Article

Answer from the Podocarpus lambertii and Podocarpus sellowii–(Podocarpaceae) seeds to desiccation

01/2008; 18(3):347-352.

ABSTRACT RESUMO Estudos relacionados ao comportamento de sementes de espécies florestais permitem a obtenção de material de boa qualidade fisiológica, imprescindível nos trabalhos silviculturais com essas espécies. O presente trabalho teve por objetivo avaliar o comportamento de sementes de Podocarpus lambertii Klotzsch ex Endl. e Podocarpus sellowii Klotzsch ex Endl., em relação à dessecação. A secagem das sementes foi efetuada em câmara com ventilação forçada e ar aquecido, à temperatura de 35ºC, pelos períodos de 12; 24; 48 e 72 horas, para Podocarpus lambertii e 24; 48; 72 e 96 horas, para Podocarpus sellowii. As sementes com umidade inicial de 28,7 e 45,5% respectivamente, após a desidratação, ficaram com os seguintes teores de água: 21,7; 14,3; 7 e 5,7% para Podocarpus lambertii e 36,9; 36; 34 e 26,8% para Podocarpus sellowii. A qualidade fisiológica das sementes foi avaliada por meio do teste de germinação e Índice de Velocidade de Germinação. De acordo com os resultados, pôde-se concluir que as sementes de Podocarpus lambertii têm comportamento de semente ortodoxa, com grau crítico de umidade abaixo de 5,7% de água, e as sementes de Podocarpus sellowii apresentam comportamento típico de semente recalcitrante, com grau crítico de umidade de aproximadamente 26,8% de água. Palavras-chave: sementes florestais; desidratação; longevidade. ABSTRACT Studies related to seeds development of forest species allow the material obtainment of good physiological and essential quality in silvicultural system considering these species. The objective of this work was to evaluate the behavior of seeds of Podocarpus lambertii Klotzsch ex Endl. and Podocarpus sellowii Klotzsch ex Endl., regarding the dehydration sensitivity. Seeds desiccation was made in dry kiln with forced ventilation and heated air at 35 o C. Seeds of Podocarpus lambertii, with 28,7% of humidity and Podocarpus sellowii with 45,5% of humidity (control), after desiccation, resulted the next contents: 21,7%; 14,3%; 7,0% and 5,7% to Podocarpus lambertii; and 36,9%; 36,0%; 34,0% and 26,8% to Podocarpus sellowii. Physiologic quality of seeds was evaluated by germination test and IVG. For tolerance to desiccation, it could be concluded that: seeds of Podocarpus lambertii have behavior of orthodox seed, with critical degree of humidity under 5,7% of water, and Podocarpus sellowii seeds showed recalcitrant behavior with critical humidity level around 26,8%.

0 Bookmarks
 · 
102 Views
  • Source
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: Mudas de sete espécies florestais foram formadas em substrato de viveiro sem e com inoculação da mistura de fungos micorrízicos arbusculares (Glomus etunicatum, Gigaspora margarita e Acaulospora scrobiculata) e transplantadas para vasos com um solo Latossolo Vermelho-Escuro com alta e baixa fertilização com NPK e submetidas, ou não, a nova inoculação. Verificou-se, após 90 dias, que tanto a inoculação na formação quanto a inoculação no transplantio garantiu elevada colonização micorrízica (>70%), estimulou o crescimento e aumentou os teores de alguns nutrientes nas plantas. Os efeitos no crescimento variaram entre as espécies e tratamentos, atingindo incrementos de matéria seca de até 800% em Colvillea racemosa. Plantas sem inoculação na formação e no transplantio, apresentaram crescimento reduzido, mesmo no solo com alta fertilidade, enquanto as plantas com inoculação na formação cresceram mais rapidamente, independentemente da reinoculação. A elevação da fertilidade não aumentou a matéria seca da parte aérea de Luehea grandiflora, Senna macranthera e Enterolobium contortisiliquum. Em Cecropia pachystachya aumentou apenas quando as mudas não foram submetidas a inoculação. Em Senna multijuga e em C. racemosa, a matéria seca da parte aérea aumentou quando as mudas foram submetidas a inoculação e em Sesbania virgata, aumentou em todos os tratamentos. Apenas C. racemosa não respondeu à inoculação no transplantio.
    Pesquisa Agropecuária Brasileira. 01/2000;
  • Source
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: O crescimento de Eucalyptus é favorecido por fungos ectomicorrízicos (FECM). De ocorrência comum nas plantações florestais, os FECM diferem, entretanto, em infectividade e eficiência. O objetivo deste estudo foi testar a compatibilidade e a eficiência do inoculante ectomicorrízico produzido por fermentação semi-sólida, em relação a Eucalyptus dunnii Maiden. Neste sentido, o inoculante de Pisolithus sp., produzido por fermentação semi-sólida em vermiculita-solução nutritiva, foi aplicado ao substrato turfa-vermiculita (30:70, v/v) nas concentrações de 0, 1, 3, 5 e 10% (v/v) que foi semeado com E. dunnii, e mantido em casa de vegetação. A inoculação proporcionou colonização radicular e aumento da matéria seca da parte aérea e do conteúdo de P em razão da concentração do inoculante. O peso da matéria seca das plantas com 1% de inoculante não diferiu do peso das testemunhas. A 3% e 5%, a matéria seca aumentou 62%. O maior valor foi obtido com 10% de inoculante, onde o peso das plantas foi 73% superior ao das testemunhas, e o teor de P, 130%. Resultados semelhantes foram obtidos em relação à raiz. Altura e diâmetro foram positivamente afetados pela inoculação, mas não a relação raiz/parte aérea. As doses mais eficientes de inoculante foram aquelas de 3% ou superiores. Este método de produção deverá ser testado com outros FECM, e sua eficiência, avaliada em viveiro e no campo.
    Pesquisa Agropecuária Brasileira 02/2001; 36(2):307-313. · 0.66 Impact Factor
  • XF2006234090. 01/1997;

Full-text

Download
2 Downloads
Available from