Article

Processo produtivo para o aproveitamento dos produtos florestais não-madereiros do baru (Dipteryx alata Vog.)

Source: OAI

ABSTRACT Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, 2008. Os produtos florestais não-madeireiros provenientes do extrativismo no bioma Cerrado estão sendo considerados uma alternativa de renda para os agricultores, comunidades tradicionais e outros residentes do Cerrado. Os frutos da espécie Dipteryx alata geram produtos que aos poucos são oferecidos em mercados locais e em centros urbanos. Seu consumo vem crescendo devido ao sabor peculiar e valor nutricional. O objetivo deste estudo é analisar as tecnologias empregadas em todas as etapas do processo produtivo dos PFNM´s oriundos do baru, em quatro diferentes unidades produtivas, localizados no estado de Goiás, bioma Cerrado. O método utilizado consistiu-se de visita in loco a famílias coletoras de baru, acompanhamento da coleta de frutos em campo, realização de ensaios de rendimento em quatro unidades produtivas, conversas com produtores e técnicos envolvidos com a atividade produtiva do baru. De posse desses dados, o cenário de melhoria do processo produtivo através do aproveitamento integral foi estipulado, a partir dos coeficientes técnicos gerados nas diferentes unidades. A escolha das famílias entrevistadas e das unidades produtoras obedeceu aos seguintes critérios: a) levantamento prévio das regiões que exploram economicamente os PFNM´s do baru; b) destino legal dos recursos disponíveis; e c) disponibilidade por parte dos coletores, produtores e entidades em participar da pesquisa. No ano de 2005 a comercialização e outros serviços relacionados com o fruto do baru, representaram 67,24% da renda anual de uma família amostrada. O ano de 2007 não foi muito produtivo e, portanto, somente sete famílias, entre as doze amostradas, obtiveram ganhos financeiros com os frutos do baru. Os 1.211,71 sacos de 60kg coletados pelas famílias amostradas, renderam um total de R$ 9.693,63 com a comercialização dos frutos da safra de 2005. No cenário teórico, essa mesma quantidade de frutos poderia gerar um ganho líquido de R$ 60.553,45 para as famílias, caso fossem vendidas as sementes in natura no comércio local. Portanto o maior domínio das etapas de produção por parte dos coletores e a máxima utilização dos PFNM´s oriundos do fruto do baru, aumenta o retorno econômico para essas famílias. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT The non-wood forest products (NWFP) which come from the extracting in the Cerrado (vegetation of the Brazilian interior) biomass, are considered as an alternative income for the farmers, traditional communities and other residents from the cerrado region. The fruits of Dipteryx alata are processed and it is commercialized at the local market and urban centers. Its consumption is increasing because of their peculiar taste and their nutritional valor. The scope of this study is to analyze the technologies used all over the productive process of the NWFP from the baru fruits, at four different productive units, which are localized in the State of Goiás, Brasil, Cerrado biomass. The method consisted on local visits to the families that earns for accomplishment of the fruit collecting, analyzes of the earning at four productive unities, talking to the producers and technicians involved with productive activities of baru. With these data, were searched improving methods of the productive process, since the intention was to realize integral profiting, starting with the coefficient technical generated in the different units, for the elaboration of a theoretic scenario for integral use. The choice of the interviewed families and the productive units obeyed the following criteria: a) survey of data at the regions which explore economically the NWFP from baru; b) legal destination of the available recourses; and c) availability from the earners and the units to participate at the research. In 2005 the commercializing and other related services from the baru fruit, represented 67,24% of the yearly income of one interviewed family. The year 2007 was not very productive, just seven from twelve families had financiers earning from the baru fruits. The 1.211,71 sacks of 60 kilos earned by the examined families yielded a total of R$ 9.693,63 trough the commercializing of the fruits. The same quantity of fruits could yield a net earning of R$ 60.553,45 for the families, if the fruits were broken and the seeds sold in natural at the local market. The study shows up the necessity of more knowledge about the productive process stages and the maximum use of NWFP which come from the baru fruit, for the earners.

1 Bookmark
 · 
85 Views

Full-text

View
1 Download
Available from