Article

Educação científica na perspectiva de letramento como prática social: funções, princípios e desafios

Revista Brasileira de Educação 01/2007; DOI: 10.1590/S1413-24782007000300007
Source: DOAJ

ABSTRACT A partir de visões sociológicas e filosóficas sobre ciência, apresenta-se como vêm sendo discutidas historicamente concepções sobre o papel da educação científica. Em seguida, apresenta-se uma revisão da literatura de ensino de ciências sobre significados da educação científica que podem ser entendidos como processos diferenciados de alfabetização e letramento científico. Daí, discute-se como pode ser entendido o processo de letramento científico como prática social, contrapondo-se ao processo elementar de alfabetização científica que vem sendo desenvolvido no ensino atual de ciências. Apresentando contribuições do movimento ciência-tecnologia-sociedade e discutindo aspectos curriculares relativos à natureza e à linguagem científica e aos aspectos sociocientíficos, discutem-se princípios da educação científica voltada para a formação de cidadãos. Ao final, são levantados desafios para o resgate da função social do ensino de ciências, que tem sido visto por alguns como um mito inalcançável.

0 Followers
 · 
114 Views
  • Source
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação, Instituto de Física, Instituto de Química, 2007. Este trabalho constitui uma reflexão acerca da formação de uma cultura científica no Ensino Médio e do papel dos livros didáticos de Física nesse processo. Tomando as idéias de Paulo Freire como referência pedagógica do processo educativo e as de Gaston Bachelard como referência epistemológica, buscamos a construção de um olhar que nos permitisse revisitar os textos didáticos de Física voltados para o Ensino Médio. Inicialmente é discutida a relação entre a formação de uma cultura científica e o ensino de ciências, considerando o grande desafio que é desenvolver um ensino de Física que se aproprie do discurso científico bem como da crítica desse discurso, que vincule a formação científica a um contexto social, histórico, a um produto humano. Considerando o livro didático como elemento de grande influência no ensino de Física e a implantação do Programa Nacional do Livro Didático do Ensino Médio (PNLEM) que ampliará o acesso a esse recurso, é relevante identificar como o livro didático de Física tem contribuído para a formação científico-cultural do aluno do ensino médio. Nesse sentido é proposto, a partir de uma análise dos livros didáticos de física aprovados pelo PNLEM, um conjunto de categorias analíticas que, constituindo-se enquanto um novo olhar aos referidos livros, procuram avaliar o seu potencial formativo de uma cultura científica na escola. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT This dissertation is a reflection about the formation of a scientific culture in High School and the role of didactic books in Physics in it. With Paulo Freire´s ideas as a pedagogic reference of the educating process and those of Gaston Bachelard as an epistemological reference, we searched to build a vision that would let us revisit the didactic books in Physics used in High school. Initially, we discuss the relations between the formation of a scientific culture and science teaching, considering that developing the teaching of physics which suits the scientific discourse is a challenge, as well as doing a reasonable critique of that discourse that links a scientific formation to a social, historic and social context. Considering the didactic book as an element of great influence in the teaching of physics and that with the implementation of the National Didactic Book Program in High School (PNLEM) the access to it will be widened, it is relevant to identify how the didactic book in Physics has contributed to the scientific and cultural formation of high school students. Hence and starting from an analysis of the didactic books in physics approved in the PNLEM, a set of analytical categories are proposed to evaluate their formative potential of a scientific culture in high school.
  • Source
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: Introdução No Brasil do século XXI, uma ínfima parte da população tem acesso ao capital simbólico do conhecimento, conforme os Relatórios PISA 2000 2 , 2003 3 e 2006, 4 da OECD-Organisation for Economic Co-operation and Development (www.pisa.oecd.org) têm demonstrado. Segundo esses relatórios, grande parte da população brasileira de 15 anos apresenta resultados insatisfatórios na aprendizagem de matemática, linguagem e outras ciências, seu conhecimento e interesse por letramento científico é mínimo e sua consciência das oportunidades que o letramento científico oferece é praticamente inexistente. Por outro lado, na sociedade do século XXI, a "era da ciência", segundo Bourdieu e Wacquant (2001, p. 5), vê-se o conhecimento como um valor que baliza as instituições e os papéis sociais. A rede discursiva que forma a cultura contemporânea se caracteriza pela comodificação da ciência e da tecnologia (FAIRCLOUGH, 1995; BEACCO et al., 2002). A contemporaneidade atribui alto valor estético, cultural e econômico à ciência e à tecnologia e define o conhecimento como um bem a ser consumido na "sociedade do conhecimento" ou "economia do conhecimento", termos estes pertinentes a uma ordem do discurso, cujo funcionamento se pauta pela geração, circulação e 1 Trabalho desenvolvido dentro do projeto Análise crítica de gêneros com foco em artigos de popularização da ciência (MOTTA-ROTH, 2007), com bolsa PQ/CNPq nº 301962/2007-3. Este projeto tem sido desenvolvido pelo Grupo de Trabalho do LABLER/UFSM, em teses de doutorado, dissertações de mestrado e trabalhos de final de graduação, disponíveis em http://coralx.ufsm.br/desireemroth/dissertacoes.htm, e em diversas publicações do grupo, como, por exemplo, em MOTTA-ROTH, D.
  • Source
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: PURPOSE: to characterize and analyze the speech-language point o view, literacy (ies), the modes of movement and use of discursive genres written by 69 students from two classes of the third stage of an elementary public school for children of São Paulo. METHOD: the construction and application protocol consists of several written genres for checking the degree of recognition, familiarity and usage by 69 schoolchildren. The age of the students was 5 years and 1 month to 6 years and 1 month, 58% male and 42% female gender. Data analysis was performed from the mapping of the students' literacy rates depending on the levels and types of literacy reflected in the literature. RESULTS: among the written statements genres, we found, for this age group, a significant recognition for the genre: letter; journalistic narratives for children, traffic signs, cartoons and recipes, which are viewed and / or used by and / or relatives at home, on the way to school and other social ambiences. CONCLUSION: there is considerable presence of literacy practices among those surveyed, which suggests the relevance of considering the processes of literacy in both the pedagogical strategies of early childhood education, and in speech therapy with students who have difficulties and / or disturbances in the acquisition of writing.
    Revista CEFAC 10/2012; 14(5):808-815. DOI:10.1590/S1516-18462011005000064

Preview

Download
2 Downloads
Available from