Article

AVALIAÇÃO ANTROPOMÉTRICA DE ADOLESCENTES EM RIBEIRÃO PRETO (SP)

Alimentos e Nutrição 01/2009;
Source: DOAJ

ABSTRACT Os adolescentes são considerados um grupo exposto ao risco nutricional, devido aos seus hábitos alimentares inadequados. Estudos apontam que atividades envolvendo alimentação dentro das escolas são importantes, pois podem possibilitar aos adolescentes o desenvolvimento de uma relação mais responsável com a própria saúde. Este trabalho tem como objetivo avaliar o estado nutricional de alunos de 5a à 8a séries nas escolas de ensino fundamental das redes municipal, estadual e particular no município de Ribeirão Preto (SP). Foram tomadas medidas de peso e altura dos estudantes. Para análise dos dados usou-se o programa de software Epi Info 2002. A classificação do estado nutricional dos estudantes, feita pelos percentis de acordo com o IMC para idade e sexo permitiu verificar que 12,6% dos escolares apresentam sobrepeso e 8,5% apresentam obesidade. Diante do que foi observado no estudo, considera-se que, dentro do contexto de vida dos adolescentes, no qual estão presentes diferentes variáveis como sedentarismo, grande apelo ao consumo, forte influência da família, da mídia, a escola pode exercer um papel fundamental na promoção da educação nutricional, que deve ser abordada pelas diferentes disciplinas e trabalhada em atividades diversificadas, com objetivo de desenvolver atitudes e hábitos saudáveis.

0 Bookmarks
  • Source
    Revista De Nutricao-brazilian Journal of Nutrition - REV NUTR. 01/1999; 12(1).
  • [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: INTRODUCTION: Brazil has been called a nation in nutrition transitional because of recent increases in the prevalence of obesity and related chronic diseases. With overweight conditions already prevalent among middle-income populations, there exists a need to identify factors that influence nutrition behavior within this group. OBJECTIVE: To address this subject, a research study was implemented among middle-class adolescents attending a large private secondary school in Manaus, Amazonas, Brazil. The study determined the availability and accessibility of snack foods as well as subjects' attitudes and preferences towards, and the influence of family and friends on healthy (high-nutrient density) snack choices. METHODS: The 4-stage process included: (a) a nutrition expert focus group discussion that reported local nutrition problems in general and factors related to adolescent nutrition, (b) an adolescent pilot survey (n=63) that solicited information about snacking preferences and habits as well as resources for nutrition information and snack money; (c) a survey of various area food market sources to determine the availability and accessibility of high nutrient density snacks; and (d) a follow-up adolescent survey (n=55) that measured snack food preferences and perceptions about their cost and availability. RESULTS: Results included the finding that, although affordable high nutrient density snacks were available, preferences for low nutrient density snacks prevailed. The adolescents were reportedly more likely to be influenced by and obtain nutrition information from family members than friends. CONCLUSION: From study results it is apparent that a focus on food availability will not automatically result in proper nutritional practices among adolescents. This fact and the parental influence detected are evidence of a need to involve adolescents and their parents in nutrition education campaigns to improve adolescent snack food choices.
    Revista de Saúde Pública 01/1997; · 1.07 Impact Factor
  • [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: As mudanças nos hábitos alimentares têm sido marcadas pelo aumento do conteúdo de lipídios e elevado teor calórico na dieta que, em geral, tem contribuído para o aumento da incidência de obesidade. Inúmeras investigações estabeleceram a relação entre estes hábitos alimentares errôneos e a inatividade na ocorrência da obesidade. Assim, a investigação dos hábitos alimentares, baseada nas mudanças que têm ocorrido entre crianças e adolescentes, nos últimos anos, determinou o objetivo principal da presente investigação. O estudo foi realizado com 239 escolares (125 do sexo feminino e 114 do sexo masculino), com idades entre 8 e 13 anos, pertencentes à 48,58 e 68 séries do ensino fundamental de escolas da rede particular, da cidade de Bauru-SP. Os resultados mostraram que 87,87% residem em casa própria com renda familiar média de 15 a 20 salários mínimos. A maioria dos pais tem 30 grau completo e exerce atividade profissional classificada como autônoma. Cerca de 24,27% dos sujeitos assistem de 10 a 12 horas de televisão, durante a semana; 42,26% jogam vídeo game, de uma a três horas por dia; e 59% usam o computador, de uma a três horas por dia. Além disso, 61,51 % dos escolares não praticam atividade física, além daquela exigida pela escola. Cerca de 30,54% dos escolares alimentam-se diariamente assistindo a televisão, principalmente no horário do lanche. As mães são as principais responsáveis pela alimentação da família, seja e. ... (continuação)observou-se 8,79% de sobrepeso, 13,39% de obesidade e 7,53% de obesidade mórbida. No que se refere à preferência alimentar, constatou-se que os escolares têm forte preferência por salgados, refrigerantes e salgadinhos (tipo "chips"). Isto contrasta com a informação que eles têm do que é mais nutritivo e do que seus pais gostariam que consumissem. Assim, os resultados desta pesquisa contribuíram para o acréscimo de dados de hábitos alimentares e incidência de obesidade em crianças e adolescentes brasileiros, uma vez que a literatura é escassa nesta área. Sugere-se a adoção de medidas e/ou programas que possam melhorar o quadro apresentado no presente estudo. Tese (Doutorado).