas no campo dos crimes econômicos e da criminalidade de empresa, a partir de uma visão integrada e multidisciplinar do direito penal com a regulação de base (direito societário, financeiro, do mercado de capitais, tributário, ambiental, anticorrupção etc.). Acreditando que a concentração da pesquisa de mestrandas/os e orientadores sobre um mesmo aspecto do DPE favorece a obtenção de um resultado individualmente mais profundo e coletivamente mais amplo, trabalharemos com linhas de pesquisa temáticas. A primeira delas, intitulada “Acessoriedade no DPE”, explorará as diversas manifestações da interdisciplinariedade, característica das normas desse setor do direito penal, agrupadas em três grandes grupos: acessoriedade nos pressupostos de punibilidade (injusto e culpabilidade), acessoriedade na sanção e acessoriedade processual. Detalhamento: No âmbito da acessoriedade nos pressupostos de punibilidade (injusto e culpabilidade), os sub-temas para as pesquisas individuais cobrem, exemplificadamente, o estudo dos elementos de remissão no tipo penal; o erro do agente sobre esses elementos de remissão; o papel do risco permitido na regulação de base para a tipicidade penal; o impacto da definição das elementares normativas por instâncias extrapenais (CVM, Cade, Coaf, Bacen, Receita Federal etc.). Nessa linha, existem várias áreas de relevância prática a serem exploradas, como, no âmbito tributário (diferença entre planejamento tributário, elisão, evasão e fraude fiscal) e no mercado de capitais (distinções entre os ilícitos administrativos e os tipos penais de manipulação de mercado e uso indevido de informação privilegiada). Algumas das perguntas examinadas nesse tópico são as seguintes: Quais as diferenças entre os tipos sancionadores administrativos e os tipos penais? Podem condutas admitidas administrativamente serem valoradas negativamente para efeitos penais? Pode o agente que confiou legitimamente em orientações administrativas ser processado criminalmente? E a confiança em pareceres jurídicos? Há especificidades a depender da complexidade da regulação extrapenal? A quem compete estabelecer as diferenças entre os ilícitos administrativos e penais? No âmbito da acessoriedade na sanção, os temas envolvem, ilustrativamente, o conceito de sanção; o fundamento e as consequências do “ne bis in idem”; a jurisprudência nacional sobre o “ne bis in idem"; o conceito de “fato” para a incidência do “ne bis in idem"; a jurisprudência europeia e a norte-americana sobre o tema. Existe amplo potencial de pesquisa nessa área, dada a ampla sobreposição de sanções verificada no direito brasileiro: o maior exemplo disso é a multiplicidade de regras punitivas da corrupção. Enquanto em outros países o tema tem sido amplamente explorado, na doutrina e na jurisprudência, no Brasil persiste intocado o dogma da “independência das instâncias”. Questões que se colocam nesse âmbito, entre outras, são: É legítima a incidência de uma sanção penal e uma administrativa sobre o mesmo fato? Como se define o mesmo fato para esse fim? Qual a consequência do reconhecimento dessa impossibilidade pelo Poder Judiciário? De lege ferenda, quais os modelos mais eficientes para garantir uma adequada proteção de bens jurídicos e impedir uma sobrecarga de acusações e punições? No âmbito do processo, as pesquisas individuais cobrirão, exemplificadamente, a necessidade de término do processo administrativo para a persecução penal; os efeitos recíprocos das decisões penais e extrapenais; os limites de compartilhamento, validade e valoração de provas. Também aqui a linha de pesquisa é focada em temas bastante atuais. Alguns pontos de exame nesse tópico são: Justifica-se a exigência jurisprudencial do término do procedimento administrativo para a persecução penal de crimes tributários, mas não em relação a crimes contra o sistema financeiro e o mercado de capitais? Qual a consequência da decisão da CVM, do BACEN ou do COAF que reconhece a inexistência de ilícito administrativo para a persecução penal? E a consequência da decisão penal para a esfera administrativa? Quais os limites de compartilhamento de provas entre as esferas punitivas? Os novos acordos celebrados no âmbito da Lei 13.506/2017 entre BACEN e CVM e pessoas físicas têm impactos penais? Para redes sociais: Devido às diversas indagações sobre a nova linha de Direito Penal Econômico do Mestrado Profissional da FGV DIREITO SP, Adriano Teixeira, Marcelo Costenaro Cavali e eu preparamos a breve apresentação abaixo para explicar o diferencial do programa. As inscrições estão abertas até 17 de setembro. A linha de Direito Penal Econômico (DPE) do Mestrado Profissional da FGV DIREITO SP tem como foco o estudo e a pesquisa de práticas e soluções jurídicas adotadas no campo dos crimes econômicos e da criminalidade de empresa, a partir de uma visão integrada e multidisciplinar do direito penal com a regulação de base (direito societário, financeiro, do mercado de capitais, tributário, ambiental, anticorrupção etc.). Acreditando que a concentração da pesquisa de mestrandas/os e orientadores sobre um mesmo aspecto do DPE favorece a obtenção de um resultado individualmente mais profundo e coletivamente mais amplo, trabalharemos com linhas de pesquisa temáticas. A primeira delas, intitulada “Acessoriedade no DPE”, explorará as diversas manifestações da interdisciplinariedade, característica das normas desse setor do direito penal, agrupadas em três grandes grupos: acessoriedade nos pressupostos de punibilidade (injusto e culpabilidade), acessoriedade na sanção e acessoriedade processual. Exemplos de questões que poderão ser examinadas nas pesquisas individuais são, apenas ilustrativamente: Quais as diferenças entre os tipos sancionadores administrativos e os tipos penais? É legítima a incidência de uma sanção penal e uma administrativa sobre o mesmo fato? De lege ferenda, quais os modelos mais eficientes para garantir uma adequada proteção de bens jurídicos e impedir uma sobrecarga de acusações e punições? Justifica-se a exigência jurisprudencial do término do procedimento administrativo para a persecução penal de crimes tributários, mas não em relação a crimes contra o sistema financeiro e o mercado de capitais? Os novos acordos celebrados no âmbito da Lei 13.506/2017 entre BACEN e CVM e pessoas físicas têm impactos penais?