Article

Ajustamento da criança à separação ou divórcio dos pais

Revista de Psiquiatria Clínica (Impact Factor: 0.89). 01/2010; 38(1):29-33. DOI: 10.1590/S0101-60832011000100007

ABSTRACT Estudos do Divórcio e Intervenção da UM. 3 Doutorando no Programa Doutoral em Psicologia Clínica da UM, professor-assistente na Escola Superior de Educação de Viana do Castelo, Portugal. Resumo Objetivo: O presente artigo procura relacionar e analisar evidências empíricas e teóricas sobre o impacto e os fatores associados ao impacto da separação ou divórcio dos pais no ajustamento da criança. Método: Realizou-se uma revisão agregativa da literatura, recorrendo às palavras-chave "divorce adjustment", "child divorce" e "divorce impact", nas bases de dados JSTOR, PsycInfo, SciELO e Medline e em livros da especialidade. Resultados: Respostas adaptativas e desadapta-tivas da criança são descritas, assim como potenciais resultados positivos. São principalmente discutidos os fatores mediadores e moderadores frequentemente referenciados na literatura no impacto da separação ou divórcio dos pais no ajustamento da criança. Entre esses estão: características da criança, problemas financeiros, sintomatologia psicopatológica dos pais, qualidade das práticas parentais e conflito interparental. Conclusão: Com base nas evidências empíricas e perspectivando o divórcio como uma transição desenvolvimental, levantamos a hipótese de que os problemas de ajustamento apresentados pelas crianças com pais divorciados possam ser mais bem explicados por outros fatores do que pelo divórcio/separação per se. Finalmente assumimos uma inovação conceptual de que essa transição familiar pode significar uma oportunidade de crescimento e de promoção desenvolvimental. Raposo HS, et al. / Rev Psiq Clín. 2011;38(1):29-33

2 Followers
 · 
258 Views