Figura 1 - uploaded by Maurício Schneider
Content may be subject to copyright.
Quadro de termos empregados em referência a quilombolas e pomeranos. 

Quadro de termos empregados em referência a quilombolas e pomeranos. 

Source publication
Article
Full-text available
Tomando que as identidades étnicas se configuram como fronteiras, neste trabalho buscamos refletir sobre a construção de identidades de quilombolas e pomeranos na Serra dos Tapes, região localizada ao sul do estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Para além das categorias quilombola e pomerano, distintos termos são ali empregados pelos grupos para aut...

Similar publications

Article
Full-text available
El objetivo de este trabajo es presentar los avances preliminares del estudio de los sitios La Penca, El Retobado y el Salado 39. Se trata de tres sitios próximos a la ruta provincial Nº 39 entre el río salado y la localidad de Colonia Dolores, Depto. San Justo (Fig. 1). Su ubicación fue el resultado de prospecciones realizadas en el marco de una i...
Chapter
Full-text available
Neste capítulo discute-se a (re)produção da medicina popular em duas espacialidades distintas do interior do estado do Paraná. Aborda-se a temá- tica desde estudos realizados em comunidades rurais e urbanas, em que este saber-fazer evidencia um rico aporte cultural, bem assim, uma estratégia de resistência e resiliência para diferentes pessoas da r...
Article
Full-text available
Desde o final dos anos 1960, a questão ambiental começa a ganhar nova qualidade com a emergência dos movimentos populares, evidenciando que a crise ambiental é uma faceta da crise epistêmica e política, marcada pela colonialidade do saber e do poder. Neste artigo será destacado o movimento das comunidades tradicionais do estado do Acre, sob a lider...
Article
Full-text available
O basquetebol demanda um espaço físico escolar melhor estruturado e isso parece ser um fator limitante para o desenvolvimento deste nas escolas públicas brasileiras. O objetivo deste estudo é relatar a experiência prática de apresentar o basquetebol a alunos da sétima série nas aulas de educação física em uma escola pública da cidade de Manaus que...
Article
Full-text available
No Brasil, as regiões de imigração européia têm sido reconhecidas como patrimônio cultural, pois são marcadas tanto pela presença de bens materiais móveis e imóveis, quanto por traços identitários da reprodução social dos imigrantes italianos, além de elementos naturais que compõem a paisagem rural. Esse trabalho analisa a Colônia Maciel, no Distri...

