Article

OS SENTIDOS DO TRABALHO

Scientific Programming (Impact Factor: 0.67). 01/2001; 41(3). DOI: 10.1590/S0034-75902001000300002

ABSTRACT RESUMO O trabalho representa um valor importante nas sociedades ocidentais contemporâneas, exercendo uma influência considerável sobre a motivação dos trabalhadores, assim como sobre sua satisfação e sua produtividade. Compreender os sentidos do trabalho hoje é um desafio importante para os administradores, tendo em vista as múltiplas transformações que têm atingido as organizações e os "mundos do trabalho". O objetivo deste artigo é determinar, identificar e comentar as características que o trabalho deveria apresentar a fim de ter um sentido para aqueles que o realizam. Acreditamos que os momentos de transformação organizacional constituem, potencialmente, uma oportunidade para reorganizar o trabalho de tal forma que a qualidade de vida e a eficácia organizacional sejam melhoradas e que as características que se atribuem a um trabalho que tem um sentido possam orientar as decisões e as intervenções dos responsáveis pelos processos de transformação organizacional. ABSTRACT Work represents an important value in contemporary western societies, and exerts a considerable influence on workers' motivation, as well as on their satisfaction and productivity. Understanding the meanings of work represents an important challenge for managers, considering the many and multiple transformations that organizations and the "worlds of work" have been going on. The main objective of this article is to establish, to identify and to comment the main characteristics that work should have in order to be meaningful for those who accomplish it. In these moments of organizational transformations, there are many potential and important opportunities to reorganize the work organization. To improve the quality of life and the organizational effectiveness, it is important that the characteristics related to meaningful work may guide the decisions of those who are responsible for the processes of organizational transformations.

