Article

A broncofibroscopia no diagnóstico etiológico de afecções pulmonares em pacientes com síndrome da imunodeficiência adquirida

Revista da Associação Médica Brasileira (Impact Factor: 0.92). 01/2000; DOI: 10.1590/S0104-42302000000200012
Source: DOAJ

ABSTRACT OBJETIVO: Avaliar o papel da broncofibroscopia no diagnóstico etiológico de pneumopatias em pacientes positivos ao vírus da imunodeficência humana. MÉTODOS: O presente estudo analisa um grupo de 49 pacientes com diagnóstico de síndrome da imunodeficiência adquirida, admitidos no Hospital Nereu Ramos - Florianópolis -SC. Foram selecionados pacientes sintomáticos respiratórios com lesão simples ao exame radiográfico do tórax, sem diagnóstico etiológico confirmado por exame de escarro. Tais pacientes foram submetidos à broncofibroscopia com realização de lavado broncoalveolar, escovado brônquico e biópsia pulmonar transbrônquica. As amostras foram analisados com bacterioscopia pelo Gram, pesquisa de BAAR, citomegalovírus, P. carinii e outros fungos. RESULTADOS: A broncofibroscopia foi efetiva na realização do diagnóstico etiológico em 71,43% dos casos. A biópsia pulmonar transbrônquica foi a técnica com maior positividade, firmando o diagnóstico em 59,18% dos casos. A técnica com menor positividade foi o escovado brônquico, com diagnóstico em 4,08% dos casos. O agente etiológico mais freqüente foi o P. carinii (42,8%), seguido pelo M. tuberculosis (22,86%). Nenhuma complicação foi observada nos procedimentos realizados. CONCLUSÃO: Concluímos no presente estudo que neste grupo de pacientes a broncofibroscopia foi um procedimento seguro e efetivo para o diagnóstico etiológico de afecções pulmonares.

0 Followers
 · 
281 Views