Article

An evaluation of a patient satisfaction survey: validity and reliability

Education & Educational Psychology, Mississippi State University, P.O. Box 9727, MS 39762 5507, USA
Evaluation and Program Planning (Impact Factor: 0.9). 02/2000; 23(3):293-300. DOI: 10.1016/S0149-7189(00)00015-X

ABSTRACT Patient reports about their medical care can be an important component of quality assessment of medical services. Recently, many medical centers and health care providers have focused their attention to a consumer oriented evaluation and assessment of services. Research literature indicates that the assessment of quality of care from the patient’s perspective has been operationalized as patient satisfaction. The purpose of this report is to evaluate a southern medical center’s External Patient Satisfaction Survey instrument for validity and reliability and provide a basis that providers might use routinely and systematically to assess the quality of medical care. This article reports on the initial appraisal of content validity, factor structure, and estimated internal consistency reliability of the instrument.

2 Followers
 · 
336 Views
  • Source
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: Abstract The simultaneous and differential effects of parental, peer, and intimate friendship attachment on attitudes to school and psychological,health were,examined,in a sample,of 520 adolescents aged,from,13 to 19 years. Based on recent extensions,to attachment theory,it was,predicted,that parental, peer and intimate friend attachment would impact on psychologicalhealth variables , while peer attachmentand
  • Source
  • Source
    [Show abstract] [Hide abstract]
    ABSTRACT: OBJETIVO: Desenvolver e validar um instrumento de medida da satisfação do paciente com o tratamento fisioterapêutico e também identificar seus principais indicadores. MÉTODO: A amostra foi composta por 834 pacientes ambulatoriais de ambos os sexos, com idade média de 46,7 anos e usuários de planos de saúde, que responderam o questionário em 45 clínicas da rede privada de saúde nos municípios de Natal e Mossoró/RN – Brasil. A pesquisa ocorreu desde o processo de desenvolvimento do instrumento até o estudo das suas propriedades psicométricas. A análise qualitativa da amostra inicial de itens do questionário ocorreu por meio de sua apreciação por especialistas. Um estudo piloto precedeu o refinamento do questionário previamente à coleta dos dados. A análise psicométrica (avaliação do teste desenvolvido) foi realizada por meio do estudo da confiabilidade e validade das medidas obtidas com o instrumento. RESULTADOS: Os resultados alcançados para a confiabilidade, por meio do Coeficient alfa de Cronbach (a = 0,94), e validades de conteúdo, simultânea e de construto, demonstraram elevada consistência interna e satisfatória validade segundo padrões psicométricos da satisfação do paciente com a fisioterapia. A análise fatorial indicou quatro dimensões em que a interação paciente-terapeuta, especialmente as questões relativas às habilidades de comunicação do fisioterapeuta, parecem ser os melhores indicadores de satisfação. Aspectos relativos à conveniência, como localização da clínica e disponibilidade do estacionamento, não indicaram forte predição de satisfação com a assistência recebida. CONCLUSÃO: O estudo disponibiliza nova ferramenta para auxiliar na gerência e no processo de planejamento necessários ao incremento da qualidade nos serviços de fisioterapia.
    Revista Brasileira de Fisioterapia 10/2007; 11(5):369-376. · 0.98 Impact Factor