Darío Estraviz López

Darío Estraviz López
Universidade NOVA de Lisboa | NOVA · Department of Earth Sciences (DCT)

PhD student at NOVA School of Science and Technology
PhD thesis on Pleistocene mammals from Portugal

About

15
Publications
3,291
Reads
How we measure 'reads'
A 'read' is counted each time someone views a publication summary (such as the title, abstract, and list of authors), clicks on a figure, or views or downloads the full-text. Learn more
12
Citations
Introduction
I am biologist by University of A Coruña and MSc in Paleontology by NOVA School of Science and Technology. Currently doing my PhD in the same institution about Portuguese Pleistocene Megafauna. My main focus is mammals but anything related to Cenozoic vertebrate paleontology in Iberian Peninsula can draw my attention. Broadly I am also interested in anything related to vertebrate paleontology. Geometric and traditional morphometrics also interest me a lot as methods.
Additional affiliations
February 2020 - November 2020
Universidade NOVA de Lisboa
Position
  • Bolseiro de Investigação
Description
  • Work on the BARY-PT project funded by Dino Parque da Lourinhã thanks to "Bolsas Super-Animais 3" about the Baryonyx dinosaur from Portugal, discovered in Cabo Espichel.
September 2016 - June 2019
Universidade NOVA de Lisboa
Position
  • Master's Student
Description
  • During the course 2016-2017 I attended classes of the first year of the master. I worked on my master thesis since september of 2017 and the 13th of may, 2019 I defended it with a final grade of 19 values out of 20.
September 2016 - present
Museu da Lourinhã
Position
  • Volunteer
Description
  • I worked as volunteer during summers in the Museu da Lourinhã between 2011 and 2016. Since 2016 I am resident volunteer.
Education
September 2016 - June 2019
Universidade NOVA de Lisboa
Field of study
  • Palentology
September 2012 - June 2016
University of A Coruña
Field of study
  • Biology

Network

Cited By

Projects

Projects (5)
Project
O Quaternário é o período geológico que vivemos e que corresponde aos últimos 2,5 milhões de anos. Os depósitos Quaternários das grutas do Concelho da Lourinhã têm sido estudados científicamente desde o século XIX, contudo têm recebido menor atenção desde o ponto de vista paleontológico do que as grutas dos concelhos vizinhos como, por exemplo, Lapa da Rainha (350m ao Sul da Lourinhã, em Torres Vedras), Gruta Nova da Columbeira (150m ao Leste da Lourinhã no Bombarral) ou Casa da Moura (1km ao Norte da Lourinhã em Óbidos), grutas relevantes todas elas para o nosso conhecimento das faunas fósseis do Quaternário em Portugal. A prática totalidade dos seus estudos realizados nas cavidades da Lourinhã estão situadas dentro do alvo da Arqueologia, avultando aqueles estudos relacionados com a necrópole neolítica das grutas da Feteira. A nosso conhecimento, há apenas um trabalho centrado na Paleontologia de vertebrados do Quaternário no Concelho da Lourinhã, sobre uma cavidade em São Bartelomeu dos Galegos posta a descoberto por uma pedreira nos anos 1970 e que forneceu material craniano e pós-craniano de urso pardo (Ursus arctos) depositado no Museu do Bombarral. Além disto, existe material de vertebrados da Gruta da Feteira e outras que carecem de estudo, algum dele no Museu da Lourinhã. No Concelho da Lourinhã há seis jazidas arqueológicas indexadas pela DGPC (Direção Geral de Património Cultural) com um CNS (Código Nacional de Sítio): Grutas Feiteira I e II, Gruta de Quinta dos Morcegos, Gruta Principal, Gruta Secundária, Lapa do Reguengo Pequeno e Algar de Pedreira Velhas III. Há, além disto, pelo menos outras 27 grutas catalogadas pelo NABUQ (Núcleo de Amigos dos Buracos das Cesaredas). Os objetivos do projeto serão aumentar o nosso conhecimento sobre os vertebrados fósseis do Quaternário do Concelho da Lourinhã e inserir estes novos dados sobre a fauna quaternária da Lourinhã no contexto da paleobiologia, paleoecologia e paleobiogeografia e nível português e ibérico das diversas espécies de vertebrados quaternários fósseis.Além disso, acrescentar material ao acervo do Museu da Lourinhã com novas peças recoletadas e/ou réplicas doutras peças de vertebrados quaternários depositadas em outras coleções; ademais de melhorar o nosso conhecimento sobre as grutas do concelho. Espera-se que deste projeto surjam pelo menos uma publicação em revista científica e um resumo em um congresso de paleontologia nacional ou internacional; que ajudem a melhorar o nosso conhecimento das faunas fósseis do Quarernário a nível ibérico e sobre tudo local, o que terá implicações na política de conservação de espécies; por exemplo para conhecer a que espécies dar prioridade na conservação ou reintroduzir. Assim mesmo as novas peças descobertas e as réplicas elaboradas melhoraram a qualidade da exposição no Pavilhão de História Natural do Museu da Lourinhã. Finalmente os modelos em 3D de grutas elaborados poderão atrair novos turistas espeleológicos à Lourinhã.
Project
Restudy of ML1190, a Baryonyx dinosaur from Early Cretaceous of Cabo Espichel (Portugal) published by Mateus et al., 2011. Reference: Mateus, O.; Araújo, R.; Natário, C.; Castanhinha, R. (2011). A new specimen of the theropod dinosaur Baryonyx from the early Cretaceous of Portugal and taxonomic validity of Suchosaurus. Zootaxa. 2827: 54–68. Project funded by "Bolsas Super-animais 3" from Dino Parque da Lourinhã.
Project
Collect and share information on the Jurassic-Cretaceous "transition" (around Berriasian times) in order to follow up with the discussion on the (re-)location of the system boundary (base Berriasian /Kilian view/, base Valanginian /Oppel view/, or any other option) a fair and open discussion initiated on the occasion of JK2018. Are you interested to join as "collaborators" ? then: ● option 1: register as "followers" of both the project and Bruno Granier --no necessarily on the long term!-- (and you will be added to the list); ● option 2: send your contact information (i.e., your email address) to Prof. Bruno Granier, Brest (Université de Bretagne Occidentale). Would you like to leave the project ... let him know (and that should be promptly fixed). PLEASE do not register as follower if you are not willing to be a collaborator!