Article

Facoemulsificação versus extração extracapsular manual do cristalino: análise de custos

Arquivos Brasileiros de Oftalmologia 01/2004; DOI: 10.1590/S0004-27492004000300021
Source: DOAJ

ABSTRACT OBJETIVO: Avaliar aspectos clínicos e econômicos da cirurgia de catarata pela técnica de facoemulsificação, quando comparada à técnica de extração extracapsular do cristalino no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. MÉTODOS: Estudo prospectivo em que foram selecionados consecutivamente 162 pacientes, portadores de catarata senil, atendidos em projetos comunitários para identificação e posterior tratamento da catarata (Projetos-Catarata), que atenderam aos critérios de inclusão para o estudo. Esses projetos foram realizados pelo Hospital das Clínicas, entre outubro de 2001 e junho de 2002. Os pacientes selecionados foram randomizados para comporem dois grupos, que seriam submetidos à cirurgia de catarata pela técnica de facoemulsificação e de extração extracapsular. RESULTADOS: Nas condições do estudo, a técnica de facoemulsificação permitiu o uso de anestesia tópica, reduziu o número de retornos e o tempo de duração do período pós-operatório. A utilização da facoemulsificação tornou a cirurgia mais rápida, otimizou o centro cirúrgico e apresentou vantagens econômicas para o hospital. CONCLUSÃO: No tocante às condições do Hospital das Clínicas, os custos totais da cirurgia de catarata mediante a técnica de facoemulsificação são maiores do que os custos com a técnica de extração extracapsular; e a remuneração efetuada pelo Sistema Único de Saúde para a cirurgia por facoemulsificação confere maiores vantagens econômicas ao hospital do que a cirurgia por extração extracapsular.

0 Bookmarks
 · 
336 Views

Full-text

Download
4 Downloads
Available from