Citations

Article
Full-text available
O objetivo foi compreender o sistema de cuidado à saúde entre famílias rurais ao Sul do Rio Grande do Sul. Constituiu-se de uma pesquisa qualitativa, com orientação etnográfica, realizada em 2014, com 25 interlocutores, residentes em um território rural. Os dados foram analisados por meio de uma abordagem hermenêutica antropológica. As práticas de cuidado à saúde, para essas famílias rurais, envolvem diferentes saberes, tanto os oriundos do sistema formal, quanto do sistema informal de saúde. Essas práticas transitam pelo cuidado familiar, serviços biomédicos, religiosidade, não ocorrendo um fluxo único, mas utilizando-se dos diferentes espaços e serviços, de acordo com suas necessidades. Nesse sentido, para realização de um cuidado integral à saúde dos indivíduos e das suas famílias, os profissionais necessitam conhecer o contexto cultural da comunidade acompanhada, entender e valorizar as práticas e as dinâmicas de cuidado que integram seu sistema de cuidado à saúde.Descritores: População Rural, Família, Cultura, Enfermagem. Health care system of rural familiesAbstract: The aim was to comprehend the health care system of rural families in the south of Rio Grande do Sul. Qualitative research with etnographic orientation, developed in 2014, with 25 interlocutors, residents of a rural territory. Data were analyzed through antropological hermeneutic approach. Health care practices, for these rural families, involve different knowledge, those from the formal system and those from the informal system of health. These practices transit through family care, biomedical systems and services, religiosity, not a single flow, but using different spaces and services, according to their needs. Thus, the realization of an integral health care of the individuals and their families requires professionals that know the community’s cultural context, understand it and value practices and care dybamics that integrate their health care system.Descripstors: Rural Population, Family, Culture, Nursing. Sistema de atención de salud a familias ruralesResumen: El objetivo era comprender el sistema de atención de salud entre las familias rurales en el sur de Rio Grande do Sul. Consistió en una investigación cualitativa, con orientación etnográfica, realizada en 2014, con 25 interlocutores, residentes en un territorio rural. Los datos se analizaron utilizando un enfoque hermenéutico antropológico. Las prácticas de atención médica para estas familias rurales implican diferentes tipos de conocimiento, tanto de los sistemas de salud formales como informales. Estas prácticas se mueven a través de la atención familiar, los servicios biomédicos, la religiosidad, no un solo flujo, sino que utilizan diferentes espacios y servicios, de acuerdo con sus necesidades. En este sentido, para brindar atención médica integral a las personas y sus familias, los profesionales necesitan conocer el contexto cultural de la comunidad que se sigue, comprender y valorar las prácticas y dinámicas de atención que integran su sistema de atención de salud.Descriptores: Población Rural, Família, Cultura, Enfermería.
Article
Full-text available
Resumo: O objetivo foi compreender o sistema de cuidado à saúde entre famílias rurais ao Sul do Rio Grande do Sul. Constituiu-se de uma pesquisa qualitativa, com orientação etnográfica, realizada em 2014, com 25 interlocutores, residentes em um território rural. Os dados foram analisados por meio de uma abordagem hermenêutica antropológica. As práticas de cuidado à saúde, para essas famílias rurais, envolvem diferentes saberes, tanto os oriundos do sistema formal, quanto do sistema informal de saúde. Essas práticas transitam pelo cuidado familiar, serviços biomédicos, religiosidade, não ocorrendo um fluxo único, mas utilizando-se dos diferentes espaços e serviços, de acordo com suas necessidades. Nesse sentido, para realização de um cuidado integral à saúde dos indivíduos e das suas famílias, os profissionais necessitam conhecer o contexto cultural da comunidade acompanhada, entender e valorizar as práticas e as dinâmicas de cuidado que integram seu sistema de cuidado à saúde. Descritores: População Rural, Família, Cultura, Enfermagem. Health care system of rural families Abstract: The aim was to comprehend the health care system of rural families in the south of Rio Grande do Sul. Qualitative research with etnographic orientation, developed in 2014, with 25 interlocutors, residents of a rural territory. Data were analyzed through antropological hermeneutic approach. Health care practices, for these rural families, involve different knowledge, those from the formal system and those from the informal system of health. These practices transit through family care, biomedical systems and services, religiosity, not a single flow, but using different spaces and services, according to their needs. Thus, the realization of an integral health care of the individuals and their families requires professionals that know the community's cultural context, understand it and value practices and care dybamics that integrate their health care system. Descripstors: Rural Population, Family, Culture, Nursing. Sistema de atención de salud a familias rurales Resumen: El objetivo era comprender el sistema de atención de salud entre las familias rurales en el sur de Rio Grande do Sul. Consistió en una investigación cualitativa, con orientación etnográfica, realizada en 2014, con 25 interlocutores, residentes en un territorio rural. Los datos se analizaron utilizando un enfoque hermenéutico antropológico. Las prácticas de atención médica para estas familias rurales implican diferentes tipos de conocimiento, tanto de los sistemas de salud formales como informales. Estas prácticas se mueven a través de la atención familiar, los servicios biomédicos, la religiosidad, no un solo flujo, sino que utilizan diferentes espacios y servicios, de acuerdo con sus necesidades. En este sentido, para brindar atención médica integral a las personas y sus familias, los profesionales necesitan conocer el contexto cultural de la comunidad que se sigue, comprender y valorar las prácticas y dinámicas de atención que integran su sistema de atención de salud.