Download full-text

Full-text

Available from: Estelle M Morin, Feb 25, 2014
0 Followers
 · 
178 Views
  • Source
    • "A perspectiva dos significados do trabalho é representada pelos estudos do Meaning of Work Team (MOW, 1987), nos quais os significados são considerados um fenômeno multifacetado, influenciado por aspectos sociais, econômicos e culturais, sendo composto por três dimensões: centralidade, dimensões socionormativas e resultados, e objetivos valorizados. Já os estudos sobre sentido são, no contexto brasileiro, influenciados pelas pesquisas de Morin (2001, 2007), para quem esse constructo possui três dimensões: significação (definição de trabalho), orientação (por que se trabalha) e coerência (equilíbrio entre o self e o trabalho). Neste artigo, assumimos a diferença entre sentidos e significados do trabalho, no que nos alinhamos, em termos mais amplos, à perspectiva sócio-histórica (Vygotski, 1993a, 1993b) e, mais especificamente, às teorias da atividade (e.g.: Bedny & Karwowski, 2007; Bendassolli, 2012; Clot, 1999, 2008; Wertsch, 1981). "
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: RESUMO O presente artigo tem como objetivo apresentar e discutir um modelo teórico acerca da significação no trabalho, explorando suas consequências, na forma de desafios e possibilidades, para a pesquisa em psicologia sobre o trabalho informal. O processo de significação é constituído por três componentes: os significados produzidos e disseminados coletivamente sobre o trabalho; os sentidos, apreensões singulares daqueles significados; e a atividade, que serve de mediação entre o sujeito e a realidade, colocando em ação os sentidos e significados. O artigo também discute algumas características que definem o trabalho informal. Por fim, desenvolve três hipóteses de pesquisa: que o recorte do processo de significação permite ao pesquisador apreender as tensões entre formal/informal; que ele contribui para a consideração e diferenciação de distintos níveis na análise do fenômeno da informalidade; e que tal recorte contribui para uma compreensão não exclusivamente cognitivista e individualista sobre sentidos e significados do trabalho. Palavras-chave: sentidos do trabalho; significação no trabalho; trabalho informal. RESUMEN El presente artículo tiene como objetivo presentar y discutir un modelo teórico acerca de la significación en el trabajo, explorando sus consecuencias, en forma de retos y posibilidades para la investigación en psicología sobre el trabajo informal. El proceso de significación se constituye por tres componentes: los significados producidos y diseminados colectivamente sobre el trabajo; los sentidos, comprensiones singulares de aquellos significados; y la actividad, que se sirve de una mediación entre el sujeto y la realidad, colocando en acción los sentidos y la significación. El artículo también discute algunas características que definen el trabajo informal. Por fin, se desarrollan tres hipótesis de investigación: que el recorte del proceso de investigación permite al investigador comprender las tensiones entre lo formal y lo informal; que él contribuye para la consideración y la diferenciación de distintos niveles en el análisis del fenómeno de la informalidad; y que tal recorte contribuye para una compresión que no exclusivamente cognitivista o individualista sobre los sentidos u el significado del trabajo. Palabras-clave: sentidos del trabajo; significación en el trabajo, trabajo informal.
  • Source
    • "Sob a influência de diversas áreas do conhecimento, tais como a Sociologia, a Psicologia, a Antropologia e a Filosofia, ao longo desses anos surgiram novas correntes de pensamento (inspiradas pelo paradigma transdisciplinar e holístico) que têm incitado importantes reflexões dentro dos estudos organizacionais. Entre elas, merecem destaque a busca pela humanização das organizações (Aktouf, 1996; Vergara & Branco, 2001), o movimento pela qualidade de vida no trabalho (Rodrigues, 1994) e a busca de sentido no trabalho (Morin, 2001). Dentro desse contexto, criou-se a expectativa de que as organizações possam criar e manter um ambiente organizacional em que haja uma relação mais saudável com seus funcionários , com a sociedade, com o meio ambiente, enfim, com o planeta como um todo. "
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: In the last 25 years, management theories have been criticized, especially regarding its instrumental feature. As a possible response to this problem, in the 1990’s, discussions on spirituality in organizations have intensified. However, despite the growing international interest in this issue, Brazilian academic literature reviews show that studies on this topic are almost inexistent, and the research studies that relate the administrator’s formation with the theme of spirituality are even rarer. Thus, our purpose in this study was to understand how the administrator’s formation has been developed, regarding the principles of spirituality. To fulfill the objective of our investigation, initially, we performed a theoretical discussion of the key concepts of this paper: criticism about the traditional education of the administrator, spirituality and spirituality in the administrator’s formation. The chosen methodology was qualitative, of descriptive-exploratory type, adopting the case study as a methodological strategy. The results indicate, in the analyzed college, a context marked by inhibitors to the administrator’s formation that significantly include spirituality.
    12/2013; 48(4):688-701. DOI:10.5700/rausp1114
  • Source
    • "De outra parte, a análise de Fleury e Sarsur (2007) salienta a ausência do ganho para o trabalhador nessa concepção. Dessa forma, confirma-se que a ideia de competências deve ser ampliada ao envolver o indivíduo por completo, nos termos de Morin (2001). Quanto ao papel do Estado, identificado por Brewster (2007), no caso brasileiro este age de modo rarefeito quanto às competências, seja na direção de consolidar políticas públicas de educação profissional, seja na de engendrar processos de certificação ocupacional, ocorrendo, do lado da demanda, a partir dos cursos oferecidos pelas entidades do Sistema S (SESC/SENAC/SENAI/SENAT/SENAR), ou, ainda, em iniciativas de alguns entes federativos brasileiros, como São Paulo, Minas Gerais e Bahia. "
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: The Brazilian macroeconomic environment has pointed to improvements in labor market, employment and income indicators, a context which should help union activity. However, traditional standards in labor relations have been maintained, especially in terms of pressures on workers to improve eligibility requirements and be accountable for results, without unions pressuring the government and organizations back. This article aims to analyze, under the distinct perspective of unions (collective representation of workers), to what extent the implementation of competence-based management systems has become a union issue, since they are considered a modern business management tool and have been adopted by many of the largest organizations. Methodology was based on a qualitative approach, using documentary and field research. Investigation steps consisted of: (a) literature review; (b) analysis of relational database; (c) expert panel; and (d) focus group. The results indicate that competence-based management is an unknown term in collective bargaining by unions, reducing their ability to identify and counter demanding and abusive goals, which is their main purpose. As such, the government doesn't assume its role of promoting skill development and organizations maintain their control over workers.
    Revista de Administração Contemporânea 10/2012; 16(5):705-722. DOI:10.1590/S1415-65552012000500005
Show more